‘Grana’ Articles at Defenda Seu Dinheiro

Browsing Tag: grana

    Geral

    Business Insider: 6 gastos que você não deve cortar

    25 de junho de 2018

    6 gastos que você não deve cortar, segundo especialista em finanças
    6 things people who are good with money always splurge on

    Claro que parar de gastar em excesso é o primeiro passo para conquistar a estabilidade e a independência financeira, porém como se faz para calcular o excesso?
    Uma especialista em gestão financeira e estudiosa de cases relacionados a boas práticas em finanças pessoais, Kimberly Palmer, explicou isto no portal de finanças Business Insider. Após estudar o hábito de pessoas bem-sucedidas financeiramente, a especialista listou 6 produtos e serviços que devem ser mantidos no orçamento mensal – ou, ao menos, não devem ser os primeiros a sair em momentos de aperto.

    Veja a lista a seguir:

    1. Produtos que podem gerar mais renda
    2. Esta é uma gama relativamente ampla de produtos, que inclui, por exemplo, um conjunto de peças de roupas arrumado para entrevistas de emprego ou primeiro dia após a contratação. Dependendo da profissão, um carro funciona da mesma maneira.
      Um bom computador também faz parte desta lista: ganhar dinheiro extra pela internet nunca foi tão comum, e ter uma máquina velha e inoperante pode travar essa possibilidade.

    3. Experiências
    4. Yoga, treinamento funcional e outras atividades que oferecem saúde e energia não devem ser negligenciadas nos gastos mensais.

    5. Serviços que economizam tempo
    6. Muitas vezes, ter tempo para realizar tarefas é mais importante do que economizar dinheiro. Pedir delivery de supermercado, por exemplo, ou mandar as roupas para a lavanderia, pode economizar horas valiosas do dia de um profissional autônomo – ou mesmo de alguém cuja rotina demanda descanso. “A melhor coisa que você pode fazer com dinheiro é liberar tempo”, diz a especialista.

    7. Cartões com programas de fidelidade
    8. Mesmo com altas taxas de manutenção, cartões de crédito com bons programas de fidelidade e milhas podem ser interessantes para clientes fiéis que realmente utilizam estes benefícios. Não vale necessariamente para todos, mas a especialista indica àqueles que viajam muito ou gastam o suficiente para trocar pontos por bons produtos no fim do mês.

    9. Utensílios de cozinha de alta qualidade
    10. Comer em casa sempre será mais barato do que gastar em restaurantes. Por isso, Palmer acredita que gastar em bons jogos de panelas ou até mesmo uma máquina de café pode ser um investimento.

    11. Pequenos prazeres
    12. Desde que bem selecionados, gastos com objetos que dão prazer são importantes. Para quem ama fotografia, comprar uma boa câmera não é jogar dinheiro fora, por exemplo.

    Veja também:

    Hábitos financeiros aos 30 anos

    Até mais.

    Geral

    CNBC: 5 sinais de que você não será um milionário

    6 de junho de 2018

    A meta de muitas pessoas é conseguir a independência financeira e se tornar um milionário, entretanto, será que você está no caminho certo para ficar rico? O seu comportamento não ajuda? Para ajudar as pessoas a descobrir, o CNBC reuniu alguns sinais de alerta a serem observados.
    fonte: 6 signs you won’t be a millionaire

    Sinais que você está rico, mesmo que não se sinta assim

    Para quem está cometendo rotineiramente esses erros, pode ser hora de fazer algumas mudanças

    A situação de cada um é diferente, mas se alguém está cometendo rotineiramente esses erros, pode ser hora de fazer algumas mudanças quando se trata de administrar seu dinheiro.
    Veja as dicas a seguir:

    Você não tem objetivos financeiros

    “A razão pela qual a maioria das pessoas não consegue o que querem, é que elas não sabem o que querem”, escreveu o milionário T. Harv Eker em seu livro “Os Segredos da Mente Milionária”.

    Se você quer construir riqueza, você tem que ter um objetivo claro, assim como um plano específico e prazos rígidos. E quando você está estabelecendo metas, não tenha medo de pensar grande. Os ricos querem muito e estão prontos para um desafio.

    Você ainda não começou a investir

    Investir é uma das formas mais simples e eficazes de construir riqueza e quanto mais cedo você começar, mais fácil será atingir sete números. “Em média, os milionários investem 20% de sua renda familiar a cada ano. Sua riqueza não é medida pela quantidade que ganham a cada ano, mas pela forma como economizaram e investiram ao longo do tempo, segundo consultor financeiro Ramit Sethi.

