‘Sucesso Financeiro’ Articles at Defenda Seu Dinheiro

Browsing Tag: sucesso financeiro

    Geral

    Erros financeiros para evitar aos 40 anos

    2 de Março de 2018

    couple relaxing beach summer - casal relaxando em uma praia no verão
    9 money mistakes to avoid in your 40s

    Enquanto aos 20 estamos focados em construir nossa base financeira e criar bons hábitos, aos 30 estamos prestes a ter grandes mudanças de vida como construir uma carreira, casar, ter filhos etc.
    Já aos 40, há muito a ser feito para proteger o patrimônio e garantir a segurança financeira da família antes de começar a pensar na aposentadoria. É o que explica a planejadora financeira Sophia Bera.

    Pensando nisso, ela listou para o Business Insider algumas atitudes que devem ser evitadas nesta fase da vida e que podem prejudicar o sucesso financeiro. O InfoMoney selecionou seis delas:

    1) Comprar uma casa maior que o seu orçamento

    Com a família crescendo, aquele imóvel pequeno que antes era o suficiente, hoje já não serve mais. É tentador buscar por um lugar maior, com mais espaço e até em um bairro melhor. Mas isso significa que o valor do imóvel será maior, assim como o custo de manutenção e os impostos.

    Cuidado, porém, para não comprar um imóvel maior do que pode bancar. A casa própria não é um dos melhores investimentos, então você deve ser realista e honesto com o seu orçamento e evitar gastar todas as suas economias na nova casa.

    2) Gastar mais do que o necessário com as crianças

    Uma forma fácil – e rápida – de gastar dinheiro é destinar seu patrimônio aos filhos: escola, atividades extracurriculares, passeios escolares, brinquedos, acampamentos etc.

    É difícil dizer não para tudo o que seus filhos querem, e você quer oferecer o melhor – não só porque ama seus filhos, como porque os pais dos coleguinhas também são seus amigos, e você quer se encaixar.

    Porém, é preciso estabelecer um orçamento para não sair no prejuízo. Esse é um bom momento para você reavaliar o patrimônio e ensinar as crianças a darem valor ao dinheiro. Dessa forma, a família toda irá gastar dinheiro e tempo em coisas que realmente importam para cada um, ao invés de comparar cada nova aquisição com as demais famílias do grupo.

    3) Não juntar dinheiro para a aposentadoria porque está poupando para a faculdade

    A planejadora financeira conta que muitos pais tendem a priorizar o ensino dos filhos em detrimento da própria aposentadoria. “É natural colocar o bem de seus filhos na frente do seu. Porém, a realidade é que seus filhos podem pegar dinheiro emprestado para pagar a faculdade, mas você não pode pegar dinheiro emprestado para a sua aposentadoria”, afirma.

    Sophia explica que ao fazer isso, você está preparando seus filhos para tomarem conta de você quando ficar mais velho, justo quando eles terão seus próprios filhos para cuidar. E isso pode ser um grande problema no futuro. “O melhor a se fazer é se preparar primeiro para a aposentadoria e depois, juntar dinheiro para o estudo de seus filhos”, diz.

    4) Não ter um fundo de emergência grande o suficiente

    Os US$ 1 mil que você guardou quando tinha 22 anos pode ter sido o suficiente, mas naquela época era só você e agora você tem uma família. A probabilidade de despesas inesperadas é alta. Com isso, a quantia que você poupa também deve ser.

    Quando você é jovem e perde o emprego, você consegue se manter por alguns meses voltando para a casa dos seus pais, por exemplo. Imagine agora perder o emprego quando você já tem que pagar o aluguel, tem dois carros na garagem, dívida da pós-graduação e três filhos.

    Evite essa dor de cabeça guardando de 3 a 6 meses de gastos no seu fundo de emergência e invista o resto em investimentos de alta liquidez que permitam o resgate a qualquer momento – para caso haja eventualidades.

    5) Não aproveitar os benefícios do cartão de credito

    Se você usa o cartão de crédito de forma consciente, ou seja, sabe o seu limite e consegue pagar as contas inteiras todos os meses, você pode estar perdendo se não tiver um cartão de crédito que ofereça benefícios.

