‘China’ Articles at Defenda Seu Dinheiro

Browsing Tag: China

    Convidados

    [BIT FRAUDE BREAKINGNEWS] Novas fraudes e proibições afetam mercado de criptomoedas

    5 de Fevereiro de 2018

    Exchange japonesa perde R$ 1,7 bilhão no maior roubo de criptomoedas da história

    bitcoin-falencia-piramide-derrocada-bankruptcy

    Praticamente todas as criptomoedas estão em forte queda nesta segunda-feira (5), com o Bitcoin caindo cerca de 12%, cotado a aproximadamente US$ 7,5 mil, e a Ethereum, a segunda maior em valor total de mercado, caindo 16%, a US$ 730. O mercado, que já perdeu metade do seu valor desde meados de dezembro, foi abalado por notícias de uma proibição ainda mais rigorosa na China e pela restrição da compra de criptomoedas com cartões de crédito em importantes bancos nos Estados Unidos e no Reino Unido.

    Investidores ainda foram prejudicados por fraudes nas moedas MartCoin e Monero Gold, além de um erro de programação na POWH, uma moeda criada para ser declaradamente um esquema de pirâmide, mas que mesmo assim atraiu interessados.

    Segundo uma reportagem do site “South China Morning Post” com base em informações de uma página ligada ao Banco Popular da China, o banco central chinês, autoridades chinesas pretendem bloquear as corretoras de criptomoedas estrangeiras da rede do país. A medida aumenta o rigor da proibição da compra e venda de criptomoedas na China, que já havia proibido a atividade dentro do país.

    Nos Estados Unidos, compradores de criptomoedas enfrentarão resistência dos bancos. Os bancos JPMorgan Chase, Bank of America e Citigroup, três dos quatro maiores do país, anunciaram a proibição da compra de criptomoedas com cartões de créditos emitidos por eles. Os bancos afirmam temer o risco associado com essas compras, segundo a “Bloomberg”.

    A mesma proibição foi adotada pelo Lloyds Banking Group no Reino Unido, uma instituição que engloba as marcas Lloyds Bank, Bank of Scotland, Halifax e MBNA. É o segundo maior banco do país em lucro e o terceiro em ativos.

    Falhas e fraudes

    Alguns investidores também foram prejudicados por fraudes e erros em moedas paralelas criadas por meio de “ICOs”. ICOs (“initial coin offerings”) permitem que investidores troquem moedas mais estabelecidas, como bitcoin e ethereum, por uma nova moeda, na esperança de que essa nova moeda suba de valor e gere lucro. Cada moeda justifica seu futuro valor com promessas diferentes sobre seu funcionamento. Muitas delas usam a mesma rede da Ethereum.

    Um erro de programação na moeda POWH, criada para ser um esquema de pirâmide para permitir que os participantes apostassem quando o negócio iria falir, permitiu a um golpista emitir uma grande quantidade de moedas em seu nome, inundando o mercado com novas moedas e destruindo seu valor. É possível que a fraude tenha partido dos próprios criadores da moeda ou de um hacker. A página inicial do site da POWH” foi retirada do ar.

    Uma tática semelhante foi usada propositalmente pelos criadores da Monero Gold, uma moeda que supostamente tentava ser uma nova versão da Monero, uma moeda conhecida por sua característica de sigilo e anonimato nas transferências. Os criadores da Monero Gold aparentemente usaram o mesmo erro do golpe da POWH para emitir uma quantidade gigantesca de moedas (o número tem 78 algarismos) e derrubar o mercado com a venda das mesmas. A página inicial da Monero Gold traz um “meme” antissemita com uma foto do atentado terrorista de 11 de setembro e uma captura de tela mostrando o número de moedas criado.

    Leia mais clicando neste link.

    Veja também:

    Bitcoin: queda generalizada é lição para quem se empolgou

    Até mais.

    Convidados

    Sinais que você está diante de um golpe de pirâmide com Bitcoin

    18 de setembro de 2017

    Recentemente surgiu uma “mineradora” de Bitcoin nas nuvens que prometia lucros de 20% ao mês com a mineração de Bitcoin. O investimento mínimo era de 500 dólares (2 mil reais). Várias pessoas ficaram no prejuízo e nunca mais irão ver seu dinheiro de volta.

    piramide

    Vale ressaltar que Bitcoin é a moeda ideal para estelionatários aplicarem golpes de pirâmide, pois governo nenhum pode congelar sua conta e é muito fácil de ir tirar férias no caribe com o dinheiro das vitimas de um golpe desses. A única maneira de se proteger de golpes é tendo informações corretas e honestas sobre o Bitcoin, por isso a existência desse canal. Então fiquem atentos, pois abaixo são listados 5 sinais para você ter certeza (ou pelo menos desconfiar) que está diante de um golpe de pirâmide com Bitcoin e não entrar nessa roubada:

    1) A empresa oferece lucros acima de 5% ao mês.

    Uma empresa de mineração jamais poderá oferecer mais de 5% de lucro em mineração com Bitcoin. Isto porque a mineração não é tão lucrativa quanto às pessoas costumam fantasiar. Existem muitos custos por trás da atividade, tais como energia, funcionários, servidores, etc. Eu já cheguei a escutar que supostas empresas de mineração estavam oferecendo 30% de lucro, o que é um completo absurdo! E mesmo se a empresa oferecer lucros abaixo de 5% isto não isenta a mesma de ser um golpe de pirâmide com uma vida mais longa.

