‘Débito’ Articles at Defenda Seu Dinheiro

Browsing Tag: débito

    Geral

    5 coisas que você deve fazer se quiser sair rapidamente da dívida

    26 de Abril de 2018

    Bobby Hoyt era basicamente a foto de millenium recém-saído da faculdade. Ele realmente não tinha aprendido nada sobre finanças pessoais, tinha um diploma brilhante e tinha quase US$ 40.000 em dívidas de empréstimos estudantis que ele não tinha ideia do que fazer.
    Inicialmente, o plano era fazer os pagamentos mínimos, como todo mundo fazia. Felizmente, ouviu um empresário de sucesso que conheceu através da família de minha esposa. Sua mensagem? Pague sua dívida o mais rápido que puder.

    Eu paguei US $ 40.000 de empréstimos estudantis em um ano e meio com o salário de um professor: aqui estão 5 coisas que você deve fazer se quiser sair rapidamente da dívida

    “Aceitei esse conselho e corri com ele. Eu mantive minhas despesas de moradia o mais baixo possível alugando um quarto dos pais da minha esposa, continuei dirigindo meu carro velho da faculdade em vez de comprar o novo que eu realmente queria, e literalmente fiz os maiores pagamentos que podia a cada duas semanas salário de ensino”, diz Hoyt.

    Depois de 18 meses, pagou os empréstimos estudantis. Começou o blog MillennialMoneyMan.com como uma forma de ajudar outras pessoas que estavam lidando com dívidas de empréstimos estudantis, e um pouco mais de um ano e meio atrás eu parei meu trabalho para perseguir a minha empresa on-line em tempo integral.

    Hoyt conta que a paixão tornou-se tentando ajudar os jovens a se motivarem com suas finanças logo no início. Desde que deixou o emprego como professora, ouviu centenas de histórias de horror sobre dívidas de leitores que querem encontrar uma maneira de progredir.

    Aqui abaixo estão cinco coisas que qualquer um que queira se tornar livre de dívidas deve fazer:

    1 – Pare de se importar com o que as outras pessoas pensam

    Isso é absolutamente fundamental. Se você está pensando em assumir suas dívidas de forma agressiva, há uma boa chance de você ter que tomar algumas decisões desconfortáveis ​​que não são populares. Para mim, obviamente, estava escolhendo alugar um quarto dos pais da minha esposa ou usar os mesmos equipamentos para trabalhar regularmente. Eu ainda tenho “mamãe e papai” jabs de haters muito depois que saímos.
    Aqui está a parte importante: seus detratores não importam nada. Todo mundo tem um caminho diferente na vida, e eu nunca vou julgar alguém por como eles escolhem atacar suas dívidas. Mude-se com a sua família (certifique-se de contribuir de alguma forma), alugue quartos em sua casa, continue dirigindo aquele carro de baixa qualidade ou espere para sair com seus amigos, se necessário. Enquanto você estiver trabalhando para atingir seus objetivos, sinta-se bem com o que está fazendo. As opiniões externas nunca devem influenciar suas decisões financeiras.

    2 – Faça da sua dívida a prioridade

    Um truque que usei para facilitar minha dívida foi colocá-lo no topo da minha lista financeira. A primeira coisa que fiz a cada duas semanas, quando meu contracheque caiu na minha conta, foi o pagamento do meu empréstimo. Livrar-se desse dinheiro imediatamente tirou a minha capacidade de desperdiçá-lo ao sair para comer ou comprar qualquer coisa nova que todo mundo tivesse.

    3 – Não tente acompanhar seus colegas

    Muitas pessoas ficam presas tentando acompanhar os Joneses. Uma das coisas mais difíceis sobre pagar meus empréstimos foi assistir todos os meus amigos me passarem. Se era um novo carro incrível ou a casa que eles estavam construindo. Eu senti que não era tão bem sucedido quanto eles.
    Avançando alguns anos, e a maioria dos meus colegas que financiaram suas vidas estão absolutamente arrependidos. Fomos condicionados a manter contato com nossos colegas durante toda a vida por meio de notas e esportes na escola primária. Se você puder evitar competir com seus amigos em compras altamente financiadas, você fará muito melhor a longo prazo.

    4 – Comece uma confusão lateral

    O surgimento da internet tem sido, obviamente, um fator de mudança, mas nem todos com acesso estão tirando vantagem disso. Para qualquer um dos meus leitores que me perguntar como eles podem aumentar sua renda para ajudar com suas dívidas, a minha resposta é sempre a mesma: começar a empurrar.

