‘Notícias’ Articles at Defenda Seu Dinheiro, Page 2

Browsing Tag: notícias

    Convidados

    Business Insider: Erros que fazem você pagar mais caro em passagens aéreas

    17 de maio de 2017

    Airline travel
    7 air travel mistakes that could be costing you hundreds of dollars

    Existem alguns erros que fazem você pagar mais caro em passagens aéreas.
    Para evitar que você entre nessa situação, o Business Insider filtros os erros mais comuns que fazem com que passageiros gastem mais.

    Os melhores cartões de crédito para acumular milhas

    Passagens aéreas para o exterior podem ser o maior gasto em viagens, principalmente, de acordo com estudo do portal Momondo, se compradas em dias que os preços costumam estar mais altos – no caso, sábado e domingo à noite.
    Além disso, a antecedência com que as passagens são compradas também influencia em seu preço: o estudo afirma também que o consumidor pode ter uma economia de 26% se comprar a passagem 56 dias antes da data de viagem. Quanto mais próximo da viagem ele comprar a passagem, mais caro pagará.

    Essas não são, entretanto, as únicas formas de economizar em passagens aéreas: alguns erros básicos na organização de sua viagem e na busca de passagens com melhores preços podem fazer com que, pelo contrário, você acabe gastando mais.

    Confira quais são os erros mais comuns que fazem com que passageiros gastem mais:

    Não considerar aeroportos alternativos

    Ao mesmo tempo em que cidades pequenas ou médias contam com somente um aeroporto, metrópoles normalmente têm mais de um. Ao comprar as passagens, é interessante sempre pesquisar os preços de passagens que chegam em diferentes aeroportos – sejam eles na cidade de seu destino ou em cidades próximas.

    Voos que chegam em aeroportos menos movimentados normalmente têm preços mais baixos.

    Pesquisar apenas voos diretos

    Voos que não têm escala ou conexão são mais rápidos, mas sempre têm preços mais altos do que os que realizam paradas: de acordo com o site Travelzoo, a economia pode ser de US$ 100 a US$ 200. Se você está disposto a perder algumas horas no aeroporto, terá um orçamento maior para gastar em seu destino.

    Não ter datas flexíveis para viajar

    O preço da passagem aérea também depende do dia da semana em que acontece o voo, como já apontava o estudo do Momondo. Portanto, optar por voar em um sábado ao invés de voar durante a semana, quando os preços são mais baixos, fazem com que você pague mais caro nas passagens.

    Por isso, procure sempre ter opções de datas diferentes para voar, seja alguns dias antes ou depois. Terças-feiras e quartas-feiras são, normalmente, os dias em que os preços estão mais baixos.

    Comprar comida no voo

    Determinadas companhias aéreas, como a espanhola Iberia e outras low-cost, cobram pelas refeições servidas durante o voo – e, como é de se esperar, os preços nunca são baixos. Para evitar esse gasto, você pode passar em um supermercado e comprar, por um preço mais baixo, alimentos embalados que podem ser levados na bagagem de mão. Vale lembrar que, em caso de voos internacionais, não é permitido entrar com líquidos com mais de 100 ml no avião.

    Levar mais bagagem que o necessário

    Tal como algumas aéreas estão passando a fazer no Brasil, as internacionais cobram pelo despacho de bagagem em algumas classes tarifárias. É o caso das americanas Delta, American Airlines e United, que, caso o passageiro opte por levar apenas uma bagagem de mão, pode pagar mais barato – ou também se levar somente uma bagagem, ao invés de duas.

    Geral

    Os 3 maiores erros de quem investe no Tesouro Direto

    8 de maio de 2017

    Investimentos em ascensão: Tesouro Direto bate recorde de inscritos

    Conheça os 3 maiores erros de quem investe no Tesouro Direto

    Investimento é considerado seguro e de baixo custo, mas é preciso atenção para não correr risco de perder parte do rendimento

    O Tesouro Direto é um investimento geralmente muito recomendado para investidores com perfil mais conservador. Os títulos são vistos como os ativos mais seguros do mercado, por serem emitidos pelo governo e serem garantidos pelo Tesouro Nacional, e ainda têm baixo custo, não exigem conhecimento elevado sobre investimentos e têm valor mínimo de aplicação de apenas R$ 30.
    Embora seja uma alternativa mais simples e segura em relação à renda variável, e mesmo ante outros tipos de investimentos em renda fixa, é preciso ter atenção para evitar erros comuns de quem investe em Tesouro Direto e, eventualmente, a redução nos investimentos.

