‘ST’ Articles at Defenda Seu Dinheiro

Browsing Tag: ST

    Geral

    Planilha para gerenciamento de risco na bolsa de valores

    8 de Fevereiro de 2017

    gerenciamento-de-risco-na-bolsa-de-valores

    Para quem tem o hábito de comprar e vender ações, minicontratos ou opções na Bolsa de Valores, não pode perder essa oportunidade. O analista de mercado financeiro André Moraes fez um kit imprescindível para você gerenciar o risco de suas operações Swing Trade. O arquivo zipado contém uma planilha de gerenciamento de risco e uma lista de ativos que o próprio analista usa nas operações e recomenda aos seus clientes.

    O que você vai aprender com esse material:

    – Como evitar que um único erro destrua seus resultados na Bolsa;
    – Quais as melhores ações para swing trade;
    – Como definir o alvo das operações;
    – Onde posicionar a ordem de stop loss;
    – Qual é a máxima exposição recomendável a um único ativo
    – Como diversificar a carteira.

    Assista ao vídeo clicando no link a seguir:
    – Gerenciamento de Risco em Swing Trade.

    Clique aqui para download da planilha para gerenciamento de riscos e lista de ativos sugeridas pelo autor do estudo.

    Até próximo post.

    Geral

    Vale a pena operar com Trade Systems?

    24 de Março de 2015

    Para quem não sabe, Trade Systems são regras de operação programadas com softwares que dizem o que fazer em cada momento do trade (operação) do começo ao fim. São automatizações do processo de decisão de compra/venda de ações, opções entre outros derivativos e produtos do mercado financeiro relacionados a investimentos. As regras não precisam ser complexas e a maioria dos sistemas que geram bons resultados não vão além de alguns poucos indicadores que certamente quem acompanha o mercado já deve ter ouvido falar, levando em conta que já tenha estudado um pouco de análise técnica.

    O Trade System serve também para tirar o lado emocional do operador na hora de operar. Basta apertar o “play” e deixar o fluxo da operação seguir. Um grande entrave para operar desta forma pode ser o montante de dinheiro pequeno e o tanto de ordens que será preciso enviar para o sistema operar. Logo seria necessário ter um bom acordo com uma corretora de valores para pagar um valor fechado para um determinado número de ordens mensal. Claro, é preciso ter lucro depois de algum tempo para ter valido a pena todo este investimento tecnológico.

    Estes sistemas são regras de operação e por esse motivo o seu desenvolvimento é indicado apenas para as pessoas que já operem há algum tempo através de corretoras e/ou bancos, as quais conheçam o básico das regras do mercado financeiro. O operador semi-iniciante em geral não possui um método de operação bem definido. Ele testa um pouco de tudo a cada nova operação, troca de médias móveis e osciladores a todo momento e não sabe quanto arriscar do seu capital a cada nova compra. A solução de todos esses problemas é simples, basta esse operador montar o seu primeiro Trade System! Não esquecendo que também é necessário ter uma boa intimidade com informática aliado à lógica de programação.

    Para saber se vai valer a pena ou não operar com sistemas automatizados na bolsa de valores, seja necessário algum tempo validando todas possibilidades que pretende almejar. Então você saberá se é vantajoso para seu perfil de operador.

    Leia também:

    Introdução aos Trade Systems e Back Tests
    http://www.senhormercado.com.br/como-criar-e-avaliar-trade-systems/

    Dicas para Day Trading e Swing Trading
    http://www.investmax.com.br/iM/content.asp?contentid=772
    robotrader

    Introdução ao Automated Trading (ou Algotrading)
    escrito por Diego Wawrzeniak em 14/05/2015

    http://blog.bussoladoinvestidor.com.br/introducao-ao-automated-trading-ou-algotrading/

    Até o próximo post.