    Se você não sabe como começar a investir, saiba que com cerca de R$ 30 já é possível aplicar em títulos públicos do Tesouro Direto. Claro que há outras opções mais rentáveis, mas esta é uma boa porta de entrada, que oferece um rendimento bem superior ao da poupança.

    Você geralmente fica na zona de conforto

    A pessoa mediana quer estar confortável. Pessoas ricas, por outro lado, são estimuladas pela incerteza. “O conforto físico, psicológico e emocional é o principal objetivo da mentalidade da classe média”, escreve Siebold. Segundo ele, oas pessoas de sucesso aprenderam desde cedo que se tornar um milionário não seria fácil e a necessidade de conforto só atrapalha nesse processo. Os ricos aprendem a se sentir confortáveis mesmo em estado de contínua incerteza.

    Você acha que ser rico é apenas para alguns sortudos

    Se você acha que ficar rico está fora do seu alcance, você provavelmente não vai conquistar sua liberdade financeira. “A verdade é que, em um país capitalista, você tem todo o direito de ser rico se estiver disposto a criar valor maciço para os outros”, explica Siebold. Então, comece a se perguntar: “Por que não eu?” Afinal, é isso que os milionários e bilionários fazem.

    Você prioriza o poupar ao invés do ganhar

    Enquanto as pessoas ricas valorizam a importância de poupar e investir, elas também reconhecem que a chave para ficar rico é se concentrar em ganhar. “As massas estão tão concentradas em viver de promoções e ter um estilo de vida simples, mas perdem grandes oportunidades”, escreve Steve Siebold em seu livro How Rich People Think (Como os ricos pensam).

    “Mesmo no meio de uma crise de fluxo de caixa, os ricos concentram sua energia mental em ganhar dinheiro”, diz. Você não deve ignorar as estratégias inteligentes de economizar dinheiro. Mas se você quiser atingir sete números, “pare de se preocupar com a falta de dinheiro e se concentre em como ganhar mais”, diz Siebold.

    Até mais.

    Convidados

    Hábitos que você precisa abandonar antes dos 30 anos

    19 de abril de 2018

    Hábitos financeiros aos 30 anos

    Supporting fast fashion: Antes de assoprar as velinhas dos 30 anos é preciso colocar na balança algumas atitudes e objetivos

    Constantemente somos lembrados da necessidade de ter uma alimentação equilibrada, dormir um determinado número de horas, se exercitar constantemente e focar em projetos próprios, mas quando que realmente colocamos tudo isso em prática?
    Especialistas chegaram a um consenso de que esses e outros hábitos devem ser adquiridos antes dos 30 anos, já que é uma época que a pessoa deve fazer uma análise de sua vida e pensar no que quer mudar e no que vai manter. Pensando nisso, o Business Insider organizou uma lista de hábitos ruins que devem ser eliminados até os 30 anos, dos quais alguns são listados abaixo:

    1) Não aproveitar os finais de semana

    Durante a semana já é corrido o suficiente, então tente tirar o final de semana para descansar, colocar a leitura em dia, sair e arrumar um hobbie. É bom socializar com os amigos e fazer algo fora do ambiente de trabalho – principalmente que não envolva um computador.

    2) Comprar em fast fashion

    Pesquisas mostram que as pessoas que compram roupas de lojas como Zara e Forever 21 as usam apenas sete vezes, o que significa que a pessoa está perdendo dinheiro. Procure comprar roupas que você possa usar mais de uma vez, mesmo que custe um pouco mais.

    3) Fumar socialmente

    Muitos dos que se consideram “fumantes sociais” acham que se livram dos males do fumo porque “não fumam todos os dias” ou porque “só fumam quando bebem”. Essa desculpa, porém, não engana ninguém – nem a sua saúde. Independentemente de fumar todos os dias ou socialmente, você continua tendo mais chances de ter problemas de saúde.

    4) Manter amizades que já deveriam ter acabado

    É muito difícil manter todas as amizades, principalmente aquelas que não valem a pena. Por isso, não gaste tempo com aquelas pessoas que não fariam o mesmo por você.

    5) Não ter hora para dormir

    Criar uma rotina com horário certo para dormir pode melhorar a qualidade do seu sono e ainda, melhorar o seu desempenho e disposição no trabalho e em suas atividades no dia seguinte.

