Desbancarize seus investimentos, mas e a TOV?
Geral

Desbancarize seus investimentos, mas e a TOV?

21 de janeiro de 2016

Atualmente existem muitas propagandas para desbancarizar os seus investimentos, ou seja, sair de um banco, geralmente de varejo e alocar seu capital numa corretora de valores. Será que os investidores que desbancarizaram e foram para a corretora TOV, a qual teve liquidação extra judicial decretada pelo BC, forçando os investidores a buscarem o MRP (BSM – BM&FBOVESPA Supervisão de Mercados – Mecanismo de Ressarcimento de Prejuízos) para reaver o dinheiro parado na conta corrente da corretora estão felizes por terem saído do banco?

tov-corretora-faliu-liquidacao-extra-judicial-bc-operacao-lavajato

Para quem tem pouco dinheiro, será que vale a pena trocar a segurança maior do FGC (Fundo Garantidor de Crédito) da qual dispõe os bancos, garantia esta bem maior do que a do MRP que cobre as corretoras? Quem tem muito dinheiro consegue bons rendimentos tanto em bancos como em corretoras, tanto faz, basta negociar. Agora quem for desbancarizar, evite de todas as formas deixar o dinheiro parado na conta da corretora. Assim que pingar o dinheiro, invista em algum ativo, pois a custódia passará a ser cuidada por outra entidade, por exemplo, se for ações, ficará na BM&FBOVESPA – Câmara de Ações – (antiga CBLC)

Até o próximo post.

5 Comments

  • Reply Vilmar 12 de maio de 2017 at 19:07

    A corretora desbancarizada se bancarizou!!
    Piada pronta!!
    Só no Brasil!!

    POR EQUIPE INFOMONEY EM ITAUUNIBANCO 12 MAI, 2017 07H36
    XP associa-se com Itaú e vende fatia minoritária por R$ 6,3 bi; veja íntegra do comunicado
    Pelo acordo, o Itaú Unibanco compromete-se a adquirir 49,9% das ações da XP após aprovações regulatórias, mais 12,5% em 2020 e 12,5% em 2022

    Ibovespa supera 68 mil pontos com lucro da Petrobras e otimismo com reforma da Previdência
    Candido Bracher substitui Setubal e assume comando do Itaú Unibanco
    XP Macro completa um ano de operação com ganho de 165% do CDI e dá origem a fundo de baixa volatilidade
    SÃO PAULO – A XP Investimentos anuncia associação com o Itaú Unibanco (ITUB4). Pelo acordo, os sócios continuam à frente da gestão da companhia de forma independente, com foco no crescimento do grupo e na melhoria contínua do serviço prestado a clientes e parceiros. Com a associação, a XP reforça sua solidez, tendo como sócio, o maior grupo financeiro privado do país.
    O acordo prevê ainda a independência operacional e livre competição entre as empresas; a manutenção da plataforma aberta e taxa zero; a preservação dos acordos comerciais com atuais parceiros e a valorização da profissão de agente autônomo de investimentos.

    “Esta associação só foi possível porque o Itaú Unibanco entendeu nossos princípios e valores, concordando com condições fundamentais para o acordo”, afirma Guilherme Benchimol, presidente do Grupo XP. “Estamos confiantes nesta parceria, construída a partir do entendimento mútuo de que podemos fortalecer ainda mais a nossa empresa”, conclui o executivo e sócio fundador.

    “A XP vem fazendo um trabalho inovador no mercado de investimentos. Com essa associação, vamos garantir a continuidade do modelo de negócio da XP com total independência de gestão e, assim, contribuir para o crescimento da empresa e geração de valor ao acionista”, afirma Candido Bracher, Presidente do Itaú Unibanco.

    Pelo acordo, o Itaú Unibanco compromete-se a adquirir 49,9% das ações da XP após aprovações regulatórias, mais 12,5% em 2020 e 12,5% em 2022, permitindo assim, a saída do fundo de private equity, General Atlantic e da gestora Dynamo. Mesmo após a conclusão das compras, o controle da companhia continuará com os atuais acionistas da XP, com 50,1% das ações com direito a voto. O valor atribuído a 100% do capital social total da XP é de R$ 12 bilhões.

    O acordo celebrado entre as partes prevê pagamento de R$ 5,7 bilhões aos acionistas da General Atlantic LLC e do fundo Dyna III por suas ações na corretora. Adicionalmente, o Itaú Unibanco fará aporte de R$ 600 milhões na XP, totalizando assim um valor de R$ 6,3 bilhões.

    Como é de praxe neste tipo de associação, existem opções (mas não obrigações) de compra e venda entre as partes. No entanto, a visão do projeto e o entendimento dos controladores é que está se iniciando uma relação de longo prazo.

    “Esta parceria muito nos orgulha e traz ainda mais credibilidade e solidez para o nosso grupo. Temos certeza de que a nossa história está só começando e que o sonho de transformar a XP na maior e melhor empresa de investimentos do Brasil ficou ainda mais próximo,” diz Benchimol.

    A aquisição da participação minoritária está sujeita, entre outras condições, à aprovação dos órgãos reguladores.

    XP Investimentos
    http://www.infomoney.com.br/itauunibanco/noticia/6456280/associa-com-itau-vende-fatia-minoritaria-por-veja-integra-comunicado

  • Reply Vilmar 13 de fevereiro de 2017 at 20:11

    Seu Dinheiro: É melhor investir em LCI e LCA em banco ou corretora?

    http://chegadeperderdinheiro.com.br/investir-em-lci-de-banco-ou-de-corretora

  • Reply Vilmar 24 de janeiro de 2017 at 19:00

    NEGÓCIOS
    Hackers roubaram dados de 29 mil clientes da XP Investimentos

    http://exame.abril.com.br/negocios/hackers-roubaram-dados-de-29-mil-clientes-da-xp-diz-jornal

  • Reply Vilmar 18 de abril de 2016 at 15:24

    Investidor que tinha saldo na TOV recebe dinheiro após liquidação; “suei frio”

    http://www.infomoney.com.br/onde-investir/acoes/noticia/4586137/investidor-que-tinha-saldo-tov-recebe-dinheiro-apos-liquidacao-suei

  • Leave a Reply

    CAPTCHA *