‘PMDB’ Articles at Defenda Seu Dinheiro

Browsing Tag: PMDB

    Convidados

    Série Netflix: O Mecanismo

    29 de março de 2018

    O mecanismo: atuação de Selton Mello, que interpreta o delegado da Polícia Federal Marco Ruffo, foi avaliada de forma quase unânime como letárgica e sussurrante

    Um dos assuntos mais comentados dos últimos dias foi o lançamento da série da Netflix O Mecanismo sobre a corrupção brasileira que vem tirando dinheiro pago pelo contribuinte em impostos e drenado para os bolsos dos larápios. O seriado é produzido por José Padilha (diretor dos dois Tropa de Elite), o programa traz de forma fictícia os eventos do início da Operação Lava Jato, com Selton Mello como protagonista. No último fim de semana, a ex-presidente Dilma Rousseff criticou a série, dizendo que ela é mentirosa, principalmente por um momento em que coloca uma frase dita por Romero Jucá na boca de Lula.

    Com apenas 8 episódios de cerca de 40 minutos cada, a série é rápida de ser vista e o feriado pode ser uma grande oportunidade para aproveitar. Ignorando as polêmicas, a série em si tem muitos problemas e está longe de ser uma produção de grande qualidade, mas merece ser vista, seja para ver um pouco do momento que passamos no Brasil hoje, mas também para ficar por dentro de toda a polêmica gerada.

    Não deixe de ler a crítica completa clicando no link a seguir:

    O Mecanismo: entenda a polêmica que envolve a série da Netflix sobre a Operação Lava-Jato

    Até mais.

    Geral

    Aposentadoria: 5 passos para deixar de trabalhar por obrigação

    14 de julho de 2017

    5-passos-para-deixar-de-trabalhar-por-obrigacao

    Educador financeiro dá orientações para quem busca, no futuro, a possibilidade de parar de trabalhar por necessidade financeira

    O fim da aposentadoria

    Com a sanção da reforma trabalhista pelo presidente Michel Temer, mais trabalhadores têm demonstrado preocupação em formar um colchão que garanta uma aposentadoria no futuro sem a necessidade de reduzir seu padrão de vida atual.

    Reinaldo Domingos, educador financeiro e presidente da Abefin (Associação Brasileira de Educadores Financeiros) dá orientações para quem busca, no futuro, a possibilidade de parar de trabalhar por necessidade financeira.

    1. Conheça o número da sua independência financeira

    Defina com quantos anos deseja se aposentar e qual padrão de vida quer ter neste momento, chegando a um número mensal. Considere as despesas, as atividades e os sonhos que deseja conquistar no período.

    Entenda que você precisa acumular um capital que renda o dobro do que deseja ter mensalmente. Por exemplo: caso deseje obter dessa aposentadoria privada R$ 2 mil por mês, seus investimentos precisarão render R$ 4 mil por mês. Assim, você saca metade e deixa a outra metade rendendo, para que o dinheiro se recapitalize e se preserve.

    2. Corte gastos

    Caso tenha dificuldades para poupar mensalmente, corte gastos. Faça um diagnóstico financeiro por 30 dias, anotando todas as suas despesas, separando por categorias como alimentação, transporte, vestuário, educação, guloseimas, etc.

    Dessa forma, você reconhecerá seu comportamento financeiro e saberá quais hábitos pode mudar para diminuir ou eliminar despesas e conseguir poupar para deixar de trabalhar por obrigação.

    3. Poupe mensalmente

    Poucas pessoas têm o hábito de poupar mensalmente, especialmente para sonhos de longo prazo, como o da independência financeira. Para não perder o ritmo, tenha seu objetivo sempre em mente: ele irá te mover e motivar.

    Além do sonho de longo prazo, tenha também outros de médio e curto prazo, a serem realizados mais rapidamente. Neste caso, faça poupanças diferentes.

    4. Preserve rendas extras


    Resgate de contas inativas do FGTS, restituição do imposto de renda, 13º salário, Participação nos Lucros e Resultados (PLR), aumentos salariais, bônus, comissões, rendimento das aplicações financeiras, etc. Você pode direcionar todas as rendas extras para adiantar o sonho da independência financeira.