    Uma família maior significa gastos maiores, então faça essas despesas trabalharem a seu favor. Cartões com recompensas podem dar o benefício de cashback ou pontos, os quais você pode usar para viajar, por exemplo.

    6) Não conversar com seus pais sobre as finanças deles

    Assim como é importante para você administrar suas finanças, de forma a beneficiar seus filhos, é essencial que você fale com seus pais sobre as finanças deles.

    Os mais velhos são normalmente mais vulneráveis a problemas financeiros, porque eles acreditam que, por já terem feito isso por anos, sabem fazer de “olhos fechados”. Mas isso não significa necessariamente que eles entendem o planejamento financeiro moderno.

    Alguns pais demoram muito tempo para avisar os filhos que não têm dinheiro suficiente para a aposentadoria ou então, que precisam dos filhos para se sustentarem. “Eu trabalho com clientes que ajudam seus pais financeiramente, mas é preciso um planejamento e orçamento para que consigam fazer isso sem prejudicar seus objetivos”, conta a planejadora financeira.

    Até mais.

    Convidados

    Segredos de dinheiro que pessoas ricas e bem sucedidas sabem

    24 de Janeiro de 2018

    Warren Buffett, Chairman and CEO of Berkshire Hathaway - Os segredos financeiros que pessoas bem-sucedidas sabem
    As pessoas não devem ter vergonha de um estilo de vida modesto – até o bilionário Warren Buffett vive de maneira frugal

    A maioria dos especialistas em finanças pessoais vai dizer que o segredo para se tornar rico na verdade não é uma mistério: trabalhe, viva dentro do seu orçamento, invista e poupe o máximo que puder. Aliás, não deve ser vergonha ter um um estilo de vida modesto – até o bilionário Warren Buffett vive de maneira frugal.
    De acordo com a consultora de finanças pessoais Gabrielle Olya, se o seu objetivo é se juntar ao rol dos ricos, é preciso exercitar sua mentalidade e aprender os seus segredos financeiros, listados pelaCNBC.

    Veja seguir:

    1) Salário não é tudo

    Escalar o mundo corporativo irá leva-lo até determinada altura. Em algum momento, você alcança seu potencial de ganho e subir mais que isso nem sempre é possível. Os ricos sabem que, para aumentar a riqueza, é importante fazer o seu dinheiro trabalhar para você – e não o contrário.

    Invista seu dinheiro – parece repetitivo, mas é efetivo. Procure os melhores investimentos para a quantia que você consegue poupar. Faça seu dinheiro render, aplicando em diferentes tipos de investimentos. Não deixe de ganhar dinheiro, aproveite as oportunidades.

    2) Coloque isso por escrito

    A diferença entre ter uma ideia e colocá-la no papel é muitas vezes o que separa o a pessoa bem-sucedida da que não é. E se você quer ter sucesso e alcançar a riqueza, talvez seja hora de começar a escrever seus objetivos, grandes e pequenos.

    Thomas Corley, autor do livro “Rich Habits: The Daily Success Habits of Wealthy Individuals”, (Hábitos dos Ricos: Os hábitos diários de indivíduos ricos”, em tradução livre), observou isso em seu estudo. Dos ricos entrevistados, 67% deles anotam seus objetivos, enquanto 81% mantêm uma lista de tarefas. Se o seu objetivo é ser rico, comece materializando a ideia no papel e faça um plano de ação para que saia dele.

    3) Não gaste com coisas desnecessárias

    As pessoas ricas sabem a importância de poupar dinheiro diariamente. Elas procuram economizar em tudo que podem, seja tomando café da manhã em casa, ou diminuinbdo a quantidade de vezes que jantam fora no mês. Quando for comprar algo sempre se pergunte se você realmente precisa daquilo. Há um jeito de fazer ou consumir a mesma coisa gastando menos? Se a reposta for sim, tente buscar uma alternativa. Isso pode se tornar um hábito.

    4) Seja seu próprio chefe

    Em tese, os funcionários trabalham para se tornar seus “chefes ricos”. Se você está buscando a verdadeira riqueza, considere começar seu próprio negócio. De acordo com Forbes, quase todas as 1.426 pessoas da sua lista de bilionários fizeram suas fortunas através de um negócio que eles ou um membro da família criaram.

