‘Jovens’ Articles at Defenda Seu Dinheiro

Browsing Tag: Jovens

    Geral

    5 coisas que você deve fazer se quiser sair rapidamente da dívida

    26 de Abril de 2018

    Bobby Hoyt era basicamente a foto de millenium recém-saído da faculdade. Ele realmente não tinha aprendido nada sobre finanças pessoais, tinha um diploma brilhante e tinha quase US$ 40.000 em dívidas de empréstimos estudantis que ele não tinha ideia do que fazer.
    Inicialmente, o plano era fazer os pagamentos mínimos, como todo mundo fazia. Felizmente, ouviu um empresário de sucesso que conheceu através da família de minha esposa. Sua mensagem? Pague sua dívida o mais rápido que puder.

    Eu paguei US $ 40.000 de empréstimos estudantis em um ano e meio com o salário de um professor: aqui estão 5 coisas que você deve fazer se quiser sair rapidamente da dívida

    “Aceitei esse conselho e corri com ele. Eu mantive minhas despesas de moradia o mais baixo possível alugando um quarto dos pais da minha esposa, continuei dirigindo meu carro velho da faculdade em vez de comprar o novo que eu realmente queria, e literalmente fiz os maiores pagamentos que podia a cada duas semanas salário de ensino”, diz Hoyt.

    Depois de 18 meses, pagou os empréstimos estudantis. Começou o blog MillennialMoneyMan.com como uma forma de ajudar outras pessoas que estavam lidando com dívidas de empréstimos estudantis, e um pouco mais de um ano e meio atrás eu parei meu trabalho para perseguir a minha empresa on-line em tempo integral.

    Hoyt conta que a paixão tornou-se tentando ajudar os jovens a se motivarem com suas finanças logo no início. Desde que deixou o emprego como professora, ouviu centenas de histórias de horror sobre dívidas de leitores que querem encontrar uma maneira de progredir.

    Aqui abaixo estão cinco coisas que qualquer um que queira se tornar livre de dívidas deve fazer:

    1 – Pare de se importar com o que as outras pessoas pensam

    Isso é absolutamente fundamental. Se você está pensando em assumir suas dívidas de forma agressiva, há uma boa chance de você ter que tomar algumas decisões desconfortáveis ​​que não são populares. Para mim, obviamente, estava escolhendo alugar um quarto dos pais da minha esposa ou usar os mesmos equipamentos para trabalhar regularmente. Eu ainda tenho “mamãe e papai” jabs de haters muito depois que saímos.
    Aqui está a parte importante: seus detratores não importam nada. Todo mundo tem um caminho diferente na vida, e eu nunca vou julgar alguém por como eles escolhem atacar suas dívidas. Mude-se com a sua família (certifique-se de contribuir de alguma forma), alugue quartos em sua casa, continue dirigindo aquele carro de baixa qualidade ou espere para sair com seus amigos, se necessário. Enquanto você estiver trabalhando para atingir seus objetivos, sinta-se bem com o que está fazendo. As opiniões externas nunca devem influenciar suas decisões financeiras.

    2 – Faça da sua dívida a prioridade

    Um truque que usei para facilitar minha dívida foi colocá-lo no topo da minha lista financeira. A primeira coisa que fiz a cada duas semanas, quando meu contracheque caiu na minha conta, foi o pagamento do meu empréstimo. Livrar-se desse dinheiro imediatamente tirou a minha capacidade de desperdiçá-lo ao sair para comer ou comprar qualquer coisa nova que todo mundo tivesse.

    3 – Não tente acompanhar seus colegas

    Muitas pessoas ficam presas tentando acompanhar os Joneses. Uma das coisas mais difíceis sobre pagar meus empréstimos foi assistir todos os meus amigos me passarem. Se era um novo carro incrível ou a casa que eles estavam construindo. Eu senti que não era tão bem sucedido quanto eles.
    Avançando alguns anos, e a maioria dos meus colegas que financiaram suas vidas estão absolutamente arrependidos. Fomos condicionados a manter contato com nossos colegas durante toda a vida por meio de notas e esportes na escola primária. Se você puder evitar competir com seus amigos em compras altamente financiadas, você fará muito melhor a longo prazo.

    4 – Comece uma confusão lateral

    O surgimento da internet tem sido, obviamente, um fator de mudança, mas nem todos com acesso estão tirando vantagem disso. Para qualquer um dos meus leitores que me perguntar como eles podem aumentar sua renda para ajudar com suas dívidas, a minha resposta é sempre a mesma: começar a empurrar.

    Existem inúmeras maneiras de começar um negócio on-line e não precisam ser complicadas nem caras. Eu vi de tudo, de lenços de tricô e vendê-los no Etsy, para encontrar itens em vendas de garagem e vendê-los no eBay. Se a sua primeira estratégia não funcionar, continue tentando outra coisa até encontrar uma maneira eficaz de suplementar sua renda.