    6) Não praticar exercícios

    Não adianta confiar no seu metabolismo. Se você quer se manter em forma, o recomendado é se exercitar pelo menos três vezes por semana.

    7) Escolher bebidas de má qualidade

    Estudos mostram que beber uma taça de vinho todos os dias faz bem para a saúde. Mas essa teoria é totalmente derrubada quando a qualidade da bebida é reduzida pela metade.

    8) Fazer coisas só porque acha que deveria

    A vida é muito curta para você gastá-la com o que não quer fazer. Aposte em programas que deem satisfação a você e que possam ser úteis de alguma forma.

    9. Colocar a saúde física antes da saúde mental

    Dietas e exercícios físicos devem servir para você se sentir bem consigo mesmo e não para culpa-lo. Ter uma rotina é ótimo, mas às vezes a forma como você cuida do seu corpo pode afetar o modo como você cuida da sua mente; é preciso um equilíbrio.

    10) Não prestar atenção na alimentação

    Tente abraçar alimentações saudáveis em sua rotina, priorizando pelo menos cinco porções de frutas e legumes por dia.

    11) Não coletar pontos de fidelidade ou milhas

    Seja coletando milhas com o cartão de crédito, fazendo parte de um programa de milhagem em companhias aéreas ou se inscrevendo no programa de fidelidade do supermercado, os benefícios normalmente valem o pequeno esforço necessário – e podem garantir a viagem das suas próximas férias.

    12) Gastar tempo com pessoas que fazem você se sentir insignificante

    Tire da sua vida pessoas que fazem com que você se sinta insignificante. Gaste energia com aqueles que apreciam quem você é e que não exigem que você mude para agradá-los.

    13) Cancelar planos de última hora

    Não é possível dizer “sim” para tudo, então seja realista o quanto antes sobre seus horários ou planos para não adotar o hábito de decepcionar as pessoas no último minuto.

    14) Zerar a conta bancária no final do mês

    Está na hora de começar a traçar o caminho do seu dinheiro e de procurar maneiras para fazê-lo durar mais tempo em sua conta. Para isso, há uma série de aplicativos que podem ajudar com o planejamento financeiro, por exemplo.

    15) Evitar conversas difíceis

    Essa atitude é muito comum entre os jovens, mas quando você vai ficando mais velho é um péssimo hábito para se manter. Tratar de assuntos mais pesados é difícil, mas faz parte. Você vai ver que o sentimento de tirar o peso dos seus ombros será ótimo.

    16) Pensar constantemente no que os outros pensam sobre você

    Quebrar esse hábito é uma das melhores coisas que você pode fazer para ir mais longe em sua vida profissional e, principalmente, na sua vida pessoal. Pare de olhar ao redor para ver o que os outros pensam sobre você e foque em sua opinião própria.

    17) Não ter planos para o longo prazo

    Não dá mais para adiar. Quando você chega aos 30 anos você já deve ter em mente o que quer da vida e ter uma ideia de quando irá se mudar/casar/ter filhos/mudar de emprego etc. É o momento de sentar e colocar no papel os principais aspectos de sua vida, de relacionamentos a carreira, para saber o que quer mudar e o que quer aprimorar em cada área.

    18)Tentar memorizar todos os eventos e datas importantes em sua cabeça

    Não tente guardar todos os eventos e datas importantes em sua cabeça, coloque tudo em um calendário ou agenda para que seja mais fácil de você se lembrar. Seja no formato papel ou eletrônico, procure por um sistema que funcione para você e que faça você se sentir mais organizado.
    fonte de consulta: 30 damaging habits you should break before you turn 30

    Veja também:

    Casal se aposentou em seus 30 anos, agora está viajando o tempo inteiro

    Geral

    Business Insider: Hábitos financeiros aos 30 anos

    15 de novembro de 2017

    I'm a financial planner — here are the best 7 pieces of advice I can give you about money in your 30s
    Este período da vida costuma ser marcado por grandes transições e merece dedicação especial às finanças.

    A sua vida pode ficar um pouco mais complicada aos 30 anos, período no qual é geralmente caracterizado por mudanças nos âmbitos pessoal e profissional. Seja começando um novo negócio, dando um grande passo na carreira, se casando, é importante ficar atento às finanças para evitar gastos desnecessários.
    Pensando nisso, o planejador financeiro Eric Roberge escreveu para o Business Insider, alguns dos hábitos que devem ser valorizados nesta idade.