    Claro que não é uma fórmula mágica. Iniciar o próprio negócio exige dedicação e conhecimento do setor em que vai operar. Mas segundo Olya, muitos profissionais da classe média pensam que começar um negócio é muito arriscado. “A questão é que os ricos entendem que o que é mais arriscado é permitir que seu tempo e ganhos sejam ditados por um chefe que geralmente não se importa com você e seu desenvolvimento ou que não pode te oferecer mais oportunidades”.

    5) Invista em você mesmo

    Pessoas bem-sucedidas sabem que vale a pena investir tempo, dinheiro e energia para melhorar as próprias habilidades. Isso pode implicar em ler mais, fazer aulas de determinado assunto ou aprender novas competências. Ninguém vai aprender por você. Se quiser ser especialista em seu campo é preciso estar em constante aprendizado. Busque opções que façam você render mais no dia a dia, que dêem resultados no trabalho e na vida pessoal.

    6) Mude sua mentalidade

    “Não há escassez de dinheiro no planeta, apenas uma escassez de pessoas que pensam corretamente sobre isso”, afirma Grant Cardone, empreendedor americano. “Para se tornar um milionário, você deve pensar alto”. Você deve realmente acreditar que você será rico para enriquecer.

    Claro que apenas pensamentos positivos e confiança não farão sua conta bancária passar a ter seis dígitos, mas aliados com atitudes podem ser o principal diferencial na hora de alcançar a riqueza.
    fonte de consulta: Money secrets that wealthy, successful people know

    Até o próximo post.

    Convidados

    Os erros financeiros que impedem os millennials de atingir o sucesso

    4 de dezembro de 2017

    De acordo com o escritor Douglas Boneparth, autor do livro

    A geração dos millennials é cheia de controvérsias e “problemas”, de acordo com especialistas. Um deles é na área financeira: esses jovens têm dificuldade de atingir o sucesso financeiro por conta de erros simples que a grande maioria deles comete em suas finanças.
    De acordo com o escritor Douglas Boneparth, autor do livro “Millennial Money Fix”, os erros que cometem são básicos e de finanças simples – e que, felizmente, também são mais fáceis de serem contornados.

    Ao Business Insider, ele explicou quais são os maiores problemas dos jovens millennials.

    Falta de objetivos e direção

    “Sem saber aonde você está , como você pode esperar chegar a algum lugar?”, disse o autor. Segundo o mesmo, esse é um dos problemas que mais comprometem a vida financeira dos jovens – e não basta somente identificar quais são os sonhos que têm.

    Ele explica que, para contornar essa questão, são necessários três passos: antes de tudo, identificar o que desejam para a própria vida – seja, comprar um carro, comprar uma casa, criar uma reserva de economias, etc; em seguida, é necessário “quantificar” tais objetivos por tempo e valor; e, por fim, priorizá-los.

    “Fazer isso permitirá que você saiba exatamente qual objetivo terá todas as suas economias”, disse o autor.

    Falha no controle de caixa

    A principal dificuldade dos millennials, que resulta no descontrole de gastos, é de criar um orçamento financeiro, mesmo com o crescente número de aplicativos que ajudam nesta tarefa.

    Para contornar isso, explica o autor, é indispensável que os jovens listem seus gastos e os categorizem para saber para onde mais vai seu dinheiro – e, então, estabelecer um teto para cada categoria. Os passos seguintes consistem na reorganização de gastos, eliminando quaisquer excessos de gastos em categorias. “É aqui que o aprendizado acontece, pois o fluxo de caixa nos mostra a verdade de nosso comportamento”, disse Boneparth.
    fonte de consulta: The 3 biggest mistakes millennials make with their money time and time again

    Até o próximo post.

    Geral

    6 coisas que as pessoas fracassadas fazem na virada do ano

    2 de Janeiro de 2017

    6 things unsuccessful people do in the New Year, post do Business Insider, relata através de especialistas, 6 coisas que as pessoas fracassadas fazem na virada do ano. Eles comentam os maiores erros que são cometidos nesta época de renovação.

    fireworks new year eve celebration

    Toda vez que vira o ano, para muitos, é um período de recomeço e de abocanhar oportunidades. Normalmente, espera-se melhorias para o ano seguinte, porém elas não vêm sem que se assuma uma posição ativa que as garanta.
    Confira abaixo quais são os maiores erros que as pessoas cometem na virada do ano e que podem levar ao fracasso por mais 365 dias:

    1) Ignorar conquistas

    Relembrar o que foi conquistado ao longo do ano é essencial para saber os caminhos que devem ser traçados no período seguinte, de acordo com Ryan Kahn, coach de carreira e criador do curso “Como Ser Contratado”.

