‘Multiclick Brasil’ Articles at Defenda Seu Dinheiro

Browsing Tag: multiclick brasil

    Geral

    Questão para reflexão: Hinode é pirâmide financeira?

    26 de Abril de 2016

    APENAS UMA QUESTÃO PARA REFLEXÃO com base na liberdade de expressão * e estudos de outros sites os quais são referenciados no transcorrer deste post:

    – Afinal de contas, Hinode é mais um esquema de pirâmide igual tantos outros que surgiram na história recente da internet brasileira?

    *Liberdade de expressão é o direito de qualquer indivíduo manifestar, livremente, opiniões, ideias e pensamentos pessoais sem medo de retaliação ou censura por parte do governo ou de outros membros da sociedade. É um conceito fundamental nas democracias modernas nas quais a censura não tem respaldo moral.

    Conferir também http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituicao.htm

    Com o número de pessoas desinformadas e desempregadas no mercado, as pirâmides financeiras não param de crescer, claro que para isto elas precisam disfarçar, fingir que tem um bom produto ou que são um MMN (Marketing Multinível). Alguns relatos de lesados pela Hinode no Reclame Aqui são de arrepiar, como um ao informar que só pelo fato de “para iniciar, vamos localizar o seu patrocinador”. Algo que já demonstra que o sistema é uma pirâmide e o pior, a ganância dos incautos que caem nela, a maioria são pessoas “desprovidas de recursos”, isto implica em ser enganadas pelos que se acham mais espertos.

    Além disto ocorre muita falta de “produtos” e tantas outras reclamações. Infelizmente esse é o nosso Brasil. Finaliza o usuário no Reclame Aqui.

    Em uma História comum em várias empresas de MMN o blog Diga não a Hinode descreve uma boa historinha de um ex-consultor da Herbalife, a qual se aplica a outras empresas, como a Hinode, a qual usam esse modelo de fazer com que o “consultor” acredite que vai ficar rico. Acordem: o que sustenta a Hinode são os consultores, pagando para se ativar e pagando para frequentar eventos!

    No portal Gazeta Online através do artigo Lista de pirâmides não para de crescer também é listado a Hinode e um outro tanto de empresas que servem de exemplo para demonstrar a internet como um terreno fértil para o alastramento das pirâmides financeiras. A maioria usa a roupagem do marketing multinível para mascarar o golpe, esses negócios têm feito milhões de adeptos e provocado prejuízos ainda incalculáveis à economia nacional. A situação é tão preocupante que o governo federal deve tomar, em breve, medidas severas para combater os fraudadores e impedir que novas propostas perigosas nasçam e façam ainda mais vítimas.

    Não deixem de conferir, pois são muitos negócios de “marketing multinível” que prometem lucro alto:

    Lista de pirâmides não para de crescer

    estelionato-artigo-171

    Até mais e não seja o incauto da vez!!!

    Geral

    Brasil: Os maiores golpes dos últimos tempos

    23 de outubro de 2015

    Na história recente do Brasil tivemos vários golpes. Os fraudadores usaram as mais diversas técnicas para tirar dinheiros dos gananciosos e incautos.

    Confira alguns posts sobre o assunto a seguir:

    Leia também:

    Os 10 maiores golpes da história
    http://ogatoninja.blogspot.com.br/2013/03/os-10-maiores-golpes-da-historia.html
    Charles Ponzi, Carlo Ponzi, Esquema Ponzi

    Até o próximo post.

    Geral

    System Global, nova pirâmide na praça?

    4 de Março de 2015

    Conheça Black List MMN e confira as 164 supostas Pirâmides Financeiras em atuação e bloqueadas no Brasil e no Mundo. Fiquem Atentos ao risco de novos golpes, enquanto não se define uma legislação específica para tratar sobre o tema, acrealerta iniciou um levantamento acerca das supostas fraudes e lança a Black List das supostas pirâmides financeiras promovidas no Brasil e no mundo.

    Esta lista permanecerá on line e será constantemente atualizada, como forma de orientar possíveis investidores sobre os riscos. Veja no link a seguir:

    – Black List MMN

    O que caracteriza uma pirâmide financeira

    http://exame.abril.com.br/topicos/piramides-financeiras

    Até o próximo post.

    Geral

    Nova derrota aos golpistas do TelexFree

    25 de junho de 2013

    Mais uma derrota foi imposta ao TelexFree em solo brasileiro.
    Vale a pena conferir a reportagem a seguir:

     

    Telexfree é derrotada e continua impedida de fazer pagamentos e novos cadastros
    Tribunal de Justiça do Acre negou recurso da empresa, que pode recorrer em até 5 dias
    24/06/2013 17:46:45 – Atualizada às 24/06/2013 19:49:04

    O Tribunal de Justiça do Acre decidiu manter bloqueados os pagamentos da Telexfree, bem como a adesão de novos divulgadores ao sistema. A decisão é do desembargador Samoel Evangelista, da 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC) e vale para todo o Brasil, bem como para o exterior.