    Existem inúmeras maneiras de começar um negócio on-line e não precisam ser complicadas nem caras. Eu vi de tudo, de lenços de tricô e vendê-los no Etsy, para encontrar itens em vendas de garagem e vendê-los no eBay. Se a sua primeira estratégia não funcionar, continue tentando outra coisa até encontrar uma maneira eficaz de suplementar sua renda.

    5 – Verifique sua mentalidade

    Fora de tudo nesta lista, sua mentalidade em relação a dívida e sucesso é facilmente o mais importante. Há, obviamente, uma tonelada de histórias por aí de pessoas como eu que pagaram seus empréstimos muito rapidamente usando várias técnicas. Se a sua primeira reação é pensar que essas histórias são impossíveis, uma farsa ou apenas pura sorte – você já perdeu.
    As pessoas que normalmente têm sucesso com a dívida olham para essas histórias e tentam encontrar estratégias em vez de um projeto. Não há “um tamanho para todos”, abordagem rápida para sair da dívida. Toma decisões impopulares, aproveitando e criando oportunidades, e toneladas de sacrifícios pessoais para começar.
    fonte de consulta: businessinsider.com/i-paid-off-40000-of-student-loans-on-a-teachers-salary-2016-10

    Até o próximo post.

    Geral

    Veja 5 coisas que você deveria comprar com cartão de crédito

    16 de dezembro de 2016

    Em algumas situações, pode ser mais inteligente usar o crédito do que o débito. O cartão de crédito pode ser aliado do bolso, se usado com inteligência.

    Após as 12 medidas econômicas anunciadas pelo governo Temer nesta quinta-feira passada muitos ficaram com dúvidas se ainda vai valer a pena pagar com cartão de crédito ou se valerá mais a pena pagar tudo que for possível com dinheiro, a despeito do problema de segurança de ficar andando com muito dinheiro vivo para cima e para baixo nas cidades por onde vivem. Se cartão de crédito fosse tão ruim assim, o famoso vilão das finanças, por que todo mundo usa? Apesar dessa ferramenta exigir muito cuidado, se usada com sabedoria, ela pode ajudar a manter o bolso saudável. Em bora em certas ocasiões, pode ser mais inteligente usar o crédito do que o débito. A seguir, são listados 5 itens para comprar com cartão de crédito e aproveitar o lado positivo desse instrumento financeiro:

    1) Compras online
    Ao fazer qualquer tipo de compra online e pagar com cartão de crédito, você tem o respaldo do banco se acontecer qualquer tipo fraude, diferente do pagamento com boleto bancário, que não oferece nenhum tipo de proteção. Além disso, você consegue cancelar a compra de forma mais rápida.

    Os dois tipos de fraude mais comuns em compras com cartão de crédito são a não entrega do produto e a clonagem do cartão, como explica Tom Canabarro, co-fundador da empresa Konduto, que trabalha na prevenção de fraudes online. Nessas duas situações, o banco se responsabiliza por resolver o problema e estornar o valor.

    É recomendável, inclusive, desconfiar de sites que só aceitam pagamento por boleto bancário. “Qualquer outro meio de pagamento hoje é mais inseguro que o cartão de crédito. Os bancos têm aperfeiçoado muito suas tecnologias de segurança”, explica Marcos Nunes, diretor geral de segurança digital para a América Latina da empresa UL.

    2) Eletrônicos e eletrodomésticos

    Vale a pena comprar produtos que têm garantia, como eletrônicos e eletrodomésticos, no cartão de crédito, como recomenda o diretor executivo da Associação Brasileira das Sociedades de Microcrédito (ABSCM), Rubens de Andrade Neto. Vários cartões oferecem um tempo de garantia adicional, em parceria com a marca do produto.

    Além disso, o cartão é uma ótima ferramenta de crédito para usar em emergências, quando sua geladeira quebrar, por exemplo. Nesse caso, parcelar pode ajudar a manter o resto do seu orçamento em dia, desde que você se organize para pagar as parcelas e não gaste desenfreadamente, como aconselha a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawawti.

    Outra vantagem é que o cartão dá 40 dias para pagar o produto, o que pode facilitar se tiver um gasto repentino e ainda não recebeu o salário do mês. “Se usado com maturidade, o cartão de crédito é uma ótima ferramenta financeira”, orienta Marcela.