    Especialistas listaram para o portal InfoMoney alguns dos principais erros de quem investe no Tesouro Direto:

    1) Não checar as taxas

    As taxas cobradas para investir no Tesouro Direto costumam ser bem menores do que aquelas observadas em outros tipos de investimentos, mas nem por isso merecem menos atenção. Não basta só olhar a taxa do título que está pagando. Tem custos embutidos e eles merecem atenção para não drenar os retornos.

    A BM&FBovespa cobra 0,30% ao ano de taxa de custódia sobre o valor dos títulos e a instituição financeira escolhida para intermediar os investimentos também pode cobrar uma taxa de administração. O site do Tesouro Direto disponibiliza aqui uma lista com as taxas cobradas pelas instituições autorizadas a fazer essa intermediação.

    Alguns impostos também incidem sobre o Tesouro Direto, como o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) em aplicações com período inferior a 30 dias e o Imposto de Renda, com alíquota de 22,5% do lucro para rendimentos antes de 180 dias, 20% para 181 a 360 dias, 17,5% para 361 a 720 dias e 15% para investimentos de mais de 721 dias.

    2) Trocar de títulos com frequência

    É importante que o investidor acompanhe o desempenho dos títulos e, em alguns casos, pode valer a pena vender antes do vencimento. No entanto, é preciso acompanhar o mercado e as expectativas para a economia, como juros e inflação, para fazer bom negócio, sem esquecer da alíquota do imposto de renda que, como observado acima, é maior em prazos mais curtos.

    É complicado ficar trocando de títulos frequentemente, ainda mais para quem não está por dentro do mercado financeiro e pode perder movimentos importantes da economia.

    3) Resgatar o título antes do vencimento

    Esse é o erro mais comum de quem investe no Tesouro Direto:
    – Quando você resgata o dinheiro antes do vencimento, pode se dar bem ou pode se dar muito mal. Tudo vai depender do que acontecerá com a taxa de juros.

    Embora o investidor não tenha a intenção inicial de retirar os aportes prematuramente, acontecimentos inesperados podem levá-lo a precisar do dinheiro antes do vencimento.

    Por isso, é importante conhecer as características de cada título antes da compra. No Tesouro IPCA+ esse risco de perdas na retirada antecipada é potencializado. Já o Tesouro Selic simplesmente vai incorporando os juros diários.

    O título atrelado à Selic é o mais conservador e, se houver o risco de resgate antecipado não planejado, esse é o papel mais indicado. O título pré-fixado é indicado quando a taxa de juros está alta e há expectativa de queda futura. Os títulos IPCA+ são pós fixados com uma taxa mais a inflação do período e são indicados quando há expectativa de alta da inflação para proteger o patrimônio da desvalorização pela inflação e para aposentadoria.
    fonte de consulta: infomoney.com.br/onde-investir/renda-fixa/noticia/6440359/conheca-maiores-erros-quem-investe-tesouro-direto

    Vale a pena comprar uma fatia de título do Tesouro Direto por mês?

    Geral

    Golpe do Buffet: Casa de festas declara falência e desespera clientes

    26 de abril de 2017

    Todos sabem que aqui é um país repleto de golpistas e os golpes nunca param, assim como o principal para os mesmos funcionarem, o número de incautos que sempre caem nesta ciladas.

    O pedido de falência de uma tradicional casa de festas surpreendeu, literalmente, centenas de pessoas nesta última terça-feira (25/04/2017). As empresas Enlace e Enlace Kids são especializadas em eventos infantis, de debutantes e casamentos, além de possuir outras casas em bairros da Zona Norte e na Baixada Fluminense. Segundo os clientes, o grande diferencial da rede era o preço baixo e as condições de pagamento.

    De acordo com a Polícia Civil, cerca de 180 pessoas estiveram na 40ª DP (Honório Gurgel) para fazer boletim de ocorrência contra a empresa. Já na 27ª DP (Vicente de Carvalho), os agentes estimam que outras 30 pessoas passaram por lá.

    Veja mais detalhes a seguir:

    http://odia.ig.com.br/rio-de-janeiro/2017-04-25/casa-de-festas-declara-falencia-e-desespera-clientes.html

    Até o próximo post.

