Pessoas explicam como conseguem poupar metade de seus salários
Geral

Pessoas explicam como conseguem poupar metade de seus salários

29 de dezembro de 2017

cofre-porquinho-na-praia

Poupar é o primeiro passo para manter a saúde financeira em dia. Quase unanimemente, especialistas indicam que pensar na reserva financeira é o primeiro passo no momento de receber o salário – antes mesmo de realizar qualquer pagamento.
Mas há pessoas que dominam a arte de poupar muito acima da média. Ao Marketwatch, três exemplos de “super-poupadores”, que conseguem guardar metade ou mais de seus salários todos os meses, dividiram suas dicas sobre como dar os primeiros passos. Confira:

1) Nunca recusar alimentação ou entretenimento grátis

Para Kaitlyn Tessmer, foi essencial calcular os gastos exaustivamente após a graduação, quando tinha dívidas estudantis de US$ 15 mil. Isso significou deixar de ir a bares, eventos, viagens e viver sem TV ou até mesmo internet em sua residência. Por outro lado, ela nunca recusava programações gratuitas, como assistir a um filme na casa dos amigos. “Tomava café da manhã, almoçava e jantava no trabalho, graças à cozinha equipada de minha empresa”, contou.

Desde o primeiro emprego, ela nunca deixou de guardar 50% de sua renda, e isso garantiu conforto mesmo no momento em que se viu demitida, no ano passado. Seu conselho principal é aprender a dizer não ao que custa dinheiro.

2) Analisar minuciosamente cada compra

Privar-se de tudo não é saudável, mas Krystel Calubayan, que guarda metade do salário há um ano, faz questão de analisar minimamente cada compra que cogita fazer para ter certeza que todas elas valem à pena. Até mesmo os pequenos valores passam por um raio-X – exemplo disso: ela usa Spotify familiar para pagar US$ 3 por mês em vez de US$ 10.

Para ela, é importante se manter forte: “guardar 50% não é a norma, então é muito fácil cair em tentação por influência de quem lhe cerca”.

3) Evitar más influências

Seguindo a mesma lógica, gastos luxuosos podem vir de maus exemplos. Para Rich e Eileen Carrey, foi importante não relacionar felicidade a coisas como

Até o próximo post.

No Comments

Leave a Reply

CAPTCHA *