Aposentadoria e o rei dos dividendos
Geral

Aposentadoria e o rei dos dividendos

3 de outubro de 2013

Segundo o rei dos dividendos na BM&FBOVESPA, Luiz Barsi, qualquer um pode ficar rico com ações e se aposentar com elas. Tem um velho ditado que diz: se você comprou uma ação certa, a melhor hora de vendê-la é nunca.
Ele recebe milhões de reais em dividendos pagos pelas empresas onde investe, sendo que tem um patrimônio de algo por volta de mais de R$ 1 bilhão na bolsa de valores brasileira. A receita dele é comprar papéis baratos, negociados abaixo do valor patrimonial e esperar, mas no começo será preciso ter paciência para que a empresa comece a apresentar resultados melhores e disciplina para aplicar capital todos os meses na bolsa de valores. Então chegará o momento em que apenas o reinvestimento dos dividendos recebidos será o necessário para que o investidor enriqueça e fique aposentado e/ou com independência financeira com tranquilidade.

É preciso saber como escolher as melhores ações para se aposentar com dividendos. Especialistas deste mercado afirmam que a estratégia pode ser muito boa para quem souber fazer a escolha correta de boas ações.
Ter uma aposentadoria e criar um patrimônio que possibilite viver apenas da renda gerada pelos dividendos é o grande sonho da maioria dos investidores, porém a dúvida de como escolher as melhores ações de dividendos paira sobre a cabeça de muitos deles. Essa dúvida procura ser respondida na reportagem que foi ao ar ontem(02/10/2013 11:51), matéria de Leonardo Pires Uller. Vale muito a pena conferir:
Como escolher as melhores ações para se aposentar com dividendos

Leia também:

  1. Luiz Barsi: O Rei dos dividendos na BM&FBOVESPA
  2. A armadilha do dia “EX” proventos (dividendos e JCP)
  3. Viver de renda e independência financeira
  4. Previdência privada vale a pena?
  5. Como escolher uma corretora de valores?
  6. Como eu faço para investir na bolsa de valores?
  7. Como e por que diversificar os investimentos?
  8. Como fazer o controle de risco
  9. Controle de risco: tipos de stop

Até o próximo post.

9 Comments

  • Reply Vilmar 17 de dezembro de 2015 at 17:19

    Eternit: uma maquinhinha de faz-me-rir $$$:

    14h30 : CA da Eternit informa pagamento de JCP

    A Eternit anunciou, através de seu Conselho de Administração, a aprovação do pagamento de juros sobre o capital próprio (JCP) no montante bruto total de R$ 7,87 milhões, correspondentes ao valor bruto de R$ 0,044/ação. O data para o pagamento será definida pela empresa. As ações passam a negociar na forma ?ex-JCP? a partir de hoje, 17 de dezembro.

  • Reply Vilmar 15 de abril de 2015 at 20:12

    Forja Taurus: ele errou feio!!

    Bilionário da Bolsa aproveita queda de Forjas Taurus para comprar mais ações
    Luiz Barsi, que tem mais de R$ 1 bilhão na Bovespa, mostrou que segue à risca sua “receita de sucesso” na Bolsa: comprar mais quando o mercado cai; somente hoje, as ações da Forjas Taurus caem mais de 12%

    Por Paula Barra |13h10 | 31-03-2014

    SÃO PAULO – Luiz Barsi Filho, um dos maiores investidores pessoa física da Bovespa e é listado em 120° lugar no ranking de bilionários da revista Forbes em 2013, mostrou que segue à risca sua “receita de sucesso” na Bolsa: comprar mais quando o mercado cai. Em fevereiro, o investidor conhecido por fazer fortuna no mercado de ações, reforçou sua carteira com Forjas Taurus (FJTA4) e comprou mais ações, anunciando que o papel poderia ser próxima bola da vez. Hoje, as ações caem mais de 12%, sendo cotadas a R$ 1,49, depois de divulgar um prejuízo consolidado de R$ 70,2 milhões no quarto trimestre. Barsi, que já possuía posição relevante naquela época, disse que adquiriu ainda mais ações neste pregão, aproveitando a queda do papel.
    “Continuo comprando ações da Forjas Taurus. Ainda hoje comprei um bom lote já que o papel caiu. E como é sabido, eu compro exatamente quando uma ação cai”, disse Barsi via email ao InfoMoney.
    Segundo ele, o prejuízo divulgado pela empresa já era esperado, pois os acertos ajustados nos exercícios de 2012 e 2013 buscaram eliminar todos os esqueletos que a empresa possuía em sua estrutura econômica financeira. Para Barsi, após a divulgação desses resultados, a estrutura operacional, administrativa, econômica e financeira da empresa devem caminhar sob um ótica mais autentica e transparente.

    Além disso, a teleconferência deve esclarecer pontos positivos que podem ocorrer daqui para frente e isso deverá fazer com que o papel volte a ser alvo de compradores, o que pode reconduzir a sua cotação a uma posição de valorização, complementou.
    A Forjas Taurus viu sua receita líquida cair 20,4% entre outubro e dezembro, para R$ 156,1 milhões enquanto que, no ano, houve aumento de 15,2% da receita, para R$ 807,3 milhões. O Ebitda (Lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado no trimestre foi negativo em R$ 12,6 milhões, revertendo assim um Ebitda positivo de R$ 11,6 milhões no quarto trimestre de 2012. Em 2013, o Ebitda atingiu R$ 100 milhões.
    Por que Barsi acredita na alta de Forjas Taurus?
    Em fevereiro, Barsi citava sete fatores que poderiam beneficiar os papéis. Para ele, a ação poderia ser capaz de ter seu preço elevado dos R$ 1,65, logo que começasse a apresentar os resultados da sua reestruturação.
    Ele citava ainda o atual desconto do papel, que é negociado abaixo do seu valor patrimonial: a relação preço da ação pelo patrimônio da empresa está em 0,72 vezes, “bastante atrativo para uma empresa que distribui dividendos regulares”. O investidor disse ainda que “com a saída de seu principal acionista da diretoria, é de se esperar que o fluxo de dividendos possa apresentar um intervalo menor entre as distribuições”.