    5. Invista no fundo mais adequado

    Invista os valores – tanto de rendas extras quanto o poupado mensalmente para a independência financeira – em fundos adequados para sonhos de longo prazo, como previdência privada e títulos do Tesouro Direto.

    Como essa é uma reserva muito importante, fruto de anos de trabalho, caso queira diversificar e investir em ações, por exemplo, é aconselhável destinar apenas cerca de 10% para essa modalidade, considerando o alto risco da aplicação.

    Até o próximo post.

    Geral

    Hypermarcas desvaloriza após delação premiada e micocap despenca até 19% após plano de recuperação cancelado

    28 de junho de 2016

    A Polícia Federal continua derrubando os ativos na bolsa de valores, claro que somente daqueles que ocupam as páginas policiais dos noticiários. A limpeza da corrupção segue a pleno vapor. Quem sabe um dia o Brasil não vire um país.

    10h56: Hypermarcas (HYPE3, R$ 27,37, -3,46%)
    O ex-diretor de Relações Institucionais do Grupo Hypermarcas, Nelson Mello, afirmou em delação premiada que pagou R$ 30 milhões a dois lobistas para que eles repassassem a propina para senadores do PMDB, entre eles o presidente do Congresso, Renan Calheiros (AL), Romero Jucá (RR) e Eduardo Braga (AM). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Em comunicado enviado à CVM (Comissão de Valores Mobiliários), a Hypermarcas afirmou que não teve nenhum benefício dos atos praticados pelo executivo. “Após a saída do ex-executivo, a Companhia contratou assessores externos renomados para conduzirem uma auditoria, já finalizada, que concluiu que o Sr. Mello autorizou, por iniciativa própria, despesas sem as devidas comprovações das prestações de serviços”, diz a nota.

    10h44: Lupatech (LUPA3, R$ 1,56, -19,17%)
    A Lupatech ameniza as perdas, que chegaram a 19,17% na mínima do dia, após informar que a 2ª Câmara Reservada de Direito Empresarial do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo deu provimento a dois agravos de instrumento interpostos por credores do Grupo Lupatech no sentido de anular a decisão homologatória do plano de recuperação judicial do Grupo Lupatech, proferida pelo D. Juízo da 1ª Vara de Falências, Recuperações Judiciais e Conflitos Relacionadas à Arbitragem da Comarca de São Paulo.

    Em comunicado, a companhia informou que aguarda a disponibilização da íntegra das decisões tomadas pelos Desembargadores componentes da 2ª Câmara Reservada de Direito Empresarial, e disse que tomará as medidas cabíveis para fazer valer a vontade da maioria dos seus credores reunidos em assembleia.

    Mico cap Lupatech despenca na bolsa com recuperação judicial anulada
    infomoney.com.br/mercados/acoes-e-indices/noticia/5227784/hypermarcas-cai-apos-delacao-small-cap-desaba-ate-com-plano

    Veja também:

    Como funciona a Recuperação Judicial?

    Até o próximo post.

    Geral

    Controlador da Refinaria Manguinhos entra na lista da Interpol e ação cai 13%

    27 de junho de 2016

    O proprietário da Refinaria Manguinhos entra na lista da Interpol e o ativo desabou 13%. Fica sempre aquele alerta para os incautos que operam baseados em dicas quentes de fóruns, blogs, portais e analistas.

    10h40: Refinaria Manguinhos (RPMG3, R$ 3,97, -9,57%)
    As ações da Refinaria Manguinhos afundaram até 13,44%, a R$ 3,80, nesta manhã após notícias de que Ricardo Andrade Magro, dono do grupo que controla a Refinaria Manguinhos e uma rede de distribuidoras de combustíveis, é considerado foragido da Justiça e está na lista da Interpol, segundo informações do jornal O Globo. Ele comanda um dos maiores esquemas de sonegação fiscal do país, acreditam as autoridades que já o investigaram e por onde passou, deixou dívidas milionárias em tributos. Manteve conexões com o PMDB, o PT e o PCdoB, provavelmente em busca de blindagem. E agora aparece ligado a fraudes nos fundos de pensão de estatais.

