Entrevista com gerente de afiliados do site ApostasOnline.com
Geral

Entrevista com gerente de afiliados do site ApostasOnline.com

30 de abril de 2013

Entrevista feita com gerente de afiliados do ApostasOnline.com, Humberto Alves, em 29/04/2013 relativo ao assunto apostas no Brasil.
Confira:

 


DSD:
– Na sua opinião por que todos os tipos de jogo não são liberados no Brasil?

HA:
– Por que acredito que ainda não fizeram um estudo sério sobre as apostas online aqui no Brasil. Tanto que essa atividade, de fato, não é proibida pela internet, mas apenas presencialmente nos estabelecimentos físicos, onde há o incentivo aos jogos de azar. Suspeito dessa questão – de que ainda não fizeram um estudo – porque é um mercado de grande potencial, a sua regularização no Brasil teria recursos importantes. É o que justifica o Brasil está abdicando de um bolo tão grande assim.

Outra questão interessante, e que não podemos desprezar, é o ponto de vista político de tudo isso. As apostas online, assim como Bingo, Jogo do Bicho, entre outros; são assuntos delicados. O Brasileiro é muito conservador nesse aspecto, possui um certo preconceito intrínseco, é difícil mudar essa imagem da noite para o dia. O governo que legalizar as apostas pode sujar a sua imagem perante o eleitorado. É uma questão bastante sensível e certamente é uma preocupação que eles devem ter.

DSD:
– Por que apenas loterias federais, estaduais e corridas de cavalo são liberadas?

HA:
– Essa é uma boa pergunta. Provavelmente, são os mercados e jogos que a Caixa Econômica Federal tem mais know-how para operar, já dominam as operações e são bem sólidos nisso. Se analisar bem, os jogos de azar são legalizados no Brasil, mas são monopólio da Caixa Econômica Federal, as vezes a própria Mega Sena possui condições de custo/benefício (vamos chamar assim) que estão muito abaixo daquele apresentando pelo ApostasOnline.com, por exemplo. Mas, munidos de uma boa mídia e campanhas publicitárias, pode-se transformar um jogo de azar qualquer em uma manifestação da sorte: “Para a sorte, todo mundo é igual!”, “Mude de vida com a Mega da Virada” e por ai vai. O Marketing tem a capacidade de deixar tudo mais belo aos olhos do público.

DSD:
– Como ser um jogador de forma responsável, ou seja, não ficar viciado, desta forma não atrapalhar a vida pessoal e familiar?

HA:
– Penso que se a pessoa já apresenta sintomas de compulsividade, o ideal seja que ela nem mesmo inicie esse tipo de atividade. Tentar se concentrar em outras práticas, que tragam-lhe prazer sem nenhum dano pessoal ou material. A moderação tem que estar presente na maioria de nossas atitudes. Uma cerveja com os amigos é um momento único, extremamente prazeroso, porém, o excesso leva ao alcoolismo, são lados opostos de uma mesma moeda. O mesmo acontece com as apostas, feita com moderação, e na presença de quem se gosta, é capaz de tornar um jogo ou evento qualquer em algo muito divertido. Nós brincamos que apostar torna qualquer Sertãozinho x Noroeste em final de Copa do Mundo, e é verdade! Porém, o ideal é sempre dosar os valores apostados, tratá-lo como um dinheiro gasto em lazer, e não em investimento. É isso que pregamos no ApostasOnline.com e acredito que existem outros profissionais sérios em outros sites concorrentes que pensam o mesmo, vivemos em uma sociedade capitalista mas nem por isso podemos deixar o lado humano de lado.

DSD:
– Se o governo cobrasse impostos e liberasse o cassino, bingo, etc., não sobraria mais dinheiro para tratar os viciados em jogos? Qual a sua opinião a respeito?

HA:
– Penso que seria necessário um estudo sociológico para tomar essas conclusões. Analisar a fundo países que já possuem as apostas regularizadas e qual foi o comportamento dos índices de vício e os transtornos causados individualmente e coletivamente e, com isso, fazer então uma inferência ao caso brasileiro. Em outras palavras: analisar se os benefícios valeriam o preço social pago. Portanto, como não tenho acesso a essas informações e estudos nessas áreas, qualquer opinião minha seria mero achismo, passo a bola para os mais inteirados no assunto.

DSD:
– Jogar é apenas um entretenimento ou pode ser profissão como os jogadores de poker profissional ou não passa de ilusão, estes jogadores tem outras fontes de renda?

