6 importantes dicas para não cair nas pirâmides financeiras
Convidados

6 importantes dicas para não cair nas pirâmides financeiras

27 de dezembro de 2018

Estude: Sinais que você está diante de um golpe de pirâmide com Bitcoin

Sinais que você está diante de um golpe de pirâmide com Bitcoin
Se faz necessário saber como identificar ação de estelionatários que praticam Esquema de Pirâmide financeira, o qual paga investidores antigos com dinheiro dos novos e é ilegal, além de gerar graves prejuízos aos que ficam.

Nestes tipos de esquemas existe geralmente uma ausência de produtos ou serviços a serem comercializados. O foco principal é o recrutamento de novos investidores.

As pirâmides financeiras são modelos de negócio que funcionam recrutando membros e que ao invés de fornecer produtos/serviços reais, promete lucros aos que inscreverem novos membros no negócio. A pirâmide paga os investidores antigos com dinheiro dos novos investidores. Esse esquema é insustentável no longo prazo, infringe as leis e gera graves prejuízos aos que permanecem no negócio.

O primeiro esquema conhecido de pirâmide financeira foi estruturado nos EUA pelo Ítalo Americano Carlo Ponzi em 1919. Ponzi fazia arbitragem (uma prática legal) usando selos postais de resposta internacionais que poderiam ser revendidos com ágio. Ponzi prometia devolver 50% do investimento em 45 dias ou 100% em 90 dias.

No lugar de aplicar o dinheiro, ele redistribuía o valor pago pelos novos participantes. O sucesso do esquema atraiu milhares de investidores. O golpe continuou até 1920 quando Ponzi foi preso e deportado para a Itália. Ele faleceu pobre no ano de 1949 na cidade do Rio de Janeiro.

Diercio Ferreira, Economista e Educador Financeiro, denota que este modelo é completamente insustentável e exemplifica que se o negócio girar sucessivamente com dez pessoas indicando dez novos membros todo mês, exponencialmente em 11 meses a pirâmide atingiria 10 (dez) bilhões de pessoas (mais que a população mundial). A pirâmide naturalmente vai quebrar e muitos investidores perderão dinheiro.

Os golpistas podem lucrar sem gastar nada, bastando incluir membros fictícios (falsos associados) na parte superior da pirâmide, garantindo que estes zumbis lucrem antes dos reais participantes que sofrerão prejuízos quando a pirâmide fatalmente colapsar.

A principal característica de uma pirâmide financeira é que os lucros dependem do recrutamento de participantes adicionais, além da ausência de um produto ou serviço a ser comercializado ou existindo um produto/serviço este é vendido a preços superfaturados para outros membros afiliados. No entanto, a comercialização do produto/serviço não é relevante porque o foco da estratégia está no recrutamento de novos investidores.

Este tipo de fraude promete altos retornos sem riscos num lapso temporal muito curto. Promete fluxos regulares de rendimentos, independentemente das reais condições da economia do País.

Os donos de um esquema pirâmide em geral abusam da exibição do luxo e da riqueza como forma de atrair adeptos, apresentam-se dentro aviões, mansões, iates e carros de luxo como símbolo de seu sucesso
Outra característica é que os supostos investimentos e seus participantes em geral não estão registrados em órgãos de controle como a Comissão de Valores Mobiliários ou a Associação Brasileira de Franquias. As pirâmides financeiras não possuem qualquer vínculo com as normas legais, trabalhistas ou tributárias.

Confira:

  1. Cheque os produtos
  2. Examine se algum produto ou serviço real está sendo comercializado. Verifique se estão sendo úteis apenas como caminho para que outras pessoas que serão recrutadas entrem na pirâmide e se qualifiquem como membros. Esta é uma das marcas de uma pirâmide financeira que se disfarça como marketing Multinível.

  3. Seja cético
  4. Fique atento quanto a promessas de altos retornos ou rendimentos imediatos em um curto período de tempo sem riscos ou com riscos quase nulos, isso pode envolver algum tipo de fraude. Seja extremamente cauteloso se a rentabilidade estiver sendo gerada por algo que você nunca ouviu falar.

  5. Foco em Recrutamento
  6. O esquema de Ponzi é uma forma de investimento hierarquizado. Começa com pessoas que recrutam outras para investir em vários esquemas diferentes. Estes, por sua vez, recrutam outros investidores. Aos novos investidores é prometida uma elevada rentabilidade de seus investimentos.

  7. Histórico do investimento
  8. Verifique como o investimento foi realizado no passado. Se eles não lhe derem informações, ou as informações que você recebe não puderem ser verificadas, isso lhe diz que o investimento não é bom.

  9. Suspeite de ofertas não solicitadas
  10. Caso alguém entre em contato com você de forma inesperada, convidando-o para um seminário de investimentos patrocinado por pessoa/empresa desconhecida no mercado financeiro e de capitais, acenda um alerta vermelho.

  11. Ter cautela
  12. Pessoas querem criar um senso de urgência para levar outras pessoas a investir. Quando você for confrontado com esse tipo de técnica de vendas, dê um passo para trás e pergunte a si mesmo: “com que frequência uma oportunidade é única na vida?”. A resposta é quase sempre nunca.

E você, o que pensa a respeito deste tema? Deixa a sua opinião.

Até mais.

1 Comment

Leave a Reply

CAPTCHA *