Gestão financeira: Os 4 erros mais comuns e como evitá-los

A gestão financeira consiste na aplicação de técnicas e no uso de ferramentas que ajudam a controlar as finanças do negócio. É ela quem diagnostica a situação atual da empresa e é quem dá direcionamento para que sua empresa atinja os objetivos desejados. Sem uma boa gestão financeira, fica difícil garantir a segurança e robustez do seu empreendimento.

Mulher usando macbook

Nesse caminho para o sucesso há alguns erros que representam riscos para a empresa e que devem ser evitados. Conheça os 4 erros mais comuns da gestão financeira e como você pode evitar que eles aconteçam na sua empresa.

Falta de Controle de Estoque
Não ter um produto em estoque e assim perder vendas pode parecer a pior opção em caso de falta de controle de estoque.

Mas ter uma quantidade muito grande de produtos também é pouco desejado: dessa forma você acaba desperdiçando dinheiro na compra de produtos e no espaço de armazenamento.

Tanto dinheiro quanto espaço são recursos preciosos que você poderia estar usando de forma mais eficaz, investindo em outras áreas do seu negócio.

Como evitar: Calcular estoque ideal; escolher um método de controle de saída e entrada de mercadorias; manter inventários atualizados.

Misturar Finanças Pessoais e Empresariais
Em empresas pequenas e médias (PMEs), um dos erros mais comuns é a dificuldade de separar o que é dinheiro da empresa e o que é dinheiro dos sócios.

Essa prática prejudica aspectos como a análise de custos e lucro da empresa, além de ser uma causa de conflito em potencial entre os donos do negócio.

Como evitar: Criar uma conta separada para a empresa e usá-la somente para gastos relacionados ao negócio.

Fluxo de Caixa Defasado
O fluxo de caixa nada mais é do que o registro de todas as movimentações financeiras da sua empresa.

Quanto dinheiro entrou, qual sua origem; quanto dinheiro saiu, com o que foi gasto. Por isso, é importante que ele seja feito diariamente ou de maneira automática.

Quando essas informações não estão disponíveis a gestão é prejudicada, já que os tomadores de decisão não terão uma visão real da situação financeira da empresa.

Como evitar: atualizar o fluxo de caixa diariamente ou em tempo real.

Estabelecer Preços com Base no Concorrente
O seu produto precisa ser competitivo no mercado e olhar como estão os valores cobrados por seus competidores é uma forma de medir isso.

Mas você não pode usar este como fator determinante ao definir o quanto cobrar pelo produto comercializado. O valor cobrado pela concorrência deve ser um entre vários fatores que irão determinar o quanto cobrar.

Como evitar: Precisar quanto dinheiro é gasto na produção, calcular margem de lucro, calcular o quanto de desconto você pode oferecer sem comprometer seu caixa.

Mesmo fazendo uma boa gestão financeira, é muito comum que empresas precisem de capital para expandir seus negócios ou mesmo de capital de giro para cobrir os gastos de um pedido grande.

A Nexoos, especialista em soluções financeiras para o pequeno e médio empresário brasileiro usa um modelo inovador para que você não pague as taxas abusivas praticadas pelos bancos. Para fazer uma simulação grátis, clique aqui.

Leave a Reply

CAPTCHA *