Airbnb para gerar renda extra na crise financeira
Geral

Airbnb para gerar renda extra na crise financeira

30 de março de 2016

No país da foice, martelo e estrela(se apagando), o povo encontrou mais uma alternativa para escapar dos efeitos da forte recessão que assola o país há alguns anos. Os brasileiros que possuem imóveis parcialmente ou totalmente vagos durante parte do ano buscaram a plataforma do Airbnb para obter renda extra com a locação temporária de casas, apartamentos ou quartos ao longo do último ano de 2015, conforme entrevista ao portal Exame de Leonardo Tristão, presidente da empresa americana para o mercado brasileiro.

Airbnb

Ainda segundo dados da empresa, o crescimento nos últimos 12 meses no país foi de 109% na comparação ano sobre ano. O Airbnb começou as operações no Brasil em 2012. O presidente Tristão também ressalta que o número de hóspedes brasileiros na Copa de Mundo da Fifa, em 2014, foi pequeno em relação ao total, 6%, enquanto 120 mil estrangeiros utilizaram o app para encontrar um lugar para ficar ao acompanhar as partidas de futebol pelo país. Ele informa que mudaram a estratégia ao focar nos brasileiros e no mercado doméstico. Isto fez com que o número subisse para 53% no total de reservas de brasileiros no final do ano de 2015. O brasileiro começou a descobrir o Airbnb.

As pessoas costumam usar a plataforma da empresa para buscar locais mais populares. Entre os 5 destinos mais comuns, as praias paulistas aparecem três vezes. A lista é a seguinte, em ordem de popularidade: Rio de Janeiro, Ilhabela (SP), São Sebastião (SP), Florianópolis e Guarujá (SP). Tristão relatou que o viajante se voltou para o mercado doméstico, em função da desvalorização do real, fato que ajudou bastante o crescimento de usuários da plataforma no país. Como existem muitos anúncios Brasil afora, nos 27 Estados, foi possível democratizar um pouco o turismo. As pessoas conseguem se hospedar em qualquer ponto do país com um orçamento que cabe no bolso.

Para atender à demanda alta de reservas para os Jogos Olímpicos do Rio 2016, o presidente do Airbnb para o Brasil informou que não será necessária uma adequação tecnológica da plataforma digital, porém a empresa terá um escritório provisório na cidade.

Para garantir a qualidade do serviço, haver confiança tanto de quem aluga quanto de quem se hospeda em uma acomodação usando o Airbnb, a empresa aposta em um sistema de avaliação bilateral, assim como faz o serviço de caronas pagas Uber.

De acordo com o presidente da empresa, a reputação do hóspede pode afetar a capacidade dele de conseguir reservas. Se ele causou problemas em uma casa, o anfitrião pode não aceitá-lo. O mesmo vale para o anfitrião. A base do serviço é a reputação, porque ela gera confiança.

A companhia tem aplicativos para smartphones com sistemas Android e iOS, além de um site:
https://www.airbnb.com.br

Para quem gosta de viajar de forma econômica, vale a pena também conferir:

Os melhores cartões de crédito para acumular milhas

Programas de milhas: vale a pena participar?

Até o próximo post.

2 Comments

  • Reply Eles ganham até R$ 4,5 mil por mês no Airbnb 19 de fevereiro de 2018 at 13:34

    Eles ganham até R$ 4,5 mil por mês no Airbnb
    Anfitriões da plataforma da plataforma de aluguel de casas e apartamentos contam o que fazem para atrair hóspedes
    Por Marília Almeida access_time 19 fev 2018, 09h30 – Publicado em 19 fev 2018, 05h00

    https://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/eles-ganham-ate-r-6-mil-por-mes-no-airbnb/

  • Reply Vilmar 10 de fevereiro de 2017 at 17:29

    8 melhores aplicativos de segurança para o iPhone

    http://vilmarbro.com.br/8-melhores-aplicativos-de-seguranca-para-o-iphone

  • Leave a Reply

    CAPTCHA *