    http://www.infomoney.com.br/forjastaurus/noticia/3264003/bilionario-bolsa-aproveita-queda-forjas-taurus-para-comprar-mais-acoes

  • Reply Vilmar 1 de dezembro de 2014 at 13:58

    pobre bolsa, pobres investidores, pobre especuleiros, socialismo rules .. levy virou comunista kkk
    Ameaça sobre dividendos afunda Ibovespa
    Rumor sobre tributação de dividendos puxa mercado; blue chips caem mais de 4%

    infomoney.com.br/mercados/acoes-e-indices/noticia/3724352/rumor-tributacao-dividendos-extincao-jcp-afunda-bolsa-ibovespa-cai
    14h42 – Especulações sobre projeto de lei que aumentaria carga tributária sobre investidores e empresas puxa o mercado e leva Petrobras, Vale e bancos para queda superior a 4%

    SÃO PAULO – Se para muitos a Bovespa afundava nesta segunda-feira (1) por conta das preocupações ainda mais evidentes com as economias chinesa e norte-americana – e o impacto no preço das commodities, como o petróleo -, um ingrediente extra tem sido encarado por analistas e operadores como o principal gatilho para o dia vermelho no mercado. O rumor que circula nas mesas de bancos e corretoras é que o governo pode encampar um projeto de lei que tem como base a tributação de dividendos e a extinção dos juros sobre capital próprio.

    Às 14h38 (horário de Brasília) desta segunda, o Ibovespa registrava queda de 3,91%, a 52.526 pontos. O desempenho é bem pior que das bolsas norte-americanas, já que os três principais índices de lá – Dow Jones, Nasdaq e S&P500 – marcavam queda entre 0,2% e 1,2%. Já o dólar comercial, que recuava quase 1%, apagou as perdas e voltou a operar a R$ 2,564.

    O projeto de lei, de autoria do deputado Renato Simões e do ex-deputado Ricardo Berzoini, ambos do PT, propõe que os dividendos pagos pelas empresas sejam tributados enquanto o juros sobre capital próprio (JCP) seja extinto. Atualmente, a lei 9.249/95 isenta os dividendos recebidos pela pessoa física, já que a empresa paga os impostos sobre o lucro antes de calcular o valor a ser distribuído. Assim, se o investidor tiver que pagar o imposto sobre o dividendo, o governo estará cobrando duas vezes o IR sobre o mesmo ganho.

    Já os juros sobre o capital próprio são tributados em 15%. Mas quem paga é o investidor – as empresas que distribuem JCP só retêm o dinheiro e o repassam para a Receita Federal (retenção na fonte). Os JCP, na verdade, são um incentivo tributário para as empresas porque os valores são retirados da base de cálculo do IR e da CSLL – cuja alíquota somada costuma ser de 34%. Tanto que, desde que foram criados em meados da década de 1990, os JCP têm funcionado como uma arma de planejamento tributário pelas empresas, que distribuem juros aos acionistas, que pagam 15% de IR, enqunato a empresa evita pagar 34%.

    A vantagem dos JCP é tão grande que a Receita Federal teve que criar limitações para sua distribuição. Então as empresas só podem distribuir 50% do lucro ou da reserva de lucros em JCP e também não podem pagar um valor superior ao patrimônio líquido multiplicado pela TJLP (Taxa de Juros de Longo Prazo, usada pelo BNDES como taxa de juros na maioria de seus empréstimos de longo prazo).

  • Reply Vilmar 14 de julho de 2014 at 10:30

    Luiz Barsi ensina investidores a se aposentar com dinheiro; participe da palestra
    infomoney.com.br/onde-investir/previdencia/noticia/3451575/luiz-barsi-ensina-investidores-aposentar-com-dinheiro-participe-palestra

  • Reply Vilmar 7 de julho de 2014 at 09:38

    @infomoney 5 min
    5 ações para ganhar com dividendos, de acordo com a Guide
    http://tinyurl.com/qbamajg
    #ondeinvestir_IM

  • Reply Vilmar 25 de abril de 2014 at 11:29

    faz-me-rir da petro devidamente pingado$ na conta$ !!

    🙂

    • Reply vilmar 31 de outubro de 2014 at 13:30

      aqui pingou proventos da VALE, faz-me-rir $$$$

      estudem proventos $$

  • Reply vilmar 2 de abril de 2014 at 09:17

    Ações 02/04/2014 06:07
    As 30 maiores pagadoras de dividendos de 2013

    A Ambev e o Banco do Brasil estão entre as três empresas que mais pagaram dividendos aos acionistas no ano passado

    http://exame.abril.com.br/mercados/noticias/as-30-maiores-pagadoras-de-dividendos-de-2013

  • Reply Vilmar 2 de dezembro de 2013 at 14:15

    Quer ganhar com dividendos? Veja lições de profissionais

    http://www.infomoney.com.br/onde-investir/acoes/noticia/3074019/quer-ganhar-com-dividendos-veja-licoes-profissionais

  • Leave a Reply

    CAPTCHA *