HA:
– Acredito realmente que seja possível! Assim como já existem vários espalhados pelo mundo a fora que tiram rendimentos contínuos dessa atividade, porém é preciso perceber algumas diferenças, o universo do Poker são as cartas, temos 52 cartas, em 4 naipes diferentes e 13 diferentes valores. Existe a parte psicológica do jogo? Claro, e muito, mas o universo de cartas é mensurável. Diferente de uma partida de futebol, por exemplo. Um jogo que envolve 11 jogadores para cada lado é carregado de subjetividades que talvez a matemática não consiga mensurar com precisão. Quem conseguir traduzir melhor isso para números, certamente conseguirá ter lucros a longo prazo.

DSD:
– Por que você montou o apostaonline.com ? Você também tem outros negócios? Nunca teve problemas com o governo?

HA:
– Eu não montei o ApostasOnline.com, sou apenas o gerente de afiliados do site =) , mas o ApostasOnline.com foi montado para atender um mercado pouco explorado e de grande potencial. Queremos trazer mais qualidade para o Brasil e mostrar um universo pouco conhecido que pode cair nas graças do povo, principalmente no país do futebol! Tem lugar melhor? 😉

Obs.:
DSD: DefendaSeuDinheiro
HA: Humberto Alves

Leia também:

 

Até o próximo post.

2 Comments

  • Reply No more golpes !!! 15 de agosto de 2017 at 14:45

    Homem é preso suspeito de chefiar grupo que aplica golpe da pirâmide na PB
    Homem foi ouvido, disse que também é vítima do golpe e apontou outros dois suspeitos.

    Por G1 Paraíba
    15/08/2017 12h14 Atualizado há 1 hora

    Homem é preso suspeito de chefiar grupo que aplica golpe da pirâmide na PB

    Um homem foi preso na manhã desta terça-feira (15) suspeito de ser o chefe de uma quadrilha que aplica uma nova modalidade do golpe da pirâmide financeira em João Pessoa. Segundo o delegado de defraudações, Lucas Sá, o homem já foi ouvido e diz que também é vítima do golpe, mas apontou outros dois suspeitos, que foram identificados e estão sendo procurados.

    Segundo Lucas Sá, a primeira vítima a procurar a polícia na Paraíba revelou que entregou um carro como garantia para ser incluído no esquema. A promessa era de que o retorno seria através de indicação de outras pessoas para entraram no esquema.

    Essa pessoa revelou que pelo menos 34 pessoas foram vítimas do golpe, todos eles estão em um grupo de aplicativo de troca de mensagens. O investimento médio era de R$ 20 mil e nenhuma delas recebeu nada de retorno.

    A polícia estima que o prejuízo das vítimas pode chegar a R$ 1 milhão, já que todos os valores investidos foram bloqueados pelos organizadores do esquema e depositados na conta do homem preso nesta terça-feira.

    O delegado pede que quem mais tiver sido vítima procure a Delegacia de Defraudações para oferecer mais informações sobre o golpe. “Tem pessoas que investiram R$ 20 mil, R$ 30 mil, venderam o carro que possuíam para poder entrar no esquema, mas até agora não receberam nada”, diz o delegado.
    Denúncia no Fantástico

    A prisão foi possível a partir da denúncia feita por vítimas, que tomaram conhecimento do esquema através de uma reportagem sobre o caso veiculada no Fantástico do domingo (13). A polícia investiga dois aplicativos que ofereciam lucros de até 30% ao mês com apostas em campeonatos esportivos na Bahia. Para a polícia, o esquema não passa de uma pirâmide financeira.

    Os dois aplicativos são apresentados como inovadores ao oferecerem dinheiro fácil com apostas em campeonatos de futebol. Para a polícia, as duas iniciativas são novas versões para a pirâmide financeira, formando uma grande rede de investidores e prometendo lucros. Através do aplicativo, as vítimas acompanhavam seus lucros, que aumentavam, mas os valores não podiam ser sacados. Algumas vítimas pararam de aplicar dinheiro quando percebiam o golpe.

    http://g1.globo.com/pb/paraiba/noticia/homem-e-preso-suspeito-de-chefiar-grupo-que-aplica-golpe-da-piramide-na-pb.ghtml

  • Reply Vilmar 13 de janeiro de 2014 at 00:38

    Como ganhar dinheiro com o programa de afiliados Hotwords

    http://www.comocriar.net.br/como-ganhar-dinheiro-com-o-programa-de-afiliados-hotwords

  • Leave a Reply

    CAPTCHA *