    A 5ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro autorizou a prisão do empresário, junto com outras seis pessoas, por desvio de R$ 90 milhões em recursos dos fundos de pensão Petros, da Petrobras, e Postalis, dos Correios, na aquisição de debêntures (títulos mobiliários) do Grupo Galileo. Dos sete, quatro ainda não foram presos. Dois deles, Ricardo Magro e Márcio André Mendes Costa, ambos do Galileo, tiveram os nomes lançados na difusão vermelha da Interpol por suspeita de estarem no exterior — Magro, nos Estados Unidos; e Márcio, em Portugal.
    Mico Manguinhos despenca novamente na bolsa
    m.infomoney.com.br/mercados/acoes-e-indices/noticia/5222542/petrobras-afunda-bancos-caem-dono-small-cap-entra-lista-interpol

    Veja também:

    Vale a pena comprar ações que custam centavos?

    Até mais.

    Geral

    Vende-se Petrobras

    2 de março de 2016

    E aí, você vai comprar?

    Depois dos sucessivos escândalos de corrupção, a maior empresa do Brasil, maior geradora de empregos diretos e indireitos, maior geradora de inovação e tecnologia, o maior orgulho dos brasileiros, até um passado não tão, tão, tão distante, colocou uma placa de VENDE-SE em seus ativos, tudo visando não quebrar.

    shrek-far-far-away

    A mais recente novidade é a Venda de Campos Terrestres, conforme Fato Relevante da Petrobras soltado hoje:

    Venda de Campos Terrestres

    Rio de Janeiro, 02 de março de 2016 – Petróleo Brasileiro S.A. – Petrobras, informa que sua Diretoria Executiva aprovou o início do processo de cessão dos direitos de exploração, desenvolvimento e produção de petróleo e gás natural de um conjunto de campos terrestres, assim como a venda dos ativos relacionados a essas concessões.

    Esta iniciativa, que faz parte do Plano de Desinvestimento da Petrobras, será realizada através de processo competitivo.

    Fatos julgados relevantes sobre este tema serão tempestivamente comunicados ao mercado.

    Então, você acionista ou futuro acionista, também conhecido como shareholder, vai vender ou comprar Petrobras (PETR4, PETR3) ?

    O DefendaSeuDinheiro deseja todo o sucesso na sua decisão, incluso aquele que escolheu investir o FGTS nos ativos da empresa…cry - choro - chororo

    Até mais.

    Geral

    Desempregado: dicas para manter o orçamento de casa em dia

    25 de fevereiro de 2016

    O site AcreAlerta, sim, ele existe e foi um dos primeiros a alertar sobre dos diversos esquemas de pirâmides que inundaram o Brasil, entre eles o sublime Telexfree, ou seja, é um portal totalmente altruísta e voltado para ajudar os cidadãos a não caírem numa cilada ou sair de uma situação difícil.

    Bem, voltando ao assunto desemprego, algo mais do que comum hoje em dia com esta forte crise financeira criada pelos nossos desgovernantes nos últimos 13 anos, pense na seguinte situação, ficou desempregado hoje, por quanto tempo conseguiria manter sua vida sem precisar pegar dinheiro emprestados nos bancos e financeiras?

    Conforme especialistas, o ideal seria manter uma reserva de emergência que cubra pelo menos seis meses de todos as suas despesas e da sua família. Caso você ainda não tomou nenhuma atitude com relação a isso, fique sabendo que o aumento na taxa de desemprego, a qual chegou ao maior nível em oito anos no mês de outubro/2015, a perspectiva de agravamento da recessão e o aumento da inflação devem motivá-lo a iniciar uma avaliação de suas finanças neste momento.

    Confira as dicas de especialistas em finanças e planejadores financeiro a seguir:

    casal-jovem-endividado-dividas-familia-endividamento-desemprego-dinheiro-economia-financas-orcamento

    1. Saiba quanto ganha e quanto gasta
    2. Levante todos os gastos mensais, pequenos e grandes (cafezinho, transporte, lazer, comida, casa própria e outras prestações).