    Filmes, Geral

    YouTube tem novas regras que dificultam monetização de vídeos

    10 de abril de 2017

    Qual o melhor programa de associados para o seu site?

    youtube-é-criticado-por-mudar-as-regras-para-anuncios

    Tal medida, segundo a empresa, visa proteger os criadores de conteúdo, além de desencorajar artistas de fraude.
    Foram-se 10 anos permitindo que qualquer um ganhasse dinheiro com vídeos publicados, por meio do Partner Program, o YouTube anunciou que mudará suas políticas de anunciante e que canais com menos de 10 mil visualizações desde sua criação, não poderão mais monetizar com a plataforma.

    As mudanças vieram após o aparecimento de uma série de anúncios de grandes empresas em vídeos considerados ofensivos e censuráveis, e fez com que mais de 250 marcas congelassem suas campanhas de anúncios do Google, que é dono no YouTube. A medida visa proteger os criadores de conteúdo, assim como desencoraja artistas de fraude e publicadores que violam as regras de seu programa de monetização.

    No novo formato, quando um criador atingir o número estipulado em seu canal, o YouTube irá revisar o conteúdo para verificar se este encontra-se adequado com os requerimentos necessários, para depois, começar a gerar dinheiro. A companhia acredita ainda, que o impacto da medida será pequeno em seus criados em ascensão, e afirma que qualquer ganho gerado por pequenos publicadores até o momento não será afetado.

    “Em algumas semanas iremos incluir também um processo de revisão para os novos criadores que se candidatarem ao YouTube Partner Program. Depois que o criador atingir 10 mil visualizações em seu canal, nós revisaremos suas atividades de acordo com nossas políticas. Se tudo estiver certo, vamos adicionar o canal ao programa e começaremos a oferecer anúncios em seu conteúdo. Juntas, essas regras irão ajudar a direcionar anúncios somente para os criadores que estão seguindo as regras”, escreveu a companhia em seu blog.

    Formas de ganhar dinheiro online

    Até mais.

    Convidados

    Os 10 direitos do consumidor que você provavelmente não conhece

    16 de março de 2017

    direitos do consumidor

    Existem 10 direitos do consumidor que você talvez não conheça. São pouco difundidos e várias vezes desrespeitados, estes direitos são garantias que devem ser cobradas.

    Na última quarta-feira, 15/03/2017, foi comemorado o Dia Do Consumidor, quando muitas lojas oferecem descontos e condições especiais para impulsionar vendas ao redor do mundo. A data foi criada, porém, para lembrar que os compradores têm direitos e devem possuir voz no momento da contratação de serviços e aquisição de produtos.
    Com a ajuda do advogado especializado em Defesa do Consumidor Sérgio Tannuri e de plataformas de proteção como o Procon, a InfoMoney fez uma lista de alguns dos direitos que os consumidores possuem, mas muitas vezes desconhecem.

    Confira a lista abaixo:

    1) Devolução do dinheiro em academias

    De acordo com o advogado, academias cujos planos preveem a retenção do dinheiro do consumidor em caso de desistência é “totalmente ilegal”. O que o Código de Defesa do Consumidor permite é que se cobre uma multa.

    2) Entrega agendada (SP)

    Uma lei estadual de São Paulo garante que o consumidor pode agendar período de entrega de produtos sem cobrança adicional. Quaisquer empresas que entreguem produtos ou serviços a domicílio devem oferecer ao menos as opções de entrega entre manhã, tarde e noite, se não um horário específico.

    3) Couvert artístico

    Não é ilegal cobrar uma quantia extra para financiar atrações ao vivo em estabelecimentos comerciais, desde que as informações sobre o show, incluindo valor exato, sejam expostas com antecedência – e que haja um contrato entre artista e o local.

    4) “Férias” dos serviços

    Todo consumidor tem direito a cancelar o fornecimento de determinados serviços por períodos que variam de um a quatro meses. Entre eles estão TV a cabo, internet e telefone fixo (até 120 dias); telefone móvel (até quatro meses); energia elétrica (por período que varia conforme a concessionária); água (desligamento com cobrança também varia de acordo com a fornecedora).

    5) Estacionamento

    Estacionamentos e valets devem se responsabilizar por danos e objetos perdidos enquanto o veículo estiver sob seus cuidados. Estabelecimentos que dizem o contrário estão descumprindo a legislação e devem ser contestados.

