Controlador da Refinaria Manguinhos entra na lista da Interpol e ação cai 13%
Geral

Controlador da Refinaria Manguinhos entra na lista da Interpol e ação cai 13%

27 de junho de 2016

O proprietário da Refinaria Manguinhos entra na lista da Interpol e o ativo desabou 13%. Fica sempre aquele alerta para os incautos que operam baseados em dicas quentes de fóruns, blogs, portais e analistas.

10h40: Refinaria Manguinhos (RPMG3, R$ 3,97, -9,57%)
As ações da Refinaria Manguinhos afundaram até 13,44%, a R$ 3,80, nesta manhã após notícias de que Ricardo Andrade Magro, dono do grupo que controla a Refinaria Manguinhos e uma rede de distribuidoras de combustíveis, é considerado foragido da Justiça e está na lista da Interpol, segundo informações do jornal O Globo. Ele comanda um dos maiores esquemas de sonegação fiscal do país, acreditam as autoridades que já o investigaram e por onde passou, deixou dívidas milionárias em tributos. Manteve conexões com o PMDB, o PT e o PCdoB, provavelmente em busca de blindagem. E agora aparece ligado a fraudes nos fundos de pensão de estatais.

A 5ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro autorizou a prisão do empresário, junto com outras seis pessoas, por desvio de R$ 90 milhões em recursos dos fundos de pensão Petros, da Petrobras, e Postalis, dos Correios, na aquisição de debêntures (títulos mobiliários) do Grupo Galileo. Dos sete, quatro ainda não foram presos. Dois deles, Ricardo Magro e Márcio André Mendes Costa, ambos do Galileo, tiveram os nomes lançados na difusão vermelha da Interpol por suspeita de estarem no exterior — Magro, nos Estados Unidos; e Márcio, em Portugal.
Mico Manguinhos despenca novamente na bolsa
m.infomoney.com.br/mercados/acoes-e-indices/noticia/5222542/petrobras-afunda-bancos-caem-dono-small-cap-entra-lista-interpol

Veja também:

Vale a pena comprar ações que custam centavos?

Até mais.

No Comments

Leave a Reply

CAPTCHA *