    3. Faça faxina financeira
    4. Defina o que é prioridade e reduza ou elimine gastos como TV a cabo, celular, baladas, restaurantes.

    5. Pense mais antes de decisões financeiras
    6. Em tempos de crise, as consequências de decisões erradas são mais duras. “Quando o dinheiro está sobrando, mesmo que tropece, você consegue consertar sem se apertar muito. Mas, quando o dinheiro falta, isso não é mais possível”, diz Police.

    7. Evite “comprar despesas”
    8. Quando compramos um almoço, comemos, pagamos e acabou a despesa. Mas há coisas que continuam gastando. Exemplo: um pacote de telefonia celular ou TV por assinatura.

    9. Evite tomar dinheiro emprestado
    10. Além de não saber se terá dinheiro no futuro para pagar, os juros tendem a subir.

    11. Crie reserva emergencial com a rescisão
    12. Guarde fundo de garantia, seguro-desemprego e demais verbas recebidas, pois é preciso pagar as despesas mensais e investir em algum curso para retomar a carreira. Só use o dinheiro após estabelecer uma estratégia, afirma Domingos.

    13. Não use o FGTS para quitar dívidas
    14. Não use o FGTS para quitar todas as dívidas de uma vez. Continue pagando as prestações aos poucos, para não ficar sem dinheiro que cubra eventuais despesas no futuro.

    15. Evite cartão de crédito e cheque especial
    16. Não utilize cartões de crédito, cheque especial ou cartão de lojas, pois os juros são muito altos. Se precisar de empréstimos, avalie outras linhas de crédito, como crédito pessoal ou refinanciamento de veículos.

    17. Mude seu padrão de vida
    18. Aceite que a situação mudou e não viva de aparências, que podem levar ao superendividamento.

    19. Busque fontes alternativas de ganhos
    20. Por mais distante que esteja de sua área de atuação, é hora de procurar um trabalho que garanta um mínimo de renda. Faça bicos, use a criatividade.

    21. Renegocie dívidas

    Enfim, não aguarde a situação piorar. Procure os seus credores, informe que perdeu o emprego e renegocie as dívidas buscando juros menores e prazos maiores de pagamento.
    acrealerta.com/negocios/categoria/comercio/perdeu-o-emprego-11-dicas-para-manter-o-orçamento-de-casa-em-dia.html

    Leia também:

    E-book: 49 dicas de economia doméstica

    Até o próximo post.

    Geral

    Empiricus: Brasil está tecnicamente quebrado

    22 de fevereiro de 2016

    Em mais um ótimo estudo, embora bem catastrófico, a Empiricus Research, agora com nova roupagem, desde as “des”eleições de 2014, vem acertando tudo, mostra o possível calote brasileiro e algumas verdades ainda não reveladas sobre a economia brasileira.

    Eles explicam de forma bem clara que o nosso país está tecnicamente quebrado e que você precisa agir para não quebrar também.

    Comprove neste artigo abaixo como as suas economias, o patrimônio de sua família e até mesmo o seu emprego podem estar seriamente ameaçados:

    O calote: algumas verdades (ainda) não reveladas sobre a economia brasileiraEmpiricus afirma que Brasil está tecnicamente quebrado

    Até o Fim do Brasil juntos nós iremos ou não, ainda tem-se a chance de pular do barco, viver em outro país, né naum!?
    🙂

    Geral

    Em 2015 Bolsa cai 13,3% e dólar sobe 48,5%

    30 de dezembro de 2015

    Este ano que nem começou e não vai terminar poderia muito bem ser exterminado da história do Brasil. Tudo por consequência de um desgoverno federal que deveria ter saído do poder, mas trapaceou para ganhar a eleição em 2014 e com isto criou um péssimo ambiente econômico, político e social em nosso país. O pior de tudo é que isto não tem data para acabar.

    Pêsames aos comprados em bolsa e parabéns para os comprados em dólar.

