‘Seguro’ Articles at Defenda Seu Dinheiro

Browsing Tag: seguro

    Convidados

    Por que um seguro residencial pode te ajudar a poupar dinheiro?

    11 de setembro de 2017

    seguro-residencial-ajuda-a-poupar-dinheiro

    No Brasil, quando se fala em seguro, muita gente já lembra do seguro auto. Não é de se estranhar, já que o brasileiro é apaixonado por carros e um seguro nesse caso é indispensável. O que acontece também é que a maioria das pessoas nem pensa em fazer um seguro residencial e proteger a própria casa, por acreditar que deve custar caro.

    A boa notícia é que o preço de um seguro residencial não é calculado do mesmo jeito que um seguro auto, por isso sai bem mais em conta. Separamos algumas dicas sobre seguro de casa e por que você pode economizar uma grana investindo em um. Olha só:

    1 – Você recebe uma indenização em caso de roubo, furto ou acidentes

    O primeiro motivo que faz do seguro residencial um ótimo investimento é que se acontecer alguma coisa com sua casa ou com alguns dos seus bens, você conta com uma ajuda para cobrir o prejuízo.

    Existem coberturas para roubo e furto, incêndios, vendavais, queda de raios e muito mais. Assim, se alguém entrar na sua casa e levar alguma coisa ou até se a sua televisão queimar durante uma tempestade, você pode acionar o seguro e receber o valor dos itens de volta.

    2 – Você conta com assistências e economiza com mão de obra

    Quando você contrata um seguro residencial, geralmente tem alguns serviços à sua disposição, como encanador, eletricista, chaveiro e vidraceiro. Isso quer dizer que, em uma emergência, você pode acionar o seguro e o profissional vai até sua casa. Assim, você poupa o custo da mão de obra que, se contratado de forma avulsa, poderia sair bem salgado.

    Alguns seguros ainda oferecem assistências para facilitar o dia a dia, como troca de telhas, limpeza de caixa d’água, organização de móveis, revisão elétrica, instalação de olho mágico e muito mais. Isso pode significar uma grande economia de tempo e dinheiro, além de garantir a sua segurança e da sua família.

    3 – Você define o valor que deseja segurar

    Na hora de contratar o seguro da sua casa ou do seu apartamento, você é quem declara qual o valor máximo que vai receber pelas coberturas. Assim você tem um controle maior sobre quanto vai pagar pelo seguro.

    Com essas dicas, dá pra ver que vale a pena proteger sua casa, né? Mas é importante lembrar que, se você deseja investir em um seguro residencial, é preciso pesquisar bastante até encontrar o pacote ideal para as suas necessidades. Assim você paga só o necessário e não fica na mão.

    Geral

    Brasileiros dão pouca atenção ao gerenciamento de risco no planejamento financeiro

    22 de dezembro de 2016

    Para melhorar o planejamento financeiro, especialistas em finanças pessoais indicam que estratégia de sucesso passa pela proteção ao patrimônio.

    Temer anuncia que trabalhadores poderão sacar todo o FGTS de contas inativas

    O mercado de seguros movimenta centenas de bilhões de reais por ano. São diversos os produtos e serviços que protegem contra determinados eventos e estes são oferecidos a milhares de brasileiros, mas chama a atenção o fato de que parcela relativamente pequena da população se protege contra acidentes ou situações que podem afetar significativamente, em vida, a saúde financeira do segurado e da sua família.

    O seguro de vida, um dos produtos pertencentes ao ramo de seguros de pessoas, representa apenas 9% de um mercado que soma arrecadação de R$ 365 bilhões. Este é um dos segmentos de menor arrecadação: 40% do volume é destinado aos planos de saúde, 26% para a previdência, 10% para ramos elementares – o que inclui seguro habitacional, rural, patrimonial, DPVAT, entre outros –, 9% para automóveis e outros 6% para os produtos de capitalização. Os dados têm como fontes a Susep e a ANS e fazem referência a 2015.

    Para saber sobre o assunto, acesse o artigo a seguir:

    Brasileiro dá pouca atenção ao gerenciamento de risco no planejamento financeiro

    Veja também:

    Seguro residencial é caro e vale à pena?