    Confira a seguir:

    1) Viver com menos do que ganha

    Um dos conselhos mais difundidos por planejadores financeiros é: viva com menos do que ganha. Ele é um bom lugar para começar, mas não é o suficiente se você quer aumentar sua riqueza substancialmente.

    Se você ganha US$ 5 mil e gasta US$ 4.999, teoricamente está vivendo com menos do que ganha e provavelmente não está afundado em dívidas, porém, se o que você busca é riqueza, você precisa viver com muito menos do que ganha.

    Quando maior a diferença entre o que você ganha e o que você gasta, mais rápido você consegue alcançar seus objetivos financeiros – caso você poupe e invista as “sobras” de seu balanço orçamentário.

    2) Foque na porcentagem do dinheiro economizado, e não na quantia em si

    Calcular quanto é preciso economizar para alcançar um objetivo financeiro pode ser difícil. Por isso, focar na porcentagem da economia ao invés da quantia em si, permite que você ajuste os valores a serem poupados de acordo com a sua renda. Desta forma, se você for promovido ou mudar de emprego, por exemplo, você consegue adequar a porcentagem a ser economizada ao novo salário, garantindo que você poupe na mesma proporção.

    3) Gaste parte do seu tempo acompanhando e revisando seus gastos e investimentos

    De acordo com Roberge, o dinheiro tende a ir embora quando falhamos em prestar atenção nele. “Preste atenção no seu dinheiro e gaste parte do seu tempo o revisando e o avaliando. Se você não fizer isso, você nunca saberá se está indo na direção certa. É como fazer uma trilha sem bússola”.

    O planejador financeiro recomenda a revisão mensal das finanças, o que, segundo ele, faz com que a pessoa preste mais atenção em seus hábitos de consumo e comportamentos que podem afetar o patrimônio.

    4) Não gaste mais, gaste melhor

    Tenha cuidado com os seus gastos e evite comprar ”só porque os outros têm”. Roberge explica que muitas pessoas pensam que comprar mais garante mais felicidade, o que está errado. Segundo ele a felicidade vem das coisas que realmente importam, e quando a pessoa decide gastar dinheiro como “todo mundo”, ela começa a ter problemas financeiros.

    “Quanto mais você pensar antes de comprar, mais intencional você será com o seu dinheiro. E quanto mais você alinhar os seus gastos com o que você valoriza, mais feliz você será com as suas compras”, diz.

    5) Não apenas diversifique o seu porfólio, diversifique seus investimentos

    Ao investir, é importante não colocar todos os ovos em uma mesma cesta, de forma a garantir boas rentabilidades em diferentes setores da economia. Além disso, investir para a aposentadoria é fundamental, pois serve como uma garantia de que você terá dinheiro no futuro. Esse investimento, porém, não deve ser vista como um investimento para aumentar o seu patrimônio.

    O planejador financeiro explica que o lugar certo para investir – além da aposentadoria – varia de acordo com os objetivos de cada um. Algumas opções, segundo ele, são ações, renda fixa, mercado imobiliário e a criação de diferentes fontes de renda.
    fonte de consulta: businessinsider.com/best-money-advice-millennials-financial-planner-2017-11/#1-live-well-below-your-means-1

    Filmes

    Seu Dinheiro: 10 dicas de ouro para quem quer ter dinheiro

    23 de junho de 2017

    Antes de alguém pensar em ficar rico, se faz necessário preciso organizar-se financeiramente para conseguir pelo menos fechar o mês no azul. Neste post será possível ver dicas de como fazer isso. Quem consegue se organizar financeiramente sabe que é possível pelo menos fechar o mês no azul. É um processo difícil para muitas pessoas, mas está longe de ser impossível.

    Os 10 direitos do consumidor que você provavelmente não conhece

    Saiba o que fazer para deixar o descontrole financeiro para trás

    A maioria das pessoas peca na falta de planejamento: escolhem a data errada de vencimento das contas, fazem dívidas parceladas ou compram bens de alto valor em um momento ruim. E aí, se desesperam quando veem que já atingiram determinada idade e não possuem patrimônio. Perdeu o controle do orçamento? Saiba com o Just Online o que é consolidação de dívidas e como ela ajuda na organização financeira Patrocinado 

    Mas, calma, para tudo há uma solução. A Exame separou 10 vídeos de finanças pessoais que dão dicas de ouro para quem quer deixar o descontrole financeiro para trás e ter dinheiro.  Confira.