    6) Taxas bancárias

    Toda instituição financeira deve oferecer às pessoas físicas uma opção básica sem taxas. Nela, serviços essenciais devem estar inclusos: cartões de débito e número limitado de saques, transferências e folhas de cheque.

    7) Comanda

    A perda de comanda em restaurantes, bares e baladas não pode ser cobrada, conforme a legislação. O estabelecimento deve se responsabilizar pelo consumo de seus clientes, e não o contrário.

    Também não se pode cobrar consumação mínima, embora seja legal aplicar um valor de entrada.

    8) Entrada livre

    Estabelecimentos comerciais não podem impedir o ingresso de consumidores, diz o advogado. Isso é considerado discriminação, e o artigo 39 do Código confere que a recusa na venda de bens ou prestação de serviços àqueles que querem adquiri-los mediante pagamento é considerada prática abusiva.

    9) Gorjeta

    O pagamento de gorjeta em bares e restaurantes é opcional e o valor deve ser apresentado em separado.

    10) Desistência de compra

    Todo consumidor brasileiro tem até 7 dias a partir do recebimento de um produto para desistir de uma compra sem ônus. Isso vale mesmo que o objeto esteja fora do lacre ou embalagem.
    infomoney.com.br/minhas-financas/consumo/noticia/6237072/direitos-consumidor-que-voce-provavelmente-nao-conhece

    Até mais.

    Geral

    Aposentada aos 28 conta como guardava 70% de sua renda

    11 de março de 2017

    Leia também:

    Segredos para juntar uma bolada

    Coisas para se fazer imediatamente se você quer viver de renda

    Renda extra

    Em uma entrevista realizada no Business Insider (A woman who retired at 28 with $2 million in the bank explains how she saved 70% of her income in New York City) ela acabou contando alguns dos aspectos mais relevantes para que ela conseguisse o feito. No caso dela, um emprego lucrativo (US$ 100 mil anuais) foi essencial para chegar onde chegou, mas as dicas de economia, conforme disse ao site, valem para todos os perfis de pessoas.

    Woman New York City skyline - New York is notorious for its exorbitant prices — but it's still possible to save. (Livingston is not pictured.)

    Mesmo ela vivendo em Nova York, onde os custos de vida são altos, JP Livingston conseguiu se aposentar aos 28 anos com US$ 2 milhões no banco. Durante o tempo em que trabalhava na indústria financeira, ela conseguia guardar 70% de sua renda – isso transformou-se em 60% do dinheiro com que parou de trabalhar, sendo o restante rendimento de investimentos.

    Confira um passo a passo dividido pela jovem investidora:

    1) Identifique suas maiores despesas e corte quanto for possível

    No caso de JP, ela optou por um apartamento mais humilde do que sua renda conseguiria pagar, o que possibilitou que investisse uma quantia maior todo mês.

    2) Compre usado

    A aposentada comprou mobília usada para seu apartamento. De acordo com ela, normalmente as coisas à venda têm menos de um ano de uso – é só escolher bem.

    3) Aproveite as opções da cidade

    Com um apartamento pequeno, JP tinha necessidade de sair de casa para encontrar os amigos. Isso não significa que gastasse muito dinheiro a cada noite de lazer: grandes cidades oferecem opções agradáveis e mais baratas.

    4) Use o conceito de custo por hora

    A cada compra que realizasse, a jovem olhava para o preço e contabilizava a quantas horas de trabalho ele equivaleria. Só então definia se valia a pena gastar.

    Até mais.

    Convidados, Livraria

    Tony Robbins revela os 4 principais passos para ficar rico

    9 de março de 2017

    Leia também:

    Conselhos de milionários para inspirar e mudar rumos vida financeira

    Sinais que você está rico, mesmo que não se sinta assim

    Tony Robbins, é um investidor multimilionário e um dos nomes mais influentes no mercado de coach de carreiras. Tal investidor também é autor do best-seller “Money: Master the Game”, ainda sem tradução para o português, em que revela os detalhes e formas mais importantes de se gerenciar dinheiro e riquezas.
    Faz pouco tempo que ele lançou o livro “Unshakeable”, onde, além de compartilhar outras lições de administração e investimentos, ele também mostra os principais passos que as pessoas devem seguir para conseguir acumular riqueza.

    Want to Get Rich? Tony Robbins Lays It Out in 7 Simple Steps

    O portal Inc. através do artigo “Want to Get Rich? Tony Robbins Lays It Out in 7 Simple Steps” juntou alguns dos principais pontos que o investidor escritor aborda em seu livro.

