Porque o dólar turismo é mais caro que o dólar comercial?

Ao comprar moedas estrangeiras, muitas pessoas se perguntam o porquê das diferentes cotações entre o câmbio turismo e o câmbio comercial, afinal, uma cotação é mais baixa que a outra. A BeeCâmbio, correspondente cambial online atuante em mais de 40 cidades brasileiras, apresenta o porquê dessa diferença e explica porque isso acontece.

Primeiramente, é interessante ter um conceito econômico definido. O câmbio em um país pode ser flutuante ou fixo. Isso significa que, quando flutuante, a cotação varia de acordo com a oferta e demanda da moeda estrangeira, ou seja, o valor de uma moeda local em relação as outras é determinado pelo mercado. Já quando o câmbio é fixo, a taxa cambial de uma moeda está fixa a outra moeda. Por exemplo, o Banco Central do Brasil determina que USD 1,00 sempre será R$ 3,00. Para manter o padrão estabelecido, o BC obrigatoriamente comprará ou venderá dólares no mercado brasileiro a fim de manter essa taxa cambial estável.

Diante dessa definição, e do conhecimento de que ambas têm relação direta com a cotação do câmbio em um país, segue explicação do porque o dólar comercial e o dólar turismo têm taxas variadas de cotação.

Câmbio Comercial

O câmbio comercial é uma taxa de referência no mercado. O valor estipulado é utilizado nas importações e exportações de bens e serviços brasileiros com o mundo, tanto na hora de pagar quanto de receber; quando bancos compram ou vendem moedas estrangeiras. Em outras palavras, pode-se dizer que é quando não existe troca de papel moeda entre os envolvidos. O câmbio acaba sendo mais baixo uma vez que os valores trocados são muito altos.

Câmbio Turismo

O câmbio turismo nada mais é do que uma terminologia utilizada para compra de moedas estrangeiras com qualquer finalidade que não as mencionadas no câmbio comercial.  Ou seja, é o valor que qualquer pessoa paga para comprar moedas a fim de viajar, comprar algum produto no exterior, imóveis e etc.  Sua cotação tem como base o câmbio comercial, porém, acaba sendo mais cara, uma vez que conta com todos os custos envolvidos na operação, desde a importação do papel moeda até chegar nas casas de câmbio.

Câmbio comercial = Câmbio turismo

+Impostos
+Custos de importação
+Custos de segurança
+Custos administrativos
+Custos de logística
+Custo da instituição intermediadora
+Custo do Estoque de Moeda Estrangeira que deixa de render os juros brasileiros

No câmbio turismo, as moedas mais exóticas têm um valor ainda mais alto em relação ao câmbio comercial. Isso acontece porque o risco de manter em estoque a moeda exótica é alto e por isso são compradas em menores quantidades, o que faz com que o preço também aumente.

cambio-turismo-comercial

 

 

There are 2 comments left Go To Comment

  1. Vilmar /

    É hora de comprar dólar? Especialistas comentam
    Em cenário de caos político, especialistas explicam a melhor opção para os viajantes

    http://www.infomoney.com.br/minhas-financas/turismo/noticia/6478171/hora-comprar-dolar-especialistas-comentam

  2. Dolar /

    Cotação Dólar Hoje – Melhor Cotação do Dólar Turismo Hoje é na Câmbio Store. Cotação Dólar Hoje – Confira Aqui A Melhor Cotação Entre as Casas de Câmbio Em Todo Brasil para Comprar Dólar Turismo Hoje. Plataforma 100% Segura & Digital!

Leave a Reply

CAPTCHA *