    1) Como escolher a melhor data de vencimento das contas?

    2) O que eu preciso fazer para renegociar minhas dívidas?

    3) Não tenho patrimônio. O que será dos meus filhos?

    4) Vou me casar. Como ficam minhas finanças?

    5) Como investir com o salário de um estagiário?

    6) Vale a pena reinvestir os lucros da minha aplicação?

    7) Compro uma casa ou invisto no Tesouro Direto?

    8) Devo me desesperar se não financiei um imóvel até os 30 anos?

    9) Qual a melhor forma de me planejar para comprar um carro?

    10) Quando vale a pena parcelar a compra?

    fonte de consulta: exame.abril.com.br/seu-dinheiro/10-dicas-de-ouro-para-quem-quer-ter-dinheiro

    Até o próximo post.

    Convidados

    Como escolher o melhor crédito para si

    1 de junho de 2017

    Esta pergunta é uma das coisas que você se deve fazer quando pensa realmente em recorrer a qualquer tipo de crédito ou empréstimo, quer seja ele pessoal, pelo cartão, para uma viagem, o que seja…

    Isto porque você vai estar a gastar dinheiro que não é seu e isso tem um preço, o qual por vezes pode ser bem maior do que você esperava apenas porque não fez bem as contas ou não fez as contas de todo.

    E é por esses e outros motivos que agora lhe vamos explicar como escolher o melhor crédito para si e para a sua carteira.

    Pronto? Vamos lá ver isso então.

    Como escolher o melhor crédito para si

     

    Precisa Mesmo de um Crédito?

    Antes de tudo, você deve saber esta resposta.

    Por vezes um empréstimo é apenas a maneira mais “fácil” e rápida de ter dinheiro e você acaba caindo no erro e fazer algo que nem precisava.

    É preferível você ficar com pouco dinheiro, mas conseguir gastar naquilo que quer ou precisa sem recorrer a dinheiro emprestado porque esse dinheiro vai ser mais caro.

    Pense se não pode fazer algum tipo de poupança, arrumar uma grana extra em algum lugar e caso todas as hipóteses não tenham resultado, aí sim pense no crédito.

    Tenha Atenção á TAEG Cobrada

    Essencialmente, este é o custo anual do seu crédito, o qual engloba várias coisas tais como:

    • Custos do crédito
    • Juros
    • Comissões
    • Impostos
    • Seguros
    • Comissões

    Veja quais são as taxas de TAEG cobradas por cada instituição e então tome a melhor decisão para a sua carteira de forma a não ficar com um crédito demasiado caro.

    [DICA]

    Cartões de crédito normalmente sempre ficam mais caros, pode tomar de exemplo o cartão Losango, sendo que as taxas de TAEG podem chegar até aos 20% em alguns deles, enquanto se fizer por um banco, como no Itaú, ai já só lhe seria cobrado uns 4%.

    A rapidez e facilidade paga-se. Quando você é alguém que dá poucas garantias e quer o dinheiro para amanhã, as taxas a pagar ficam bem altas.

    Faça Sempre Simulações

    Apesar do Banco X poder estar a anunciar que faz créditos com x taxa de TAEG não quer dizer que seja a que lhe vai ser cobrada.

    Na grande maioria dos casos estas taxas são analisadas caso a caso e irão depender do valor que você pedir, do tempo que irá parcelar, das suas condições financeiras, se está empregado, etc…

    É por isso que lhe dizemos para fazer simulações. Estas sim são gratuitas e podem acabar por lhe fazer poupar centenas ou mesmo milhares de reais em taxas no final do seu empréstimo.

    E então, já ficou a saber como escolher o melhor crédito para si ou até se precisa mesmo de um?

    Deixe a resposta nos comentários junto com alguma dúvida ou sugestão com que tenha ficado após ler o artigo.

    Geral

    Ex-executiva de Wall Street revela o que gostaria que todos soubessem sobre dinheiro

    28 de novembro de 2016

    No artigo Former Wall Street executive Sallie Krawcheck shares the simple wisdom she wishes everyone knew about money uma ex-executiva de Wall Street revela o que gostaria que todos soubessem sobre dinheiro. Para ela as pessoas precisam entender mais sobre empoderamento financeiro.