    5 – Verifique sua mentalidade

    Fora de tudo nesta lista, sua mentalidade em relação a dívida e sucesso é facilmente o mais importante. Há, obviamente, uma tonelada de histórias por aí de pessoas como eu que pagaram seus empréstimos muito rapidamente usando várias técnicas. Se a sua primeira reação é pensar que essas histórias são impossíveis, uma farsa ou apenas pura sorte – você já perdeu.
    As pessoas que normalmente têm sucesso com a dívida olham para essas histórias e tentam encontrar estratégias em vez de um projeto. Não há “um tamanho para todos”, abordagem rápida para sair da dívida. Toma decisões impopulares, aproveitando e criando oportunidades, e toneladas de sacrifícios pessoais para começar.
    fonte de consulta: businessinsider.com/i-paid-off-40000-of-student-loans-on-a-teachers-salary-2016-10

    Até o próximo post.

    Geral

    Erros financeiros que quase todos cometem entre 20 e 30 anos

    12 de Abril de 2017

    Planeje desde cedo para ter segurança ao longo da vida.

    erros financeiros dos jovens

    A financial adviser shares 8 money mistakes to avoid in your 20s and 30s

    A juventude é o melhor momento para começar a organizar a vida financeira: nunca é cedo demais para se preocupar com o futuro. Ao mesmo tempo, é difícil discernir desde cedo como lidar melhor com as finanças.

    Embora os tempos de início de carreira sejam ideais para explorar e descobrir novas experiências, é preciso lembrar de poupar e planejar o restante da vida. O consultor da Investopedia Brad Sherman publicou no Business Insider os maiores erros que pessoas cometem entre os 20 e os 30 anos:

    1 – Não ter um orçamento

    Os primeiros salários dão a sensação única de patrimônio que lhe pertence. Por isso, boa parte das pessoas cai na tentação de simplesmente gastar esse dinheiro em tudo pelo que se interessa, sem planejar onde. Ter um orçamento prévio no momento de fazer compras ajuda a gastar com o que for melhor e mais necessário.

    2 – Postergar pagamentos

    Para o especialista, pessoas jovens tendem a usar cartões de crédito da maneira errada: sem pesar custos futuros ou calcular os pagamentos dos meses seguintes. “Use seu cartão de crédito como uma maneira inteligente de rastrear seus gastos, mas não gaste mais do que realmente tem”, escreve o especialista.

    3 – Esquecer do fundo de emergência

    Viver no limite é sempre prejudicial. “É difícil imaginar a necessidade de um fundo de emergência quando se é jovem, mas você nunca sabe o que o futuro pode trazer”, alerta Brad. Mantenha sempre uma parcela do seu salário guardada e investida.

    4 – Ignorar pagamento

    Ainda que seja importante gostar do que faz, o consultor acredita ser um erro pensar em prazer antes de considerar o pagamento. Se o salário for baixo, mas o escritório tiver pipoca e um ambiente amigável, ainda é importante reconsiderar a posição para uma que remunere seu trabalho de acordo com o que você merece.

    5 – Não ter metas

    Guardar dinheiro é mais fácil quando se estabelece desde o início uma meta. Para o jovem, é importante ter noção de onde se quer estar em 10, 15, 20 anos, para ter um incentivo maior.

    Até o próximo post.

    Geral

    Erro dos jovens na hora de investir

    12 de setembro de 2016

    Para planejadora financeira e colunista do site Business Insider, Tanza Loudenback, é importante que as pessoas estabeleçam suas próprias metas. O que pode ser uma das melhores decisões tomados enquanto a pessoa é jovem seria começar a poupar e investir o quanto antes e com mais frequência possível. Tudo isto graças ao “milagre” dos juros compostos, o qual fará com que consiga fazer seu dinheiro render muito mais ao começar a poupar desde cedo.

    No entanto, muitas pessoas se perguntam quanto deveriam poupar. De acordo com a planejadora financeira Mary Beth Storjohann, fundadora da empresa de planejamento financeiro Workable Wealth, não há uma quantidade exata.

    “Poupar realmente depende de suas metas e do estilo de vida que você tem agora e do estilo de vida que você almeja para seu futuro”, comenta a planejadora financeira. Ela não gosta de estabelecer números para as pessoas, mas calcula algumas linhas gerais para começar. “Se você está na casa dos 20, tente poupar ao menos 10% de sua receita líquida. Se está nos 30, tente investir pelo menos 15%”.

    Storjohann disse que a geração Y, em particular, comete o erro de achar que deve estar no mesmo ponto, financeiramente, que outras pessoas da mesma idade. Ela conta que clientes costumam perguntar como estão financeiramente em comparação com outros clientes dela ou outras pessoas que ela tem conversado.

    Ela comenta que, especificamente em relação aos mais jovens, há muita ansiedade e stress em relação a dinheiro e isso acontece especialmente por conta das mídias sociais e a forma como nos comparamos uns com os outros.

    O conselho dela é que essas pessoas busquem um planejador financeiro que ajude a organizar suas finanças e que você consiga entender como investir de acordo com suas metas, seja ela se aposentar rico ou largar o trabalho para viajar o mundo. O grande erro é perder tempo se preocupando com as finanças dos outros e não com a própria. É importante que você faça seus investimentos focado em suas necessidades e não na dos outros.

