JG Administração de Recursos: CVM suspende oferta de fundos de investimento sem autorização e impõe multa
Convidados

JG Administração de Recursos: CVM suspende oferta de fundos de investimento sem autorização e impõe multa

12 de abril de 2017

CVM suspende JG Administração de Recursos

Tais fundos ofertados não estavam registrados na CVM!

A Comissão de Valores Mobiliários fez um alerta nesta quarta-feira (12) sobre a atuação irregular no mercado financeiro da JG Administração de Recursos e de seus sócios Lincoln Rodrigues Castello Branco e Igor Moniz de Aragão Tramontano. Nenhum deles tinha autorização prévia para atuar e os fundos ofertados não estavam registrados na CVM.

A CVM explicou que nenhum deles está autorizado a exercer a atividade de administração de carteiras e distribuição de valores mobiliários e decidiu pela suspensão da oferta de investimentos em cotas de fundos ofertados pela empresa. Também deve ser interrompida a veiculação nacional de qualquer oferta dos serviços.

Se não cumprirem a determinação, os sócios da JG Administração terão que pagar multa diária, e individual, de R$ 5.000.

Confira a seguir os fundos que a JG Administração ofertava:

– Evolution I FIP Fundo de Investimento em Participações

– Evolution II FIP Fundo de Investimento em Participações

– Winnwer FIPE – Fundo de Investimento em Participações

infomoney.com.br/onde-investir/fundos-de-investimento/noticia/6352637/cvm-suspende-oferta-fundos-investimento-sem-autorizacao-impoe-multa

5 Comments

  • Reply Juarez Machado 12 de agosto de 2017 at 16:00

    Apesar do comunicado da CVM ao mercado, soube que Lincoln Rodrigues Castello Branco e Igor MOniz de Aragao Tramontno continuam enganando as pessoas vendendo sonhos de fundos e creditos inidoneos para os desavisados. Uma hora destas encontrarão seu destino que deverá ser uma cela bem gelada.

  • Reply HILTON PEREIRA 16 de abril de 2017 at 10:28

    Devemos lembrar que nosso querido Brasil está mudando e este tipo de atitude dos seguidores e pregadores da “Lei do Gerson” será ceifada ! “A mentira só dura enquanto a verdade não chega” Esta leniência, este entendimento da impunidade, como se fizesse parte da cultura, devia morrer, acabar e ser extirpado pela raiz. Sem dó.

  • Reply Juarez Machado 14 de abril de 2017 at 22:35

    Pelo visto este tal de Lincoln acredita piamente na Lei do Gerson, na Impunidade, na Morosidade do judiciário e na Vergonha por parte dos Lesados em denunciar suas práticas. Tudo isto dando aos seus comparsas, um ilusório poder de emissão de moeda sem o respectivo lastro, poder esse, que não seria demasiado afirmar, de causar arrepios ao próprio BANCO CENTRAL DO BRASIL e a CASA DA MOEDA, pois, pode-se dizer que estamos diante de uma moeda com efeito multiplicador de fazer inveja a mais solida das instituições financeiras, isso tudo levando em consideração alguns valores de aquisição de credito declarados e a utilização desses direitos creditórios para compensação de tributos, garantias bancárias e incorporação de ativos de empresas. Podemos verificar o Parecer SJU 081-23.10.81 da CVM datado de 23/10/1981 que Lincoln é um “Esperto” no Mercado Mobiliário com ampla experiência em sua profissão de ludibriar incautos.

  • Leave a Reply

    CAPTCHA *