‘Software’ Articles at Defenda Seu Dinheiro

Browsing Tag: Software

    Convidados

    Finanças pessoais: cinco dicas para sempre ter dinheiro

    31 de março de 2017

    Finanças pessoais é um assunto presente na vida de qualquer cidadão, já que ter dinheiro não é solução para se manter economicamente estável, mas, na verdade, saber se organizar de acordo com o seu salário. Ademais, considerando a atual crise econômica do país e as altas taxas de juros nas transações, o planejamento para não se perder em dívidas é essencial. Para isso,nós do GestãoClick, especialistas no controle financeiro, preparamos cinco dicas especiais para lhe auxiliar no controle de suas finanças.

    • Tenha uma planilha com despesas:

    Não adianta pensar em se organizar se você vai fazer tudo de cabeça. Aposto que não vai se lembrar de todas as refeições da sua semana, imagine de todas as suas dívidas. Essa planilha deve conter suas despesas fixas, gastos eventuais e dívidas. Ela pode ser organizada através do aplicativo Excel e com poucas alterações é capaz de calcular automaticamente o valor total das suas dívidas. Ademais, existem aplicativos para lhe auxiliar nesta tarefa, porém, no geral não são gratuitos.

    • Organize seus gastos

    Não importa quanto você ganha, se souber organizar os gastos dá para manter um bom estilo de vida e, para isso, existe uma famosa regra de como dividir seu salário. A maior parte do seu dinheiro, cerca de 50%, deve ser destinada a despesas fixas, como aluguel, luz, água e escola. Em seguida, separe entre 10 e 20%, para reservas. A minha dica é esquecer que esse dinheiro existe assim, quando estiver prestes a realizar algum impulso é mais difícil quando você pensa que não tem como gastar. O restante do salário fica para o lazer, como cinema, academia e roupas, dessa forma, você mantém um padrão de vida agradável e não se perde em dívidas.

    • Evite empréstimos

    Nada vem fácil, ainda mais dinheiro. É sempre bom lembrar que a concessão de crédito custa caro para o consumidor, nela à dívida cresce assim como os juros, e a impressão de ter dinheiro momentaneamente é uma ilusão que faz muitos entrarem numa bola de neve. Além disso, não caia na tentação do cheque especial que possui taxas ainda maiores e, portanto, é a reserva de dinheiro que vai lhe salvar em um momento de desespero.

    • Repense suas dívidas

    Carros de luxo, aluguel na cobertura, entre outras atividades supérfluas, podem ser substituídos por opções mais baratas que não deixam de ser confortáveis. Se você está endividado é o momento certo para trocar suas dívidas mais caras por algumas mais baratas. Dívidas no cheque especial e cartão de crédito são as que têm os maiores juros do mercado e, por isso, é sempre bom evitar.

    • Saiba a hora de investir

    Caso tenha seguido todos os passos e agora o dinheiro das economias já lhe possibilita abrir um negócio não perca a oportunidade. Depois de muito tempo destinando parte do seu salário para poupança chega o momento de finalmente fazer o seu dinheiro render. A oportunidade de abrir um negócio é única e, para isso, o GestãoClick oferece o sistema de gerenciamento ideal com todas as ferramentas necessárias para quem quer abrir um negócio. Conheça um pouco mais sobre o melhor software de gestão empresarial.

     

    Convidados

    Solução para gestão de documentos eletrônicos fiscais

    18 de setembro de 2015

    A Finnet lança ferramenta que agiliza processos, reduz custos e colabora com a cadeia de suprimentos. De olho nas necessidades das companhias e no crescimento do mercado de tecnologia bancária, a Finnet, empresa brasileira de TI pioneira no desenvolvimento de soluções para fluxos de dados financeiros, lança a ferramenta Gestor de Documentos Eletrônicos na Web, o GD-e Web.

    Trata-se de uma solução que contempla os processos de emissão de documentos eletrônicos fiscais para a venda e transporte de produtos. Desta forma, qualquer procedimento de compra e venda de uma mercadoria é acompanhado pela área de emissão de documentos, garantindo a agilidade na distribuição.

