‘GOLPE’ Articles at Defenda Seu Dinheiro, Page 6

Browsing Tag: GOLPE

    Convidados, Geral

    Defenda o seu Bitcoin – A verdadeira história do MercadoBitcoin

    28 de novembro de 2013

    Em abril de 2013, MercadoBitcoin sofreu um problema de segurança, que permitiu que um hacker roubasse todos os bitcoins que eles possuiam, forçando o MercadoBitcoin a interromper suas atividades por 3 meses, para a reformulação da plataforma deles, para depois darem a volta por cima em um retorno mais do que triunfal, pois eles não só recuperaram todos os bitcoins que haviam sido roubados, bem como reabriram as negociações com um volume 3 vezes maior do que o de antes.

    Uma história brilhante, um empresário bem sucedido que nunca havia feito uma única empresa na vida, na verdade um gênio chamado Sr. Leandro Mariano César. O fundador do MercadoBitcoin.

    O que poucas pessoas sabem é como Leandro Cesar conseguiu recuperar os 500 bitcoins roubados em um curtissimo período de apenas 3 meses.

    Segundo o Leandro, o MercadoBitcoin recebeu um investimento de Rodrigo Batista e outro investidor.

    A pergunta é: Porque os investidores iriam colocar tamanho esforço para recuperar uma bolsa cujo não tinha mais credibilidade ao invés de abrir outra bolsa? O que realmente aconteceu?

    Para explicar isso, temos de voltar um pouco no tempo para ver as outras atividades do senhor Leandro César, entre elas o BitcoinRain, mais conhecido como Chuva de Bitcoins.

    E o que é o BitcoinRain?

    Entre outubro de 2011 até abril de 2013, Leandro Cesar criou um esquema chamado http://bitcoinrain.com , também conhecido como ” Fazendo chover bitcoins “, que pode ser visto em detalhes neste post, https://bitcointalk.org/index.php?topic=46750.0;all ).

    Em suma, Leandro César prometia um retorno de no mínimo 9% por mês nos bitcoins investidos, e na média 12% ao mês

    Considerando os 12% ao mês, uma pessoa que investisse 1 bitcoin na abertura do fundo dele, em Outubro de 2011, teria em Março de 2013 a quantia de 6 bitcoins.

    E todo este retorno impressionante realizando arbitragem internacional de bitcoins, que na verdade são operações extremamente competitivas, e de baixissimo retorno, insuficiente para pagar as taxas de juros que ele estava pagando.

    Ele conseguiu atrair mais de 300 investidores, que depositaram com ele mais de 15 mil bitcoins, que podem ser vistos neste endereço, https://blockchain.info/pt/address/1FuiZdyNvJPy5pPdJMSNSoUhme3D6FmPpp .

    E o que aconteceu?

    No final de Março de 2013, o Bitcoin deu uma subida muito rápida, e alguns investidores resolveram sacar o valor investido. Um destes investidores, identificado como ThiagoCMC, solicitou o resgate de 1200 bitcoins do total de 2260 bitcoins que ele havia investido.

    Pelas regras do esquema de chuva de bitcoins, o Leandro teria 3 dias para efetuar o saque dos bitcoins, mas durante estes 3 dias, o Leandro decidiu implementar um recurso “redeem code” para a MtGox, mesmo ele tendo sido alertado por membros do forum que a MtGox iria desabilitar este mecanismo duas semanas depois.

    Passados os 3 dias, o Leandro fechou o MercadoBitcoin e o BitcoinRain alegando que houve uma invasão no sistema através da funcionalidade de redeem code, invasão essa que permitiu que o hacker pudesse roubar os bitcoins.

    O mais curioso, é que quando o MercadoBitcoin voltou ao mercado, ele voltou com força total, com um volume muito maior que o anterior, e não só isso, vendendo bitcoins a um valor inferior ao valor cobrado nos EUA. Basta olhar os gráficos no bitcoincharts http://bitcoincharts.com/charts/mrcdBRL#rg360ztgSzm1g10zm2g25zv .

    Comentários?

    mercado bitcoin

    Geral

    Cuidado com golpe da pirâmide financeira !!!

    17 de setembro de 2013

    Hoje saiu uma ótima reportagem no programa Mais Você sobre um golpe que voltou à moda: Pirâmide Financeira. É um esquema feito para ganhar dinheiro, mas é uma ação ilícita.
    Este esquema fraudulento funciona assim: alguém recebe um convite para investir determinado valor, porém para participar, tem que convidar alguns amigos, colegas e conhecidos para entrar neste “investimento”. O grande problema é que o número de investimentos se multiplica de tal forma, que só lucra os que entraram no começo da pirâmide, o resto das pessoas acabam ficando no prejuízo, na maioria das vezes irreparável. Infelizmente, esta ação tem sido muito comum no Brasil, embora as autoridades venham atuando para combater este tipo de golpe financeiro. Para que você não caia neste tipo de armadilha é preciso estar atento. Não perca dinheiro, fuja da ganância e desinformação!

