Qual o custo do trabalho voluntário?
Geral

Qual o custo do trabalho voluntário?

17 de fevereiro de 2013

Muitas vezes na sede de ajudar o próximo a pessoa esquece de mensurar qual é o custo do seu trabalho voluntário, pois ele existe, ele está lá, e além de gastar seus recursos financeiros, também irá gastar o seu tempo, e como diz o ditado, tempo é dinheiro.

A pessoa irá gastar com transporte, comida, roupa, dinheiro diretamente, etc., além do tempo.

Outra coisa que não se pode esquecer é que este trabalho voluntário pode tomar a frente do seu trabalho principal, do seu negócio, ou seja, da sua fonte de renda. Além dele não te render nada, na maioria das vezes é apenas um passivo e não um ativo financeiro, este tipo de trabalho pode vir até a destruir a sua família, os seus relacionamentos e até trazer perdas maiores como a própria vida, por exemplo, trabalho voluntário numa zona de guerra.

E o que lhe motiva a continuar no trabalho voluntário, seja ele qual for? Será que o altruísmo já está completamente incutido no seu DNA? Você é um workaholic e sua busca por resultados é constante, mesmo que a atividade só lhe traga custos e nenhum rendimento?

Enfim, se um tipo de atividade voluntária qualquer além de aumentar os custos, começar a trazer problemas pessoais, talvez seja a hora de parar, dar um tempo, respirar e partir para outro tipo de trabalho como este em outro momento da vida. Pode não ser fácil executar este plano, quando já o faz há anos e já se tornou um hábito, uma virtude, ou até pior, quem sabe, não se tornou um vício.

Existem dois filmes muito bons sobre trabalho voluntário além fronteira que os citarei a seguir. Embora o trabalho voluntário não seja feito apenas em território estrangeiro, é possível fazê-lo também no seu bairro, cidade, estado, país, e mesmo de dentro da sua casa, com os diversos dispositivos e meios de comunicação no momento atual da humanidade.

Como se pode ver até mesmo para trabalhar voluntariamente é necessário ter estratégia e controle de risco.

Até o próximo post.

1 Comment

  • Reply Alda 23 de fevereiro de 2019 at 18:33

    Muito boa sua análise realista sobre o voluntariado. Estou desempregada, em dificuldades financeiras e recusei um convite para trabalho voluntário exatamente por estes motivos, visto que nem com a passagem de ônibus/metrô posso arcar. Admiro quem doa seu tempo e boa vontade porém, como para tudo na vida, é preciso estar no momento certo e com as condições adequadas.

  • Leave a Reply

    *

    code