    Leia mais a seguir:

    18h21 – Ibovespa encerra 2015 em queda de 13,3% e tem 3º ano seguido de baixa; dólar sobe 48,5%Ano foi marcado por turbulência na economia e política, Federal Reserve e desaceleração da economia chinesa

    Os 3 anos a seguir devem tão ruins ou piores que 2015. Quem sabe em 2018 o zé povinho não aprenda a votar…

    Até 2016!

    Frases, Off

    OFF: Pérolas da presidenta

    12 de outubro de 2015

    Pérolas da presidenta dilma roussef

    02/07/15 às 08h33 – Veja as 10 frases mais engraçadas da presidente Dilma

    1 – “Se hoje é o Dia das Crianças, ontem eu disse que criança… o dia da criança é dia da mãe, do pai e das professoras, mas também é o dia dos animais. Sempre que você olha uma criança, há sempre uma figura oculta, que é um cachorro atrás, o que é algo muito importante”.

    Ao anunciar investimentos em mobilidade durante cerimônia em Porto Alegre.

    2 – “Os bodes, eu não lembro qual é o nome, mas teve um prefeito… teve o prefeito de Tejuçuoca e me disse assim: ‘eu sou o prefeito da região produtora da terra do bode’. Então, é para que o bode sobreviva que nós vamos ter de fazer também um Plano Safra que atenda os bodes que são importantíssimos e fazem parte de toda tradição produtiva de muitas das regiões dos pequenos municípios aqui do estado.”

    Sobre a necessidade de ter um plano de safra, Dilma voltou a falar sobre os animais.

    3 – “A mulher abre o negócio, tem seus filhos, cria os filhos e se sustenta, tudo isso abrindo o negócio”.

    Durante discurso no Dia Internacional da Mulher

    4 – “Primeiro, eu queria te dizer que eu tenho muito respeito pelo ET de Varginha. E eu sei que aqui, quem não viu conhece alguém que viu, ou tem alguém na família que viu, mas de qualquer jeito eu começo dizendo que esse respeito pelo ET de Varginha está garantido”.

    Disse a presidente ao responder pergunta sobre a produção cafeeira, que também citou a fama da cidade por conta do extraterrestre.

    5 – “Eu sempre escuto os prefeitos. Por que é que eu escuto os prefeitos? Porque é lá que está a população do país, ninguém mora na União, ninguém mora… ‘Onde você mora?’ ‘Ah, eu moro no Federal’”.

    Discurso durante cerimônia de entrega de máquinas e de assinatura das ordens de serviço da BR-158 e da BR-487 no Paraná.

    6 – “Aqui no Estado do Ceará… não, no Estado do Pará. Desculpa, gente. É que fui pro Ceará, tá? Ontem eu tava no Ceará. Aqui eu não falei uma coisa. Ah, não, falei sim, né?”.

    Durante viagem para Belém, após longa rotina de viagens pelo Brasil.

    7 – “Eu estou muito feliz de estar aqui em Bauru. O prefeito me disse que eu sou, entre os presidentes, nos últimos tempos, uma das presidentes, ou presidentes, que esteve aqui em Bauru”.

    Durante entrega de casas populares em Bauru.

    8 – “Um grande varejista uma vez disse o seguinte, disse uma coisa muito simples e de fácil entendimento, que é muito difícil para o conjunto da população ou para muitas camadas da população, comprar à vista, mas que quando se compra a prazo, tudo fica mais viável”.

    Durante o Encontro das Câmaras da Mulher Empreendedora e Gestora de Negócios da Fecomércio no Paraná.

    9 – “Então, para mim, essa bola é o símbolo da nossa evolução. Quando nós criamos uma bola dessas, nós nos transformamos em homo sapiens ou mulheres sapiens”.

    Na cerimônia de lançamento da primeira edição dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas.

    10 – “Então, aqui, hoje, eu estou saudando a mandioca, uma das maiores conquistas do Brasil”.

    Ainda no lançamento dos I Jogos Mundiais dos Povos Indígenas, em Brasília.

    varelanoticias.com.br/veja-as-10-frases-mais-engracadas-da-presidente-dilma

    Até o próximo post.