    Texto original em inglês:
    A financial planner shares a big misconception 20-somethings have about saving money

    planejamento-financeiro-de-jovens

    Veja também:

    Conquistas financeiras para os jovens

    Até mais.

    Geral

    Conquistas financeiras para de alcançar antes dos 30

    11 de agosto de 2016

    Colunista do Business Insider, Kathleen Elkins, listou algumas conquistas financeiras que você tem a obrigação de alcançar antes dos 30.

    São várias conquistas que podem fazer toda diferença para ter uma vida financeira tranquila e com muito sucesso. Sabe-se que quando o assunto é sobre investimentos ou finanças pessoais, o tempo está ao lado de quem é mais jovem. Um bom começo nessas áreas pode trazer imensos ganhos financeiros no futuro. Confira 11 destas conquistas que podem ajudar o jovem brasileiro:

    1 – Construa um fundo de emergência

    A vida é chega de inesperadas, e muitas vezes caras, surpresas. Por isso que é crucial construir um fundo de emergência. O total a ser poupado é bastante pessoal, mas a regra geral diz que é importante ter reservado de três a nove meses de despesas. Até os 30 você já deve ter feito isso.

    2 – Poupe pelo menos 10% de suas receitas para a aposentadoria

    A aposentadoria nunca está distante demais para ser negligenciada, especialmente levando em conta que o tempo está ao seu lado quando você é jovem. De fato, quando você começa a poupar é muito mais importante do que o quanto você poupa, o que significa que a década dos 20 é crítica nesse sentido.

    3 – Negocie seu salário

    Você não pode sentar e esperar que um aumento ou um bônus caiam no seu colo. Mesmo que seu chefe perceba o quanto você trabalha duro e é eficiente, ele ou ela não pagarão mais a você necessariamente. Você precisa pedir aquilo que deseja. O expert em finanças pessoais Farnoosh Torabi atesta: “você não consegue aquilo que merece. Você consegue aquilo que negocia”.

    4 – Estabeleça metas de patrimônio

    Além das metas de poupança, é importante também estabelecer metas para as suas receitas anuais e seu patrimônio. O dinheiro não vai aparecer do nada, você vai ter que trabalhar para isso. Se você quer construir um bom patrimônio, precisa ter uma meta clara e específica antes de começar mesmo a se planejar para alcançá-la.

    5 – Estabeleça metas para poupar dinheiro

    Existem algumas despesas que provavelmente chegarão em um futuro próximo: uma casa, carro, férias e filhos, apenas para mencionar alguns, que requerem um hábito de poupar bastante regrado. O melhor jeito de conseguir isso é criar metas de poupança e então começar a acumular o quanto antes para alcançá-las.

    6 – Faça um seguro

    Ninguém quer lidar com seguradoras, é algo complexo e confuso, mas aos 30 você precisa de cobertura adequada. Isso significa ter seguro saúde, de casa e de carro, por exemplo. Dependendo da sua situação, até um seguro de vida ou para seu animal de estimação podem ser opções interessantes. Também é inteligente que você crie um hábito de reavaliar seus seguros para ver se eles ainda cobrem o que você precisa e estão dentro do orçamento.

    7 – Crie um método para acompanhar seus gastos

    Aos 30, você já deve saber muito bem o quanto de dinheiro que está entrando e quanto está saindo. Além de se assegurar que você ganha mais do que gasta, você vai querer ser uma ideia muito certa se você está ou não no caminho certo com suas economias. Estratégias para controlar o fluxo de caixa incluem marcar cada compra feita em uma planilha ou caderno, ou ainda procurar aplicativos que possam fazer isso.

    8 – Tente fazer um bico ou trabalho paralelo

    É muito fácil focar em cortar os gastos e esquecer das receitas, mas as pessoas mais bem sucedidas contam com vários canais para conseguir dinheiro. Existem várias maneiras de como conseguir mais dinheiro, seja realizando pequenos serviços que tragam remuneração, ou ainda com outras formas de receita passiva, como alugando equipamentos, por exemplo.

    9 – Não invista somente em planos de previdência

    Ao se preparar para a aposentadoria, é claro que os planos de previdência são os instrumentos mais procurados pelos investidores no Brasil, mas é importante também procurar outras opções de investimento. Warren Buffett, o maior investidor do mundo, por exemplo, recomenda investir em fundos de índice de baixo custo para a aposentadoria.

    10 – Invista em você mesmo

    As pessoas mais ricas e bem sucedidas estão constantemente exercitando seus cérebros e procurando maneiras de continuar a aprender depois da faculdade ou de qualquer tipo de educação formal. Isso inclui investir em cursos, conferências ou livros, por exemplo. Também invista na sua saúde, pode ajudar muito.

    11 – Faça seus pagamentos automaticamente

    Com toda a tecnologia atual, não há desculpa para atrasar um pagamento. A maior parte das contas pode ser paga online e você ainda pode estabelecer a alternativa de pagamentos automáticos. Se você automatizar o pagamento de contas como TV a cabo, internet, telefone, entre outras, não terá que se preocupar sempre e nem atrasar os pagamentos.

    13 things you should accomplish with your money before turning 30
    young woman mulher nova