    Veja a seguir:

    1) Entre no jogo

    Um dos principais erros que as pessoas cometem ao investir é não investir da forma correta, seja por medo dos riscos que correrá ou também por acreditar que é uma tarefa que requer muita responsabilidade. O conselho de Robbins para quem está nessa situação é para ser ambicioso: “Você não quer ter um celular da Apple, você quer ser dono da própria Apple”, é como as pessoas devem pensar.

    2) Não perca dinheiro

    Apesar de parecer uma dica óbvia, é sempre importante pensar em maneiras de reduzir os riscos que existem. O investidor aconselha, neste caso, que as pessoas sempre pensem em maneiras de reduzir os riscos que correm, seja de investimentos ou de gastos inesperados.

    3) Segurança financeira é uma prioridade

    Ter “segurança financeira” significa conseguir bancar despesas básicas, como transporte, alimentação, aluguel, entre outras, com o dinheiro que seus investimentos renderam.

    4) Independência financeira também deve ser um objetivo

    Conseguir manter seu padrão de vida somente com os rendimentos de seus investimentos, sem trabalhar, é do que consiste independência financeira. Para Robbins, isso deve ser considerado um objetivo.

    Geral

    Cuidado com pirâmide financeira Revolutyon TagPoint

    2 de março de 2017

    A Polícia apreendeu material usado em esquema de pirâmide em Porto Alegre onde tal esquema de pirâmide financeira recrutou 12 mil pessoas e algumas gastaram R$ 18 mil. Vitor Loreto alega só importar aparelho; já Maikon Santos negou ganho fácil.

    Fonte: http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2017/02/policia-aprende-material-usado-em-esquema-de-piramide-em-porto-alegre.html
    Material foi apreendido em duas casas em Porto Alegre

    Leia também o artigo do site Tenho Dívidas, o qual tem reportado diversos esquemas fraudulentos Brasil afora, principalmente aqueles que são pirâmides financeiras disfarçadas de MMN(Marketing Multi Nível):

    POLÍCIA NO BRASIL EXPÕE ESQUEMA EM PIRÂMIDE REVOLUTYON TAGPOINT
    Esquema em Pirâmide REVOLUTYON TAGPOINT

    Até mais.

    Convidados

    Segredos para juntar uma bolada

    22 de fevereiro de 2017

    Emmie Martin: I didn't let my savings goals hold me back from enjoying life in New York City.

    A americana Emmie Martin montou uma estratégia de economia muito eficaz e consegue se manter apenas com metade de sua renda. Ela guarda 50% da renda todo mês e revelou os segredos para juntar uma bolada no artigo do Business Insider intitulado I saved 50% of my income for a month — here’s my best tip for saving money

    A Emmie Martin, jornalista, fez um plano financeiro no fim do ano passado e guardou 50% da sua renda mensal para aposentadoria. Para tal feito, ela teve que readequar seus custos mensais e montar um orçamento o com restante da sua renda mensal.
    No 1º mês em que colocou o plano em prática, depois a contabilização do aluguel e todos os gastos fixos do mês, sobraram US$ 140 por semana para gastar com comida, diversão e outros, contou Martin ao site Business Insider.

    Entretando, a jornalista, que mora em Nova York, tinha uma viagem marcada e precisava economizar ainda mais neste primeiro mês de teste. Conforme a mesma relatou, a ideia era viajar sem se preocupar com o orçamento. “Então decidi que iria guardar o máximo de dinheiro possível até a data da viagem”, relatou.

    A estratégia mais eficaz que ela usou durante esse período foi simples e direta: ela se organizou com uma lista. Nela, Martin colocava todos os itens que queria comprar desde produtos de higiene, até sapatos ou uma bolsa nova e até itens de supermercado e esperava alguns dias. Esse período era usado para ela avaliar se realmente precisava do produto ou era algo que poderia ficar para depois.

    “Algumas compras realmente são necessárias: quando acaba seu xampu ou sabonete, por exemplo, você indiscutivelmente terá que comprar mais um. Porém percebi, por outro lado, que existem coisas que não são necessidades e que compras de coisas assim podem ser adiadas, como roupas de marca novas e bolsas”, explica Martin.