    O bloqueio havia sido determinado no último dia 18 pela juíza da 2ª Vara Cível de Rio Branco (AC), Thaís Queiroz Borges de Oliveira Abou Khalil, que também tornou indisponíveis os bens de Carlos Costa e Carlos Wanzeler, sócios da Ympactus Comercial LTDA, razão social da Telexfree.

    A suspeita é que a empresa tenha montado um sistema de pirâmide financeira, e não um negócio de venda de pacotes de telefonia via internet (VoIP, na sigla em inglês) por meio de marketing multinível, como se apresenta.

    O desembargador Evangelista recebeu o recurso da empresa e dos seus sócios no último dia 20. Nesta segunda-feira (24), o magistrado manteve na íntegra a decisão de primeira instância.

    A Telexfree tem cinco dias para apresentar um novo recurso e levar o caso ao colegiado da 2ª Câmara Cível.

    Procurados, os advogados da Telexfree não comentaram até o momento. Na página da empresa em uma rede social, um comunicado afirma que “o mais breve possível tudo estará normalizado”.

    A decisão ocorre no mesmo dia em que a Mapfre negou que a Telexfree a tivesse contratado para oferecer seguro aos seus divulgadores . A informação havia sido prestada por Carlos Costa por meio de um vídeo, mas foi desmentida em nota pela seguradora.

    Em entrevista exclusiva ao iG em março, Costa afirmou que a empresa tinha mais de 450 mil associados. Seu advogado, Horst Fuchs, falava em 600 mil. Ambos sempre negaram qualquer irregularidades.

    ‘Poderá ser o maior golpe da história do Brasil’

    O bloqueio dos pagamentos e cadastros atende a um pedido do Ministério Público do Acre (MP-AC), que considera a Telexfree como possivelmente “o maior golpe da história do Brasil”, segundo a decisão de primeira instância.

    O argumento do órgão é que, em vez de depender da venda dos pacotes VoIP, o lucro da empresa e de seus promotores – chamados de divulgadores – depende sobretudo da entrada de novos integrantes, como numa pirâmide financeira.

    Segundo a juíza Thaís Kalil, é vantajoso para os promotores tentarem cadastrar outros divulgadores na rede do que efetivamente tentar vender o produto VoIP.

    “A questão é que, muito provavelmente, quando esgotada a principal fonte de receita do grupo (novos cadastramentos), muitos não terão oportunidade sequer de recuperar o investimento inicial (mínimo de US$ 339), ai então se começará a falar em prejuízo”, escreveu a juíza.

    No recurso, os advogados da empresa afirmaram que a decisão causava o “calote institucionalizado” e que o fim de novos cadastros irá resultar no fim da Telexfree.

    Entenda o caso
    Telexfree é o nome fantasia da Ympactus Comercial Ltda., do Espírito Santo, braço brasileiro da Telexfree Inc., fundada em 2002 nos Estados Unidos por Carlos Wanzeler e James Merril. A venda dos pacotes VoIP, segundo a empresa, ocorre no sistema de marketing multinível, e os interessados também podem lucrar por meio da publicação de propaganda na internet e da captação de novos divulgadores para a rede.

    A Ympactus passou a ser investigada depois que serviços de proteção ao consumidor (Procons) de diversos estados relataram um número elevado de consultas sobre o sistema Telexfree. No Mato Grosso, houve casos de pessoas que venderam carros e joias para investir no negócio, disse, em março, o procurador-geral do estado, Paulo Prado.

    Impulsionados pelos Procons, os ministérios da Justiça e da Fazenda fizeram uma análise da Telexfree. Em março, a Secretaria de Acompanhamento Econômico anunciou que o modelo de negócio não era “sustentável” e se assemelhava a um esquema de pirâmide financeira.

    Também em março, o iG ? mostrou que, nos EUA, a Telexfree havia contratado Gerald P. Nehra, um advogado com experiência em casos de pirâmide , para rever o modelo de negócios praticado no mercado americano.
    economia.ig.com.br/2013-06-24/telexfree-e-derrotada-e-continua-impedida-de-fazer-pagamentos-e-novos-cadastros.html

     

    A CVM está atenta a esta movimentação do mercado e publicou um guia com orientação para os investidores para identificar e se proteger desses golpes financeiros. A íntegra do guia da CVM você pode ler clicando no link abaixo:
    Boletim de Proteção do Consumidor/Investidor CVM/DPDC

    Leia também:

    Até o próximo post.

    Geral

    Cuidado com o golpe do TELEXFREE !!!

    4 de Maio de 2013

    Até o Ministério da Fazenda, por meio Secretaria de Acompanhamento Econômico, foi obrigada a emitir uma nota em março/2013, para esclarecer que isto é um golpe, crime contra a economia popular. E isto foi feito de forma oficial, mas ainda se vê gente querendo aplicar este golpe por aí!
    Cuidado com os golpistas minha gente!
    GOLPISTAS DO TELEXFREE

    Um ótimo post sobre o assunto segue abaixo:

    TelexFree é o maior golpe online da atualidade
    15 de março de 2013

    Leiam também:

    Telexfree funciona ou é fraude?
    Publicado em 25.02.2013 por Rafael Seabra

    Até o próximo post.