Entrevista: Comprar imóvel não faz sentido
Geral

Entrevista: Comprar imóvel não faz sentido

7 de novembro de 2016

Existem razões comuns pelas quais as pessoas compram imóveis, mas uma investidora canadense vem detonando quem investe neste tipo de negócio. Comprar uma casa pode ser o sonho de muitas pessoas, pois é símbolo de status e segurança, além de significar uma vida mais estável e tranquila, porém a canadense Kristy do Millenial Revolution discorda disto piamente. Ao se tornar milionária, ela decidiu não comprar uma casa própria e investiu seu dinheiro. Na entrevista abaixo ela contou mais sobre seus projetos, interesses e investimentos:

Ficam com raiva quando mostro que comprar imóvel não faz sentido, diz blogueira milionária

De acordo com ela, suas aplicações atualmente estão focadas em ETFs (Exchange Traded Funds) sendo 60% em fundos de índice de ações e 40% em fundos de índice de renda fixa. Esse tipo de investimento é bastante recomendado para quem pensa em aplicar no longo prazo, uma vez que eles permitem uma boa diversificação ao investidor.

Kristy conta que a maior parte da reação das pessoas quando conta que não pensa em comprar uma casa é de descrença e raiva. “Ficam com raiva quando mostro que comprar imóvel não faz sentido. Eles continuam a insistir que nós faríamos mais dinheiro se comprássemos uma casa ao invés de viver de aluguel e investir. Nós respondemos mostrando que a matemática mostra outra realidade”, comenta.

Atualmente, financeiramente independente, a blogueira conta que ela e seu marido trabalham voluntariamente enquanto viajam o mundo. Assim, podem escolher trabalhar naquilo que estão interessados ao invés de correr atrás de um salário. “É uma diferença enorme das longas e estressantes horas que tínhamos quando trabalhávamos. Estamos muito felizes e sem arrependimentos”, atesta.

Ainda em relação a seus investimentos, Kristy comenta que para se proteger de cenários de crise, como o que o Brasil vive atualmente, ela tenta denominar boa parte de seus investimentos em dólar e diversificar em índices americanos. “Assim evitamos o viés do país natal”, assegura a blogueira.

Sobre dividir sua trajetória na internet, ela conta que encontrou muitos “haters” que criticaram suas decisões, mas também muita gente veio agradecer. “No geral tem sido uma experiência positiva dividir conhecimento sobre investimentos online”, crava.
infomoney.com.br/onde-investir/fundos-de-investimento/noticia/5610127/ficam-com-raiva-quando-mostro-que-comprar-imovel-nao-faz

Até mais minha nobre e querida gentém!

1 Comment

  • Reply Cleiton Oliveira 8 de novembro de 2016 at 08:31

    O nome de um dos maiores programas já diz tudo “Minha Casa Minha Vida”. A compra prematura da casa e do carro pode deixar a conquista da independência financeira muita mais longe.

    Por isso, segui o mesmo caminho Kristy, moro de aluguel e alcancei a independência financeira, porém, utilizo o imóvel como fonte de renda.

    Um grande Abraços

  • Leave a Reply

    CAPTCHA *