• Conheça situações que podem prejudicar suas finanças e como evitá-las

    Conheça algumas situações que podem prejudicar suas finanças e saiba como evitá-las. Os hábitos virtuosos na vida financeira tem a força de mudar fortemente a qualidade de vida das pessoas no presente e no futuro. A tarefa de organizar as finanças pode ser difícil, uma vez que a capacidade de análise de muitas pessoas é limitada neste aspecto. Alguns passos de um planejamento financeiro de sucesso estão em poupar, definir objetivos e escolher os melhores instrumentos de investimento de acordo com as próprias necessidades. Por exemplo, fazer um orçamento é libertador e um bom hábito, logo bons hábitos viram virtudes.

    [Leia mais...]
  • Maneiras para eliminar gastos desnecessários com seu dinheiro

    As pessoas que conseguem deixar de gastar com coisas fúteis tem um dos principais caminhos para uma vida financeira mais tranquila. É algo retórico, mas as pessoas costumam saber que é importante poupar para a aposentadoria. Guardar recursos para investir para o futuro envolve sacrifícios e tomar decisões responsáveis. Desta forma o site Business Insider, através do artigo How to stop spending money mindlessly da colunista Amanda Dixon, listou 7 maneiras para não gastar mais o dinheiro de maneira irresponsável. Confira a seguir: – Pague com dinheiro; – Descubra onde está desperdiçando dinheiro; – Peça para alguém ajudar na contabilidade;

    [Leia mais...]
  • Conquistas financeiras para os jovens

    No momento em que as pessoas se preocupam com investimentos ou finanças pessoais, a idade vai estar ao lado de quem está em torno seus 20 a 30 anos. Para quem começar investir e cuidar bem das finanças já nesta fase da vida pode ter imensos ganhos financeiros no futuro. Desta forma, o site Business Insider (13 things you should accomplish with your money before turning 30) listou coisas que uma pessoa deveria conquistar com próprio dinheiro antes de completar 30 ano. A InfoMoney colocou 11 destes itens que podem ajudar o jovem brasileiro. Confira abaixo: Negocie seu salário Você

    [Leia mais...]
  • Sinais de que você nunca será rico

    Para quem possui a meta de um dia ser milionário, precisa ficar ligado para saber se não estar fazendo algo de errado. Alguns costumes são difíceis de mudar, como por exemplo, dirigir pelas mesmas ruas e avenidas, frequentar os mesmos lugares, acordar no mesmo horário, comer nos mesmos restaurantes e assim por diante. Certas práticas com o próprio dinheiro também são comuns, porém é preciso ficar atento, uma vez que alguns deles podem estar levando-te para o caminho errado caso seu propósito seja ficar rico, conforme o artigo 9 signs you’ll never be rich do Business Insider. Confira abaixo os

    [Leia mais...]
  • Você ainda não conhece os Fundos D.I?

    Os Fundos DI, conhecidos como Fundos de Renda Fixa Referenciado DI fazem a aplicação de 95%  do patrimônio em títulos privados de pouco risco ou Títulos Públicos do Governo, como no Tesouro Direto. Estes títulos são pós-fixados e seguem a variação da Taxa Selic. Os 5% restantes da sua aplicação tendem a ser investidos em títulos que fazem uso das regras dos Fundos de Curto Prazo, mas é importante fazer a ressalva de que essa não é uma das aplicações mais indicadas diante do cenário econômico que temos vivido. Vantagens  e Desvantagens dos Fundos DI Para investidores que têm a

    [Leia mais...]
  • Livro – Pai Rico, Pai Pobre

    O livro Pai Rico, Pai Pobre é obrigatório para quem pretende aprender a poupar e investir. Uma frase célebre da obra de Robert Kiyosaki e Sharon Lechter é esta aqui: “Crie bons hábitos, especialmente na área financeira. Pague a você mesmo (em economias ou investimentos), antes de fazer qualquer outra coisa com seu dinheiro.” Ótimo livro para você ter na sua estante de livros de finanças pessoais: Veja também: Qual o melhor investimento? Até o próximo post.

    [Leia mais...]
  • Quanto rende a Poupança da Caixa?

    A Poupança da CEF é um dos instrumentos financeiros mais conhecido por todos os brasileiros. Afinal de contas, quanto rende a aplicação mais tradicional do Brasil? O dinheiro guardado na Poupança Caixa​ é remunerado a uma taxa de juros de 0,5% ao mês, onde aplica-se sobre os valores atualizados a Taxa Referencial (TR). Tais rendimentos são creditados todo mês conforme o dia-limite(“aniversário”). Vale ressaltar que neste tipo de aplicação não incide Imposto de Renda. Se você lembrou que temos uma inflação há vários anos num porcentual maior que a remuneração da poupança, com certeza irá conferir: 5 Bons Motivos para

    [Leia mais...]
  • Como sair da inadimplência e começar 2015 no azul?

    Várias pessoas endividaram-se absurdamente em 2014 e pretendem sair do vermelho e começar 2015 no azul. Para alcançar tal objetivo o cidadão precisa fazer um bom planejamento financeiro. Com a chegada do fim de ano, muitos começam a aproveitar o período de descanso para iniciar o planejamento financeiro de 2015. O foco é começar o ano novo bem e livre de dívidas. O dinheirama enumerou 5 itens para conseguir lograr êxito nesta missão. Leia a seguir: Tenha um fundo de emergência A maioria dos analistas econômicos acredita que 2015 será um ano de baixo crescimento e muitos acreditam que o

    [Leia mais...]
  • Como economizar dinheiro?

    Alguns tem maneiras até muito exageradas para se economizar dinheiro, como o economista Luis Carlos Ewald( foi o Sr. Dinheiro do Fantástico). Outros tem maneiras mais concisas como a Mara Luquet. O mais importante é que as pessoas saibam como economizar o dinheiro que recebem, não gastar tudo o que tem e tomar cuidado para não se afundar em dívidas. Abaixo seguem algumas sugestões: 10 dicas rápidas para quem quer economizar dinheiro 40 maneiras fáceis de economizar dinheiro Até o próximo post.

    [Leia mais...]
  • Como fazer o controle de risco

    Quando se vê o assunto estratégia no mercado financeiro muitas vezes surge o assunto controle de risco. E aí vem a pergunta: como controlar os riscos que corremos nos nossos investimentos? Basicamente para se controlar o risco tem-se que fazer uma diversificação de ativos, ou seja, manter uma carteira onde existam produtos com características de risco diferente, protegendo o seu capital, ao mesmo tempo que exponha-te a obter maior retorno financeiro ao longo dos anos. E nesta diversificação de ativos,  o montante de capital onde será possível diversificar será diferente para cada pessoa , para os de pequeno capital , desde que

    [Leia mais...]