    Convidados

    Seguro residencial é caro e vale à pena?

    3 de maio de 2016

    A maioria das pessoas aqui no Brasil, principalmente aquelas que possuem carro, conhecem um seguro auto. O produto, bastante contratado no país, visa proteger o veículo contra os principais riscos que ele corre (como roubo, furto, colisão, quebra de vidros e outros).

    Para quem contrata um seguro de carro, pagar 5% do valor do veículo no seguro é um bom preço. Por exemplo, para um carro que custa 30 mil reais, pagar 1.500 no seguro é um preço justo. Porém, quando falamos de seguro residencial a precificação muda completamente! E, por associar o seguro auto ao residencial, muitas pessoas acabam não conhecendo melhor o produto.

    A conta não é igual ao de um seguro auto. Se a conta fosse a mesma, para uma casa de 500 mil reais, o seguro ficaria 25 mil reais. Muito caro, não?

    Diferente do seguro de carro, os preços do seguro de casa/apartamento geralmente não passam de 0,4% do valor do imóvel. Alguns chegam a 1%, mas somente em caso de coberturas especiais como cobertura de tacos de golfe e cobertura para obras de arte (o que faz sentido já que cobrirá bens de alto valor!). Voltando ao exemplo: um imóvel que custa 500 mil reais, teria o seguro com preço de, em média 800 reais. Um preço honesto para proteger o seu lar doce lar.

    O seguro residencial também tem uma diferença do seguro auto: você declara o valor que você deseja segurar. Isso é ótimo, por exemplo, para pessoas que moram de aluguel e querem proteger somente pertences localizados dentro da casa.

    Além disso, as coberturas de um seguro residencial irão proteger sua casa contra os principais riscos: roubo, furto, danos elétricos, raio, incêndio, vendaval, granizo e tantos outros que podem acontecer a qualquer momento. Sem contar que o segurado conta com assistências 24 horas que irão facilitar muito o dia a dia!

    Como qualquer outra decisão de comprar, contratar um seguro de casa necessita estudo, pesquisa e planejamento. O preço precisa caber no bolso e você deve contratar apenas o que realmente irá usar e incluir nas coberturas apenas seus riscos reais. Por exemplo, se você morar em apartamento, nada de investir em cobertura para área externa, certo?

    Então, se você procura mais tranquilidade para sua família dentro de casa, saiba que um seguro de casa pode ser útil. Estude suas necessidades e orçamento e veja se é ou não uma boa opção para você! 😀

    seguro de casa, seguro residencial

    Convidados

    Escolhendo um seguro de carro de forma consciente

    14 de outubro de 2015

    mao-carro-vermelho

    Comprou um carro e quer ter mais tranquilidade ao andar com ele ou estacionar em lugares arriscados? Esse com certeza é o desejo de quase todos os motoristas, porém para conseguir isso é preciso contar com um seguro auto, uma vez que depender apenas da segurança pública no Brasil pode não garantir bons resultados.

    Mas na hora de escolher o seguro, muita gente acaba ficando na dúvida do que ele precisa ter, como contratar, entre outras questões. E essas dúvidas podem fazer com o que era para trazer tranquilidade se torne dor de cabeça, por isso veja algumas coisas que precisam ser levadas em consideração na hora da escolha para você contratar o melhor seguro auto por um preço justo.

    1 – Pesquise sempre

    Essa dica, por mais que pareça “batida”, ainda é muito útil. Não adianta contratar a primeira opção que aparecer na sua frente, até porque o arrependimento pode bater depois. Por isso, pesquise em pelo menos três empresas diferentes para que se possa começar a escolher.

    Essa pesquisa pode ser feita indo até as seguradoras, por meio de corretores ou por sites especializados. Não importa a forma, mas sim poder ter diversas opções para escolher e poder comparar.

    2 – Analise as suas necessidades

    Se você vai comprar um seguro, deve saber do que precisa, então veja quais serão as coberturas que precisa. Algumas pessoas acabam optando apenas por um seguro contra roubos e furtos, outras já preferem acrescentar também colisões e outras querem todas as existentes.