    2) Esquecer de estabelecer metas

    Para o especialista, é importante pensar em metas de longo prazo e os passos que devem ser tomados ao longo do ano enquanto ele ainda não começou. Prepare-se para o sucesso.

    3) Deixar coisas inacabadas

    Pessoas fracassadas costumam deixar que o trabalho vire o ano junto com elas. O especialista afirma que é importante que o tempo das festas seja livre de preocupações.

    4) Manter-se conectado

    Sempre que conseguir evitar olhar a caixa de entrada do e-mail, faça isso, diz o coach.

    5) Negligenciar contatos

    Cultivar a rede profissional é importante mesmo neste período. “As festas são desculpas perfeitas para enviar cartões ou falar com pessoas com quem não tem tanto contato quanto gostaria”, diz Ryan.

    6) Deixar de agradecer

    A gratidão é essencial para a obtenção de sucesso e felicidade. “Reconheça como as outras pessoas o ajudaram ao longo do ano”, diz o coach. “Faça com que elas saibam que você aprecia o esforço”.

    Até mais e viva 2017!!!

    Geral

    LLX (Prumo) vai fechar o capital: mais um caso de “sucesso” do Eike!

    16 de dezembro de 2015

    Mais uma empresa e mais um sucesso, claro, pro bolso do criador da mesma, a qual foi vendida, mas até hoje não apresentou os resultados esperados pelos seus acionistas e mercado financeiro, ou seja, mais uma aposta em vão do Midas-X.

    Controladores da Prumo pretendem fazer OPA para fechar capital
    segunda-feira, 7 de dezembro de 2015 22:02 BRST

    RIO DE JANEIRO (Reuters) – Os controladores da Prumo Logística PRML3.SA pretendem realizar oferta pública de aquisição (OPA) de ações para cancelamento de registro de companhia aberta, em uma operação que pode movimentar mais de 800 milhões de reais.

    O preço máximo a ser ofertado é de 1,15 real por ação, disse a empresa em fato relevante nesta segunda-feira, o que representa um prêmio de 10,6 por cento sobre o fechamento do papel na Bovespa nesta segunda-feira, de 1,04 real.

    Considerando o preço máximo e as 713,165 milhões de ações em circulação da companhia, a operação pode movimentar até 820 milhões de reais. Segundo a Prumo, o preço máximo por ação representa um prêmio de 40 por cento sobre a média ponderada do preço de fechamento durante um período de 90 dias até 4 de dezembro.

    O grupo norte-americano EIG possui 74,3 por cento da companhia, enquanto o fundo de investimentos Mubalada, de Abu Dhabi, detém 6,7 por cento. Outros acionistas minoritários representam 19 por cento, de acordo com informações no site da companhia.

    O Conselho de Administração da Prumo também aprovou a eleição do José Magela Bernardes como diretor-presidente interino da companhia no lugar de Eduardo Parente Menezes, que deixou a empresa, disse a companhia.
    br.reuters.com/article/businessNews/idBRKBN0TQ2RL20151208

    Dilma: No meu governo até o Eike entrou na classe média

    Veja também:

    Até o próximo post.

    Geral

    Grandes investidores e estratégias vencedoras

    22 de setembro de 2013

    Existem alguns investidores que estão muito acima da média e suas estratégias vencedoras sempre costumam ser alvo de estudos por parte das pessoas no mercado financeiro.
    Segue o nome de alguns deles:
    – Benjamin Graham;
    – Warren Buffett;
    – Peter Lynch;
    – Sir John Templeton;
    – Steven Cohen;
    – James Harris Simons (mais conhecido como Jim Simons);
    – Kenneth Griffin;
    – George Soros;
    – Carl Icahn;
    – Jack Bogle.

    Para quem se interessar por mais detalhes das suas estratégias, leia:

    Leia também:

     

    Até o próximo post.