‘Preço’ Articles at Defenda Seu Dinheiro

Browsing Tag: preço

    Geral

    Black Friday – Como escapar das maquiagens nos preços?

    3 de novembro de 2017

    A diferença de calendário e de tributação tornam a Black Friday brasileira menos vantajosa do que a norte-americana . Está faltando apenas 4 semanas para a Black Friday 2017, a Senacon (Secretaria Nacional do Consumidor ) faz um alerta aos consumidores para que pesquisem, desde já, os preços dos produtos que pretendem comprar no próximo dia 24 de novembro. Nos anos anteriores foram constatadas maquiagens de preços.

    Para o secretário nacional do Consumidor, Arthur Rollo, “mesmo com o monitoramento de preços que vem sendo realizado pelos Procons de todo Brasil, maquiagens de preços podem ocorrer também neste ano”. Por isso, recomenda-se evitar compras por impulso e realizar pesquisa ampla.

    “Somente pesquisando antes é que o consumidor saberá se a compra vale realmente a pena”, ressalta. Para Rollo, quanto maior a antecedência e mais ampla for a pesquisa, maior será a chance do consumidor fazer boas compras.

    “O consumidor deve limitar suas compras apenas àquilo que realmente precisa, evitando compras por impulso que possam levar ao superendividamento”, pontua Ana Carolina Caram, diretora do Departamento de Defesa do Consumidor (DPDC).

    Diferenças entre Brasil e Estados Unidos

    A diferença de calendário e de tributação tornam a Black Friday brasileira menos vantajosa do que a norte-americana. “Lá o feriado mais importante é o Thanksgiving Day, que antecede a Black Friday, ocasião em que lojistas renovam seus estoques para o Natal.

    Aqui, o feriado mais importante é o próprio Natal. A compra antecipada de presentes em novembro pode, segundo Rollo, inviabilizar a troca pelo presenteado, já que, “quando facultada, a troca só é possível após 30 dias da aquisição”, avisa.

    Outra coisa a que o consumidor deve ficar atento é que, antes do Natal, quando a demanda dos consumidores e a expectativa de vendas dos lojistas estão altas, a tendência não é a concessão de descontos e nem a liquidação dos estoques.

    Dicas para comprar na Black Friday

    1) Toda a vez que você compra pela internet, tem sete dias para se arrepender, contados da efetiva entrega do produto, independentemente do motivo. Se após comprar o produto você constatar que seu preço não valeu a pena, pode se arrepender, comunicando o fornecedor, preferencialmente por carta, com aviso de recebimento. Nesse caso nenhum valor poderá ser descontado daquilo que você pagou;

    2) Não compre produtos lançados na Black Friday. Tratando-se de produto de lançamento, você não tem meios de aferir se realmente algum desconto está sendo concedido e se ele vale a pena;

    3) Compre apenas aquilo que você precisa e que conseguirá pagar. Em hipótese alguma contrate crédito para realizar suas compras e nunca entre no limite do cheque especial ou no crédito rotativo do cartão.

    Principais reclamações

    O Sindec (Sistema Nacional de Dados de Defesa do Consumidor) observa que, em regra, o período da Black Friday reproduz os mesmos e mais recorrentes problemas que ocorrem no comércio eletrônico.

    Olhe a lista dos itens com mais reclamações:

    Olhe a lista dos itens com os principais problemas:

    Até o próximo post.

    Filmes, Frases

    Qual o preço da sua felicidade ?

    9 de Março de 2016

    Conforme o Temacast o conceito da palavra Felicidade na Grécia antiga era algo concedido pelos deuses para os homens, ou seja, era concedido, poderia ser tirado, nada mais do que algo ligado ao próprio destino. Os principais filósofos gregos mais antigos achavam que a Felicidade era uma medida da sorte de uma pessoa desde seu nascimento até a sua morte, desta forma não se podia dizer que uma pessoa era feliz antes que ela morresse.

    Na era do livre comércio, a ciência da Propaganda fez com que a Felicidade tivesse um preço e os magos do marketing farão de tudo para vendê-la a você, o tal do CONSUMISMO. Nada contra o comércio, porém quem está comprando algo precisa saber o que está levando para casa, ter ciência, pois vai doer no bolso quando a emoção falar mais alto do que a razão.

    Vale a pena conferir:

    Vídeo documentário: PROPAGANDA

    Temacast #09 – Felicidade
    Vitrine Felicidade

    São belas reflexões e belos alertas para não quebrar em busca da “felicidade”.

    “Se você pudesse vender a sua experiência pelo preço que ela lhe custou, ficaria rico.”
    J. P. Morgan

    Até mais.

    Geral

    Produtos orgânicos pelo preço do produtor

    18 de dezembro de 2015

    O Instituto Chão tem uma loja na Vila Madalena que chama atenção de quem passa, pois o movimento por ali é grande devido ao espaço vender alimentos orgânicos pelo preço que foi comprado do produtor ou da distribuidora.

    Lá é possível encontrar alface orgânica por cerca de R$1,50, ao passo que os comércios normais chegam a cobrar R$4 pelo mesmo itens. Conforme os sócios, a ideia não é dar lucro, mas sim fazer com que a população tem acesso mais fácil aos produtos orgânicos e com isto ter uma alimentação mais saudável.

    Leia mais a seguir:

    divulgação/Instituto Chão
    Instituto vende orgânicos pelo preço do produtor

    Veja também:

    É barato ser vegetariano?

    Até o próximo post.

    Geral

    Quanto custa manter um animal de estimação ?

    1 de Fevereiro de 2013

    Pode não parecer, mas tem pessoas que não se atentam que além do tempo gasto para cuidar dos animais de estimação, eles também terão custos financeiros para mantê-los.

    Quanto mais complexo o tipo de animal e mais raro, mais custos terão na aquisição e cuidados. Animais mais populares como cachorros, gatos, aves, mesmo peixes, ainda é possível se adquirir sem custo algum em feiras de doação de animais, assim como em sites especializados.

    Os maiores custos após a aquisição do animal serão com comida, produtos para limpeza ou pagar um empresa especializada para isto, veterinário, vacinas e remédios(estes só costumam ter um custo maior inicial enquanto se é filhote, pois se for bem cuidado, no geral, serão gasto pouco com isto no transcorrer dos anos), conserto de móveis e equipamentos (dependendo do tipo de animal, se não foi bem treinado enquanto filhote, isto pode ocorrer, assim como um acidente como quebra de um grande aquário), equipamentos e acessórios(os custos também costumam ser maior no começo da criação).
    Alguns sites para doação de animais serão citados no final do post.

    É bem complicado se colocar números para expor todos os custos de se ter um pet (animal de estimação), mas alguns tentam fazer isto. A quem interessar, seguem um artigo bem interessante e polêmico sobre o assunto:
    Custo para ter cachorro chega a R$ 30 mil

    Isto é algo mais do que importante: não se esquecer que os pets nos dão muitas alegrias, mas não podemos esquecer de mensurar os custos.

    No nosso caso, temos 4 animais de estimação, mais 2 aquários, e sabemos muito bem os custos que temos mensalmente. Ressaltamos que apesar de tudo é compensador o esforço e gastos para tratá-los, claro, que somos amantes e admiradores dos animais, e temos consciência disto, e escolhemos este hobby, assim como poderíamos ter escolhido outros, aliás, temos outros também, tudo dentro do planejado.

    Lista de alguns sites para doação de animais:

    Até o próximo post.