    3) Seguros

    Vários cartões de crédito têm parcerias com seguradoras. Assim, basta usar o cartão e você está protegido por um seguro de vida, de viagem ou de carro, ao alugar um veículo.

    Essa pode ser uma forma interessante de estar protegido e economizar com o custo dos seguros, como recomenda o diretor executivo da ABSCM, Rubens de Andrade Neto.

    Algumas seguradoras também têm cartões de crédito próprio, que dão desconto na contratação ou renovação do seguro e até reduzem o valor do franquia. No entanto, tenha cuidado para não ter cartões demais e esquecer de pagar alguma fatura.

    4) Reserva de hospedagem e aluguel de carro

    É muito comum que hotéis e locadores de veículos exijam um depósito antecipado para realizar a reserva, de valor alto. No entanto, se você fornecer os dados do cartão de crédito antecipadamente, o pagamento pode ser efetuado só depois da utilização do serviço, com mais tempo para se organizar.

    5) Passagens aéreas

    As milhas acumuladas no cartão de crédito podem ser uma ótima alternativa para escapar dos preços altos das passagens aéreas e viajar sem gastar uma fortuna na alta temporada.

    O site Melhores Destinos tem uma lista atualizada de quais são os melhores cartões de crédito para ganhar milhas aéreas, considerando a quantidade de pontos recebida por compras, a taxa de anuidade e o prazo para os pontos expirarem, além de outros benefícios.

    Também é cada vez mais comum os programas de fidelidade realizarem promoções com os cartões. Funciona assim: se você transferir uma quantidade mínima de pontos do cartão de crédito para o programa, na data estipulada, você ganha um bônus de entre 30% e 100%. Veja essas e outras dicas para acumular mais milhas no cartão e viajar de graça.

    Assim como em viagens pagas com dinheiro, há uma enorme variação no custo das passagens por milhas. Não deixe de reservar um tempo para pesquisar.

    EXAME - SEU DINHEIRO - 5 coisas que você deveria comprar com cartão de crédito
    exame.abril.com.br/seu-dinheiro/5-coisas-que-voce-deveria-comprar-com-cartao-de-credito

    Até mais.

    Geral

    Pagar no cartão de débito ou no cartão de crédito?

    26 de outubro de 2014

    Qual a diferença entre pagar no débito ou no crédito?

    Para quem não tem controle nas finanças pessoais o cartão de débito é melhor remédio, desde que você não tenha limite de cheque especial na conta.
    Para quem tem disciplina, quer acumular pontos nos programas de fidelidade, milhagem, etc., o cartão de crédito é uma ótima pedida.

    O cartão de crédito é uma ferramenta do tipo “compre já, pague depois” (“quando puder…”) e um cartão de débito é uma ferramenta do tipo “compre já, pague já”(sai na hora o dinheiro da sua conta corrente. Ambos os cartões têm funções importantes em seu plano de controle financeiro.

    Um cartão de débito tem ligação com sua conta corrente. Se você usar um cartão de débito, o dinheiro é subtraído automaticamente da sua conta. Por outro lado, um cartão de crédito é um empréstimo garantido que uma instituição financeira fornece a você. Se você um usuário de cartão de crédito você pretende reembolsar o valor em uma data pré-definida, de preferência sem juros, ou seja, sem usar o famigerado crédito rotativo, aquele que pode criar uma bola de neve, principalmente se você pagar somente o mínimo todo mês. Não se esqueçam que os bancos cobram juros sobre juros. Para fugir deste monte de juros, após estourar todo sua capacidade de pagamento da dívida, só fazendo acordos extra-judiciais ou judiciais.

    Com um cartão de débito, você pode fazer compras em muitos pontos comerciais sem ter de levar dinheiro em espécie ou se lembrar do seu talão de cheques. Apenas se faz necessário apresentar seu cartão de débito em qualquer lugar que tenha convênio com o seu cartão onde seja exibido o logotipo do mesmo e digitar sua senha da conta corrente. Com o uso do débito, o valor da compra será deduzido imediatamente de sua conta corrente

    Leia:

    É melhor pagar com cartão de crédito ou débito?
    http://www.creditooudebito.com.br/melhor-pagar-credito-debito/
    carteira com cartão de crédito e cartão de débito

    Veja também:

    Até o próximo post.