Vale a pena fazer hedge?
Geral

Vale a pena fazer hedge?

5 de março de 2013

Será que vale a pena fazer hedge da sua carteira de investimentos? Vale todo o custo e trabalho de se montar esta operação?
Você tem capital suficiente que justique todo este esforça, planejamento, estratégia e controle de risco?
Hedge quer dizer o que mesmo?

Hedge na mais do que uma proteção para os seus investimentos, uma forma de minimizar o risco, fazendo uma operação que tem correlação inversa com outra.
Um caso bem típico, que costuma ter bastante correlação é Bolsa x Dólar. Claro que isto não é regra, falamos de mercado, falamos de volatilidade, irracionalidade, riscos diversos, etc., mas costuma haver muito este tipo de relação entre estes dois ativos.

Grandes investidores e empresas costumam usar muito estratégias de hedge para mitigar riscos. Controlar o risco é essencial para sobreviver no mercado financeiro.
O pequeno investidor também consegue de certa forma fazer um hedge (proteção da sua carteira). Alguns exemplos a seguir para demonstrar como se expor menos ao risco através desta proteção.
Antes vamos um exemplo de uma suposta empresa fazendo hedge usando o mercado futuro para isto:
– Imagine uma empresa exportadora de milho a qual deseja fixar o preço de venda da tonelada no valor de mercado atual, de US$ 2.000,00 (valores fictícios, meramente ilustrativos);
– Conforme as análises do financeiro da empresa, essa operação vale a pena dado que possa ocorrer uma possível queda nos preços futuros do milho;
– Então a empresa lança um contrato futuro de venda de milho no preço de US$ 2.000,00. Quem for o comprador do contrato terá que pagar pelo milho no dia do vencimento o preço US$ 2.000,00, independente do preço do mercado nesse dia;

Não se faz possível prever o futuro do preço de qualquer mercadoria. A operação de hedge irá ajudar a mitigar este risco, embora tenha um custo para isto.

E como você pode utilizar o hedge em seus investimentos?

Existem diversas maneiras de fazer o hedge da sua carteira de investimentos. Como por exemplo usando o câmbio para se proteger das variações das suas aplicações em ações, bolsa de valores.
Já deve ter notado que geralmente quando a bolsa de valores cai, ativos como dólar, euro e ouro sobem bastante de preço. E um dos motivos para isto é a procura por liquidez e menor risco.
Acontece que quando investidores estrangeiros retiram seus euros e dólares do Brasil a oferta dessas moedas cai, criando uma maior escassez. Logo, o valor dessas moedas sobe em relação ao Real. É como se as moedas fossem um produto ou um ativo qualquer, se está em falta, seu preço sobe, se tem excesso, o seu preço cai.
O ativo ouro é um investimento que costuma sempre ser procurado em momentos de crise, pois representa o dinheiro em sua essência. Ele é um metal com valor intrínseco, com demanda real, além do mais não pode ser inflado por nenhum Banco Central.
Logo quando ativos de maior risco começam a cair, muitos investidores correm para investimentos de menor risco, com valor intrínseco, como o ouro.
Outra correlação que pode ser negativa seria a renda variável com renda fixa, e em ambas existem diversas variantes. Com taxa de juros alta, SELIC, a renda fixa fica mais atraente e bolsa de valores menos atraente. Com a SELIC baixa, seria o inverso.

Uma forma mais simples de proteção, principalmente para o pequeno investidor seria a venda coberta de opções de compra (call) de ativos que possua em carteira e tenham liquidez suficiente para esta operação no mercado de derivativos.
E para quem tem um carteira maior, também seria possível vender índice bovespa futuro e/ou alugar os ativos.

Enfim, são muitas formas possível de se proteger a carteira de investimentos. Aqui foi feito apenas um breve aparato, para quem se interessar pelo assunto buscar mais informações a respeito.
Abaixo seguem alguns links interessantes para estudo:

Até o próximo post.

2 Comments

  • Reply Vilmar 16 de fevereiro de 2017 at 19:25

    Investir em ouro é uma boa ideia?

    http://chegadeperderdinheiro.com.br/investir-em-ouro-e-uma-boa-ideia/

  • Reply Vilmar 24 de junho de 2015 at 16:09

    Hedge Com Contratos Futuros (parte 1)

    http://blog.bussoladoinvestidor.com.br/hedge-com-contratos-futuros/

  • Leave a Reply

    CAPTCHA *