    Entender de dinheiro pode ser complicado. Entre fazer um orçamento, investir e poupar para o futuro, sem dúvida, há muitos detalhes para se manter atento, porém Sallie Krawchek afirma que todos os jargões podem ser resumidos em uma única verdade, especialmente para as mulheres: “dinheiro é poder”.

    “Ouvimos com tanta frequência o termo empoderamento, empoderamento significa, na verdade, meios para receber poder”, comenta a ex-executiva de Wall Street.
    Assim, seja por meio de uma promoção no trabalho, ou sendo chefe de uma família, ter dinheiro é uma medida de poder, ela completa.

    Sallie comenta, ainda da diferencia salarial por gênero nos EUA, que faz com que uma mulher recebe apenas 80% daquilo que um homem recebe pelo mesmo emprego:
    – Nós fizemos progresso, mas agora ele está parado.

    Desta forma, o conselho dela para as mulheres, o qual serve para qualquer pessoa, é manter controle das suas próprias finanças. Isso pode ser feito de várias maneiras: desde pedindo uma promoção, começando a investir ou colocando as próprias finanças em ordem.

    A executiva apela para que todos comecem a investir o quanto antes, pois essa é a maneira mais eficiente de ver o próprio patrimônio crescendo no médio e longo prazo e se aproveitando do poder que o dinheiro traz.

    Sallie Krawcheck - What it boils down to: Money is power.

    Até mais.

    Geral

    6 estratégias para ganhar dinheiro a partir do zero

    14 de junho de 2016

    Para quem quer chegar no milhão, alguns conselhos podem ser fundamentais e conseguem fazer toda a diferença. Poupar dinheiro é fundamental para aumentar o patrimônio, porém antes de pensar em guardar dinheiro é necessário primeiro ganhar, lembra o milionário Steve Siebold, segundo artigo do Business Insider. Steve já entrevistou 1.200 das personalidades mais ricas do mundo. “As pessoas estão tão preocupadas em juntar cupons de descontos e viver economicamente que acabam perdendo grandes oportunidades. Os ricos também reconhecem que economizar é importante, mas sabem que ganhar dinheiro é ainda mais relevante”, explica.

    Confiram lista abaixo com as melhores estratégias para aumentar sua riqueza, de acordo com milionários que construíram, do zero, seu caminho para o sucesso:

    Não é preciso ter dinheiro para ganhar dinheiro

    Os ricos querem sempre ser pioneiros e ter as melhores ideias, então eles não têm medo de apostar em seu potencial e de confiar seu futuro ao bolso de outras pessoas. “Os milionários sabem que o dinheiro está sempre disponível, já que as pessoas afortunadas estão constantemente à procura de bons investimentos que lhe proporcionem altas rentabilidades”, escreve Siebold.

    Além disso, você não precisa ter dinheiro para ganhar dinheiro: “A verdade é que você precisa ter boas ideias para resolver seus problemas e aumentar sua renda. Ideias criativas são o ponto chave para ganhar dinheiro, mas a maioria das pessoas está tão focada na origem do dinheiro, que ignora seus pensamentos, mesmo eles sendo os responsáveis por atrair a riqueza”.

    Crie diferentes fluxos de renda

    De acordo com o estudo de Thomas C. Corley sobre milionários, muitos deles buscam desenvolver diversos fluxos de renda, de modo a diversificarem seu portfólio e consequentemente, a entrada de capitais. O relatório mostra que 65% deles têm 3 fluxos distintos, 45% possuem quatro e 29% deles investem em cinco ou mais ativos diferentes.

    Dentre esses fluxos adicionais encontram-se o aluguel de imóveis, os investimentos no mercado de ações e participações em sociedades de negócios. “Três fluxos adicionais é o número mais comum entre os milionários, de acordo com meu estudo, mas quanto mais fluxos você criar em sua vida, mais segura será a sua situação financeira”, escreve.

    Coloque o seu dinheiro para trabalhar

    “O único motivo para guardar dinheiro, é para investi-lo”, escreve Grant Cardone, que estava totalmente endividado e sem dinheiro aos 21 anos de idade e conseguiu dar a volta por cima, alcançando o milhão aos 30. “Coloque o seu dinheiro em uma conta segura e ‘intocável’. Nunca utilize esse capital para nada, nem para uma emergência”, recomenda.

