Como filtrar informações – parte 4
Geral

Como filtrar informações – parte 4

16 de fevereiro de 2013

Afinal de contas o que pode levar alguém a todo o tempo fazer propaganda negativa contra uma empresa? Será motivação política? Será que nunca mais se recuperou depois de perdas monstros na empresa? Será que ficou com trauma de ter perdido muito ou todo seu dinheiro na empresa? O controle emocional foi totalmente abalado após perdas recentes ou antigas?
Será tudo isto junto?

E quem só fala bem de uma empresa, apenas foca nos pontos positivos, não vê nada de errado em seus números, desempenho, lucros, prejuízos, parceiros? Pode se confiar? Seria alguém que ficou mal comprado num ativo e agora faz propaganda sem parar, num claro exemplo de desespero, tentando empurrar o seu peixe para outrem?
Será tudo isto junto?

E quem é sempre imparcial, sempre neutro, sempre em cima do muro, nunca se posiciona, dá para se levar em conta tal tipo de opinião? Se este tal tipo nunca se envolve de fato, ele vai conhecer de fato o que fala, será isto possível?
Será tudo isto junto?

Enfim, são apenas questões para refletirmos na hora de filtrar as informações, seja ela de viés positivo, negativo ou neutro, que venham ou não confirmar nossas convicções. E aqui é preciso tomar muito cuidado com o viés de confirmação, ou seja, não filtrarmos apenas aquilo que queremos ler, ouvir e ver com o intuito de confirmar aquilo que supomos já ter toda certeza do mundo, e automaticamente descartar aquilo que não confirma tal convicção.

É preciso tomar muito cuidado nas decisões relativas ao mercado financeiro onde existem muitas armadilhas e algumas logo ali, dentro de nós mesmos.

Recomenda-se também ler:

Até o próximo post.

No Comments

Leave a Reply

*

code