    Confira a reportagem clicando no link abaixo:

    Crime com prejuízos irrecuperáveis: não caia no conto da pirâmide financeira
    Mais Você mostra o esquema de propostas para ganhar dinheiro fácil
    17/09/2013 às 08h35 Atualizado em 17/09/2013 às 09h46

    Vale a pena destacar este trecho da matéria acima:
    “ATENÇÃO: A pirâmide financeira é crime contra a economia popular, contra o consumidor, é propaganda enganosa e lavagem de dinheiro. Para quem participa como vítima, o prejuízo pode ser grande e irrecuperável! “Muitas vezes a pessoa não consegue localizar onde foi parar seu dinheiro, até porque a ponta da pirâmide está muito distante. Então você pode até reclamar, mas fica difícil resgatar o seu recurso”, explica o advogado.”

    Leiam também:

    Até o próximo post.

    Filmes

    Justiça vê indícios de pirâmide na TelexFree e determina investigação

    1 de julho de 2013

    Mais uma ótima reportagem sobre o TelexFree, pirâmide financeira, foi ao ar ontem no Fantástico da Rede Globo.
    Para conferir a reportagem, texto e vídeo, clique no link abaixo:

    Edição do dia 30/06/2013
    30/06/2013 22h43 – Atualizado em 30/06/2013 22h43
    Justiça vê indícios de pirâmide na TelexFree e determina investigação
    A empresa já estava com suas atividades suspensas por determinação da Justiça do Acre. Mas os diretores da companhia dizem que vão provar que trabalham dentro da lei.

    Leia também:

    Até o próximo post.

    Geral

    A armadilha dos micos

    1 de março de 2013

    Qual a explicação para tantas pessoas caírem nesta armadilha dos micos (ativos de empresas ruins, em má situação financeira, jurídica, que não dão lucros, só dão prejuízos, estão falidas ou a beira da falência, liquidez pífia, etc…) ?
    Não se vê outra resposta que não seja ganância desenfreada aliada à desinformação. Os incautos na sede de fazer dinheiro rápido são vítimas fáceis para alimentar este ciclo vicioso. Compram ativos ruins na base da “dica quente”, de vez em quando dão sorte e saem com bom lucro antes da festa acabar, mas na maioria das vezes ficam agarrados ao mico na ilusão de que um dia voltará naquele preço absurdo, alto, surreal, que pagaram após valorizações estratosféricas.

    A dor seria muito menor se operassem ativos com data de vencimento prévia como contratos futuros, opções, commodities, termo, etc..

    E não só na bolsa de valores vemos estes casos de investidores sendo lesados. Vários golpes/fraudes já ocorreram como por exemplo boi gordo, avestruz master, bolsa do rio, Enrol, Encol, pirâmides diversas (Madoff, “Madoff Mineiro”, etc…).
    A tática dos fraudadores sempre é a mesma, eles te fazem pensar que está tendo vantagem, que você vai ganhar e ele vai perder.
    Quem assistiu o seriado Lost, personagem Sawyer, cansou de ver isto em seus flashbacks.

    Tem um ditado que diz: “Todo dia saem de casa um trouxa e um esperto. Fatalmente eles vão se encontrar e farão negócio”. Se não era exatamente estes os dizeres, era algo por aí, fica parafraseado então.

    Alguns casos de micos na bolsa de valores são emblemáticos como o da Laep (MILK11) e Mundial (MNDL3, na época da armadilha tinha também o ativo MNDL4).

    A Laep foi “matando” aos poucos a esperança dos investidores de que um dia o ativo voltaria ao preço pago ou até mesmo venderiam com lucro. E teve vários agrupamentos desta ação, na tentativa do controlador diminuir a liquidez do ativo, assim reduzir as quedas na cotação e diminuir o ataque especulativo na venda.
    Até associação de minoritários lesados pelas perdas com a ação criaram.

    A Mundial teve até gente grande sendo investigada, como corretora de valores, saiu muita reportagem na época e até hoje saem algumas. Virou caso de polícia. Assim como na Laep e em outros ativos com características de mico, este ativo subiu muito em curto espaço de tempo.
    Só que a Mundial não deixou os pequenos investidores sofrendo muito tempo, a queda foi vertiginosa, de alguns reais que subiu em meses, ela voltou em poucos dias para casa de centavos. Inclusive faltou ativo para alugar e operar vendido, tamanho foi o ataque especulativo na venda.
    Na época saiu até vídeos sobre o assunto no youtube feitos pelo Bastter. Será citado links para ver vídeos no final deste post.

    Sempre vale lembrar, ninguém obriga você a apertar a boleta de compra e/ou de venda. O único e exclusivo responsável pelo seu sucesso é você mesmo.

    Enfim, este é assunto muito debatido, principalmente na internet, onde você encontrá muita informação útil para não cair nesta cilada.
    Quem for especular nestes ativos tem que saber o que está fazendo. Os pontos de entrada e saída tem que ser muito claro. A estratégia e controle de risco tem que ser apurados para que depois não fiquem chorando o leite derramado, fazendo protesto, colocando a culpa em Deus e no mundo por que você se equivocou e perdeu dinheiro.
    Os órgãos competentes do Brasil e de outros países até investigam e tentam coibir estes tipos de fraudes para proteger os investidores, mas os fraudadores estão sempre inovando, criando novos métodos e buscando sair um passo a frente deles.

    macaco_prego_g

    Recomenda-se ver também:

    Até o próximo post.