    Considerando esse plano de ação, a jornalista que trabalha com finanças pessoais elencou dicas para economizar baseado no que aprendeu nesse período. Confira:

    Avalie o verdadeiro valor de cada compra

    Martin conta que criar uma “lista de compra” não só mostrou quais produtos eram completamente desnecessários, mas também ajudou a diferenciar quais itens mereciam o investimento de dinheiro e quais ela poderia viver sem.

    “Por exemplo, quando o outono chegou, minha lista começou a transbordar com itens da estação, de um novo casaco a decorações do meu apartamento. Embora nenhum dos itens era verdadeiramente necessário, eu reconheci que eu não me arrependeria de investir em um casaco novo, mas poderia ignorar novas decorações. Sem dar um tempo para avaliar sobre a decisão, teria sido fácil comprar ambos”, explica.

    Elimine os itens comprados por impulso

    Ela explica que é muito fácil comprar coisas por impulso. Quando você passeia em lojas de departamento e se depara com uma promoção, por exemplo, muitas vezes acaba comprando no “calor do momento”, com medo de perder uma ótima “oportunidade”. O problema é que em grande parte das vezes estes itens não são realmente necessários e gastamos um dinheiro que poderia estar sendo destinado para coisas mais úteis.

    Por isso, uma dica que Martin dá é “nunca entrar em uma loja sem rumo”, ou seja, sempre entre com uma lista em mãos ou tendo em mente o que vai comprar. “Assim, a compra é mais rápida e eficiente”.

    Em vez de vaguear nos corredores após buscas aleatórias, vá diretamente no que precisa de forma objetiva. “Depois que adotei esse novo plano financeiro, nunca mais saí de uma loja na dúvida se tinha ou não que ter pego um esmalte novo polonês ou uma faca específica para cortar abacates, porque eu sei que não preciso de coisas assim”, conta.

    Escrever listas e ficar revendo os itens pode parecer uma tarefa estranha quando você só precisa comprar uma pasta de dente no supermercado. “Mas quando você é forçado a monitorar para onde seu dinheiro está indo, ele transforma cada uso do cartão de débito ou crédito um momento de reflexão para avaliar se é mesmo necessário adquirir o item”, explica Martin.

    Até o próximo post.

    Convidados

    Os 10 destinos mais procurados e baratos para o Carnaval

    17 de fevereiro de 2017

    O website PassagensAereas.com.br selecionou as cidades brasileiras mais populares e baratas no Carnaval 2017.

    Quanto lhe custa o seu carnaval?

    Os 10 destinos mais procurados para o Carnaval; confira preços das passagens

    Em 2017 o destino brasileiro mais procurado para o Carnaval é o Rio de Janeiro, conforme apurado pelo portal PassagensAereas.com.br, o qual selecionou as 10 cidades mais buscadas no site para o feriado.
    Em segundo lugar aparece São Paulo, seguido por Brasília e Belo Horizonte. De acordo com Patrick Nogueira, CEO do site de pesquisas de passagens aéreas, a busca por cidades com os “bloquinhos”, o Carnaval de rua, é a principal tendência deste ano. “Cidades como Brasília, Belo Horizonte e São Paulo, que concentram grandes festas de rua gratuitas, têm atraído mais turistas. Isso ocorre porque o viajante tem procurado maior economia e opções mais variadas de lazer”.

    A lista pouco se alterou do Carnaval de 2016 para o deste ano. O top 3 continua sendo Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília, em 1°, 2° e 3 °, respectivamente. Belo Horizonte subiu uma posição e Recife subiu duas. Em relação aos preços, a média geral das passagens desses destinos é de R$ 698.

    Para aqueles que ainda não compraram as passagens, Nogueira afirma que ainda dá tempo de encontrar preço bons. “A maioria das promoções de passagens aéreas aparecem a partir de 30 dias antes do embarque, indo até poucas horas que antecedem o voo. Por isso, é preciso selecionar os destinos desejados e buscar pelos descontos”, diz o CEO.

    Veja abaixo quais as cidades mais procuradas para o Carnaval 2017:

    Destinos Média de preços das passagens
    1. Rio de Janeiro R$ 817
    2. São Paulo R$ 538
    3. Brasília R$ 456
    4. Belo Horizonte R$ 603
    5. Curitiba R$ 485
    6.Salvador R$ 1,584
    7. Porto Alegre R$ 821
    8. Recife R$ 1,448
    9. Goiânia R$ 566
    10. Cuiabá R$ 573

    Até o próximo post, feliz carnaval, bom feriado e bom descanso.