    A ferramenta conta inicialmente com dois módulos, o Conhecimento do Transporte (CT-e) e Guia de Recolhimento de Tributos (GNRE). O primeiro auxilia no processo de emissão fiscal do CT-e que é um documento digital com várias informações sobre a prestação de serviços de transportes, com validade jurídica diante da assinatura digital do emitente e da autorização de uso fornecida pela Secretaria da Fazenda (Sefaz).

    Já o módulo de GNRE faz referência à emissão automática a partir de notas fiscais eletrônicas recebidas, envio automático de guias de pagamentos de tributos estaduais, acesso das guias e comprovantes de pagamento às empresas filiais e integração com bancos via EDI (Eletronic Data Interchange) para pagamento de guias.

    Dentre os benefícios da solução, destaque para agilidade na emissão de guias, redução da digitação, integração bancária, melhora da eficiência logística, geração automática de arquivos de pagamento, além de melhorar a comunicação com a cadeia de suprimentos, integrar com outros sistemas, centralizar a comunicação das informações e ser multiusuários e multiempresas.

    “O ganho na eficiência operacional é bem significativo. Clientes relatam que o processo manual muitas vezes passava de um dia e com a ferramenta houve uma redução em torno 50% da operação”, disse Karina Freitas, coordenadora de produtos da Finnet.

    logo_finnet
    Sobre a Finnet (www.finnet.com.br): A Finnet é especializada no desenvolvimento de produtos, soluções personalizadas e serviços relacionados ao envio e recebimento de documentos financeiros, assim como de informações da área de supply chain. O amplo know how e os 10 anos de experiência no mercado atestam a qualidade, eficiência e segurança dos serviços prestados pela empresa aos mais de 20 mil clientes e parceiros de negócios de segmentos como o financeiro, industrial, de utilities, entre outros.

    Geral

    Vale a pena operar com Trade Systems?

    24 de março de 2015

    Para quem não sabe, Trade Systems são regras de operação programadas com softwares que dizem o que fazer em cada momento do trade (operação) do começo ao fim. São automatizações do processo de decisão de compra/venda de ações, opções entre outros derivativos e produtos do mercado financeiro relacionados a investimentos. As regras não precisam ser complexas e a maioria dos sistemas que geram bons resultados não vão além de alguns poucos indicadores que certamente quem acompanha o mercado já deve ter ouvido falar, levando em conta que já tenha estudado um pouco de análise técnica.

    O Trade System serve também para tirar o lado emocional do operador na hora de operar. Basta apertar o “play” e deixar o fluxo da operação seguir. Um grande entrave para operar desta forma pode ser o montante de dinheiro pequeno e o tanto de ordens que será preciso enviar para o sistema operar. Logo seria necessário ter um bom acordo com uma corretora de valores para pagar um valor fechado para um determinado número de ordens mensal. Claro, é preciso ter lucro depois de algum tempo para ter valido a pena todo este investimento tecnológico.

    Estes sistemas são regras de operação e por esse motivo o seu desenvolvimento é indicado apenas para as pessoas que já operem há algum tempo através de corretoras e/ou bancos, as quais conheçam o básico das regras do mercado financeiro. O operador semi-iniciante em geral não possui um método de operação bem definido. Ele testa um pouco de tudo a cada nova operação, troca de médias móveis e osciladores a todo momento e não sabe quanto arriscar do seu capital a cada nova compra. A solução de todos esses problemas é simples, basta esse operador montar o seu primeiro Trade System! Não esquecendo que também é necessário ter uma boa intimidade com informática aliado à lógica de programação.

    Para saber se vai valer a pena ou não operar com sistemas automatizados na bolsa de valores, seja necessário algum tempo validando todas possibilidades que pretende almejar. Então você saberá se é vantajoso para seu perfil de operador.

    Leia também:

    Introdução aos Trade Systems e Back Tests
    http://www.senhormercado.com.br/como-criar-e-avaliar-trade-systems/

    Dicas para Day Trading e Swing Trading
    http://www.investmax.com.br/iM/content.asp?contentid=772
    robotrader

    Introdução ao Automated Trading (ou Algotrading)
    escrito por Diego Wawrzeniak em 14/05/2015

    http://blog.bussoladoinvestidor.com.br/introducao-ao-automated-trading-ou-algotrading/

    Até o próximo post.