    Apesar de investimentos serem, em teoria, arriscados, é uma das melhores formas de ganhar dinheiro. Segundo Ramit Sethi, autor do best-seller “I Will Teach You to Be Rich” (Vou Te Ensinar a Ser Rico, em tradução livre), os milionários investem, em média, 20% de sua renda todos os anos. Isso acontece, porque o patrimônio deles não é medido pela quantidade de dinheiro que ganham ao final de cada ano, mas pela quantia que conseguem guardar e investir ao longo do tempo.

    Está passando por um problema? Liste 10 soluções para enfrentá-lo

    Quanto maior o problema, mais dinheiro você pode ganhar. Quais são os maiores problemas na sua indústria e na sua área de especialidade? Você consegue encontrar uma forma para resolver esses problemas ou ao menos simplifica-los?

    Pensar de forma criativa para solucionar problemas é a habilidade mais bem paga no mundo. Quanto mais problemas você resolver, mais rico você fica.

    Estabeleça metas e se visualize alcançando-as

    Se você quer ganhar mais dinheiro, é preciso que primeiro você tenha um objetivo definido, para depois, poder criar um plano visando alcançar esse propósito. O dinheiro não vai simplesmente aparecer, e portanto, você precisa trabalhar para isso.

    Um hábito comum às pessoas ricas consiste no compromisso em alcançar a riqueza, mas para isso, é necessário foco, coragem, conhecimento e muito esforço, habilidades que só são possíveis se você tem objetivos bem definidos e uma visão clara de onde quer chegar.

    Faça aquilo que gosta, que será recompensado

    Na opinião de Siebold, se você trabalhar com algo que gosta e tem aptidão, as chances de alcançar o sucesso são maiores: “Uma pessoa comum tem a impressão de que os ricos estão trabalhando o tempo todo, mas uma das estratégias mais inteligentes é fazer aquilo que gosta e encontrar uma forma de ganhar com isso”.

    “Ao invés de procurar um emprego com grande potencial de lucro, foque em um trabalho que forneça maior potencial de realização. Quando encontrar, invista o máximo de paixão e força de vontade no seu trabalho para que você se torne uma das pessoas mais competentes na sua área. Você será recompensado”, completa.

    Milionários ensinam como ganhar dinheiro
    infomoney.com.br/onde-investir/previdencia/noticia/5141181/milionarios-listam-estrategias-para-ganhar-dinheiro-partir-zero

    Geral

    Falar sobre dinheiro ainda é tabu

    16 de março de 2016

    Afinal de contas qual é o impacto do dinheiro na vida das pessoas? Qual a relação que o dinheiro tem com nossa sociedade, ou seja, com a confiança, a doação e a gratidão?

    O ser humano cria símbolos e significados em relação ao dinheiro e estes elementos impactam os pensamentos, os sentimentos e as ações.

    A conversa sobre grana vai além da falta de educação financeira e problemas como a falta ou descontrole com as finanças pessoais. Se faz necessário enxergar o dinheiro como mais um ingrediente das relações, e como tomar consciência do quanto ele influencia nas decisões e ganha diferentes contornos na nossa história.
    Não deixa para falar de dinheiro apenas quando ele acabar ou quando o seu casamento já estiver em ruínas devido à falta do mesmo. Muitos casais tem grande dificuldade sobre falar sobre o assunto, fato que o torna um verdadeiro tabu.

    Para ajudar na desmitificação do uso do dinheiro seria legal você conferir:

    Podcast: 78 – POR QUE FALAR DE DINHEIRO É TABU?

    Livro – Crash!: Uma Breve História da Economia – Da Grécia Antiga ao Século XXI
    Alexandre Versignassi

    GranaCast | O seu podcast em finanças!

    Até mais.

    Geral

    Renda extra

    2 de junho de 2015

    Você é uma daquelas pessoas que está com menos dinheiro que precisa?
    No Infomoney saiu uma lista com 10 maneiras de conseguir uma renda extra, entre elas:

    – Aumentar a fonte de renda investindo, porém para isso, é necessário uma reserva financeira acumulada;
    – Diminuir os gastos ou aumentar os ganhos, mas nenhuma desta decisões é fácil de tomar;
    – Lecionar;
    – Vende o que não usa mais;
    – Criar uma loja virtual;
    – Revender cosméticos;
    – Cozinhar para fora;
    – Alugar uma vaga na sua residência.

    Entre outras ideias. Confira a matéria completa a seguir:

    14/05/15 – 09h16 – Juliana Américo Lourenço da Silva
    A grana está curta? Veja 10 maneiras de conseguir uma renda extra

    Dinheiro - notas de Reais