    Nesse caso não é uma questão de querer, mas sim do que irá precisar. Roubos, furtos e colisões normalmente são os itens que mais preocupam os motoristas e, por isso, muitas seguradoras as colocam como básicas, então pense com cuidado se precisará de mais alguma além delas.

    casal-carros-amarelo-azul

    3 – Estude as condições de pagamento

    O preço é um fator preocupante porque acaba pesando no orçamento e por isso merece mais atenção. As seguradoras costumam apresentar um valor, porém esses muitas vezes podem ser reduzidos um pouco com alguma conversa e negociação. Nunca aceite de cara a primeira proposta apresentada.

    Outro ponto é como esse valor será pago porque pagar o valor do prêmio à vista pode garantir um desconto maior do que parcelando. Se tiver condições de pagar de uma única vez e o desconto for bom, invista nessa opção, mas se esse não for o caso, tente reduzir o número de parcelas para garantir um desconto. Normalmente, quanto menor o número de parcelas, o desconto aumenta e, em alguns casos, pode-se conseguir o mesmo valor que se pagaria à vista.

    4 – Leia a apólice

    Por mais que o corretor tenha passado todas as informações sobre o seguro, é importante ler se a apólice realmente está descrevendo todas elas. Isso porque o “boca a boca” não tem nenhuma validade legal. Somente a apólice poderá garantir seus diretos e assegurar as coberturas para o veículo. Então leia com atenção e, se for o caso, peça para levar para casa e ler com calma. Só assine depois de estar tudo certo.

    Com mais atenção você consegue contratar um bom seguro e pagar um preço justo fazendo a melhor contratação.

    Convidados

    Quanto o seu carro te custa por ano?

    17 de setembro de 2015

    Ter um carro é muito bom, não? A liberdade de ir e vir de estar com uma maior sensação de conforto diante do trânsito e engarrafamento das grandes cidades, de poder ir aonde quiser a qualquer instante… enfim, um universo de coisas positivas. Contudo, ter um carro custa caro. Assim como o ditado “Ter um carro é outra família” diz, um veículo custa caro. Manutenção, seguro, impostos, combustível e uma série de outros gastos. Contudo, se planejar direitinho dá para fazer tudo e ainda não ficar com a conta negativa. Por isso, a BemMaisSeguro, corretora que oferece seguro para carros com valor mais baixo que o mercado, preparou um infográfico que vai ajudar a colocar tudo na ponta do lápis e poder organizar melhor.

    Confira a seguir:

    Quanto custa para manter um automóvel

    Até o próximo post.

    Geral

    Como economizar no plano médico e odontológico?

    2 de setembro de 2015

    Como economizar no plano de saúde?
    Seguem algumas dicas para encontrar um bom plano de saúde, além de economizar nos gastos com saúde:

    • Pesquisar e tirar dúvidas antes de contratar um plano de saúde, tanto com o corretor de seguros, como diretamente com a operadora, além de parentes, amigos, colegas e conhecidos.
      Ter referências nunca é demais;
    • Verificar a rede referenciada. Isto ajuda você a escolher um plano que realmente atenda suas necessidades e que realmente vai te ajudar em momentos de emergência;
    • Avaliar quais são as coberturas do seu convênio médico e odontológico. Caso você ou alguém da sua família tenha histórico de um determinado tipo de doença pode valer contratar um plano um pouco mais caro, mas que cubra exames e tratamento que possam ser necessários;
    • Confira reportagem publicada no site do jornal Folha de São Paulo onde mostra que algumas operadoras estão oferecendo descontos no preço de plano de saúde e prêmios para os usuários que participam de programas de prevenção de doenças e de promoção à saúde.
      Uma das possibilidades seria o usuário perder peso, fazer exercícios e ter hábitos saudáveis. Para ganhar o desconto é necessário que o cliente vá em consultas, participe de palestras e submeter-se a avaliações periódicas.
      Este tipo de cuidado ajuda a reduzir os custos para as operadoras de planos de saúde e ainda faz com que os clientes tenham uma vida mais saudável, assim ocorrem menos problemas com diabetes, hipertensão e outras doenças associadas a obesidade.
    • Se for possível, faça um plano empresarial, pois geralmente ele abrange os demais membros da família e acaba-se pagando uma taxa reduzida que é descontada diretamente em sua folha de pagamento. Vale lembrar que neste caso é importante ter informações na empresa sobre os custos adicionais que poderá ter ao utilizar o plano;
    • Tenha muito cuidado para não contratar serviços de uma empresa em dificuldade financeira.
      Veja os casos da Imbra e Unimed Paulistana, apenas para citar alguns:

      – 17/10/2010 21h51 – Atualizado em 17/10/2010 22h12
      Clientes da Imbra não sabem o que fazer; empresa disponibiliza telefone
      Interessados podem ligar para (11) 3867-5750 para reaver seus prontuários.
      Empresa tem uma dívida de R$ 221 milhões e pediu falência.

      – 02/09/2015 12:22
      Unimed Paulistana quebra e ANS exige troca de gestor

    • Como economizar no plano de saúde?

      tacerto.com/guia/saude/noticias-sobre-saude/como-economizar-no-plano-de-saude

      Até o próximo post.

    Convidados

    5 Maneiras de economizar tendo um seguro auto

    27 de julho de 2015

    Você trabalhou, pesquisou, juntou um dinheiro e finalmente conseguiu comprar o carro que tanto queria. E não seria nada bacana se, no primeiro mês de uso, você batesse ele em um poste, furtassem as rodas ou roubassem ele, não é?

    De fato, ninguém quer passar por estas situações, mas infelizmente elas acontecem. Para que esse riscos e tantos outros que o carro está exposto não sejam tão prejudiciais, é recomendável você ter um seguro auto. Assim, caso algum acidente ou imprevisto aconteça, você poderá contar com a seguradora para te ajudar e ressarcir o valor e bens materiais perdidos.

    Além disso, tendo um seguro auto você economizará alguns gastos com o automóvel, já que contará com:

    ·       Assistência em caso de colisão

    Em caso de colisão, o seguro cobrirá o valor do que foi danificado no seu carro. O valor que será coberto dependerá da classificação do dano, se for total ou parcial, e do valor da franquia contratada.

    Mas, em casos de grandes perdas, quando o valor do conserto ultrapasse 75% do valor do carro, a famosa perda total, você receberá o valor completo do veículo como consta na tabela FIPE.

     

    ·         Problemas mecânicos

    Você está indo trabalhar em mais uma terça-feira quando percebe que a direção hidráulica está muito pesada. E agora, o que fazer?

    Se você tiver seguro, fique tranquilo: basta entrar em contato com a sua seguradora e ela te indicará uma mecânica próxima para o estado do veículo seja verificado.

    ·         Guincho

    Caso o seu carro pare de funcionar no meio da estrada, naquela viagem tão esperada, a sua seguradora será sua melhor amiga. Se você incluir na opção do seu seguro o serviço de guincho, ele chegará para te salvar, sem custos a mais.

     

    ·         Carro reserva

    O carro quebrou e vai ficar 2 semanas na oficina mecânica. Não se preocupe: você receberá da seguradora um carro reserva para utilizar nesse período.

    ·         Danos a terceiros

    Acidentes acontecem, infelizmente. Imagine se você atropelar um médico, ele quebrar a perna e ficar 5 meses sem trabalhar.

    Provavelmente, a indenização que você deverá pagar a ele ficará bem alta. Já se você tem um seguro auto, ele cobrirá essa quantia. Além de não se preocupar com esse dinheiro, você dormirá mas tranquilo, já que terá certeza que o médico será indenizado.

    Existem diversas maneiras de economizar tendo um seguro auto.

    Se você fizer as contas, vale a pena se precaver contra os imprevistos do dia-a-dia e ter a certeza da assistência. Quer cotar um seguro para o seu carro gratuitamente?

    Existem corretoras de seguro online que comparam o preço das melhores seguradoras do Brasil, como a Bidu Corretora, sem custos.

    Defenda seu dinheiro e faça uma cotação de seguro auto, você economizará tendo um seguro para o seu veículo!

    porquinho de poupança