    2) A empresa usa marketing multinível no processo de mineração

    A empresa que deu o calote nos seus investidores ontem cobrava uma taxa de adesão de 100 dólares para entrar na matriz multinível. Não existe lógica nenhuma cobrar um taxa de adesão para poder começar a minerar, esse foi o motivo que me fez desistir da Bitknock (site fora do ar!). Vamos pensar um pouco. Se a atividade de mineração Bitcoin é por si só lucrativa, porque eu preciso pagar uma taxa de adesão para poder convidar meus amigos para o negócio?  Não faz sentido nenhum, não é mesmo?

    golpe de piramede3) A empresa não deposita diretamente na sua carteira o resultado da mineração

    Empresas serias de mineração pedem o endereço da sua carteira para depositar diretamente e diariamente a sua parte da mineração. Na empresa que deu o calote ontem em seus investidores você tinha que acumular uma quantidade mínima para retirada dos seus Bitcoin. E você tinha ainda que fazer o processo de retirar os seus Bitcoin manualmente para sua carteira. Ou seja, a empresa estava dificultando a retirada dos seus fundos.

    4) A empresa tem menos de 1 ano de funcionamento

    Oferece lucros de mais de 10% ao mês e tem menos de 1 ano de vida é batata! Saia fora que é uma mineradora golpe de pirâmide em Bitcoin.  A matemática é simples! Quanto maior a margem de lucro a empresa oferece aos seus investidores menor será o tempo de vida da mesma no mercado. Se a empresa oferece uma margem de lucro alta o tempo de vida dela será curto, pois os golpistas terão que sumir com o site e os vestígios do negócio quando a base da pirâmide parar de crescer. Resumindo, se a empresa oferece um lucro de 10%, isto significa na prática que ela pode ficar durante 10 meses te pagando com seu próprio dinheiro! Só então, depois destes 10 meses, que ela começa a usar dinheiro de outros investidores para te pagar. É mais ou menos neste ponto que os golpistas costumam dar o calote em todos os investidores.

    5) A empresa usa piscinas de mineração.

    Essas empresas golpistas costumam usar piscinas de mineração de grande volume para disfarçar a pirâmide financeira. Quando é uma mineradora séria, que está há vários anos no mercado, ela é a própria piscina de mineração! Uma boa dica é você visitar os canais oficiais destas empresas no youtube.com atrás de palestras dos seus fundadores e vídeo das máquinas de mineração funcionando. Você precisa encontrar um vídeo com um galpão repleto de máquinas funcionando uma do lado da outra, que o barulho das ventoinhas resfriando os processadores chega até ser ensurdecedor! Na prática, são destas salas gigantes que vem todo Bitcoin minerado no mundo.

    Deixo aqui também mais uma reflexão neste artigo. O ser humano é muito imprevisível, a ganancia pode fazer as pessoas perderem a moral. Então, mesmo projeto sérios de mineração como a Genisis Mining (lançada em fevereiro de 2014) e que oferece contratos vitalícios de poder de mineração. Mesmo essas empresas em determinado momento pode se deixar contaminar pela ganancia e começar a fraudar seus investidores.

    Dos 21 milhões do Bitcoin que poderão existir em circulação no mundo mais de 70% já foi minerado e tem dono! Acho que a moeda está indo para uma nova fase. Penso que o melhor jeito para se conseguir Bitcoin agora seja oferecendo um produto ou serviço. Somente assim o Bitcoin irá cumprir seu real proposito de ser uma moeda de troca livre de bancos centrais.

    O número de sites que passam golpes em Bitcoin são enormes. Segue no link a lista negra com milhares de sites que já aplicaram em Bitcoin no mundo.
    http://www.badbitcoin.org/thebadlist/#BTC

    Não se deixem atrair por investimentos com grandes taxas de retorno. Nada de valor nessa vida vem fácil.
    fonte de consulta: mercadolivrebtc.wordpress.com/2016/02/05/5-sinais-que-voce-esta-diante-de-um-golpes-de-piramide-com-bitcoin

    Confira também:

    Ebook gratuito: Bitcoin – A Moeda na Era Digital

    Até o próximo post.

    Convidados

    [BREAKING NEWS] China faz valor da bitcoin desabar

    14 de setembro de 2017

    Ebook gratuito: Bitcoin – A Moeda na Era Digital

    No dia 2/9/2017, criptomoeda chegou à máxima histórica dos 5 mil dólares; hoje, vale cerca de 3,5 mil dólares.

    FILE PHOTO:An illustration photo of Bitcoin (virtual currency) coins are seen at La Maison du Bitcoin in Paris

    Setembro não tem sido um mês fácil para os entusiastas da bitcoin. A moeda, que chegou a bater a marca dos 5 mil dólares no último dia 2, viu seu valor derreter desde então. Nesta quinta-feira, uma unidade da criptmoeda valia cerca de 3,5 mil dólares — uma queda de 30%.

    A derrocada pode ser explicada por notícias nada animadoras vindas da China. A primeira delas foi a decisão do país de tornar ilegal a prática conhecida como ICO (initial coin offerings), uma espécie de abertura de capital na bolsa, mas feita com criptomoedas. A novidade derrubou os preços da moeda Ether, mais usada nessas transações, mas também da bitcoin.

    Depois, surgiram rumores de que o governo chinês iria proibir o comércio de moedas virtuais em bolsas domésticas. Inicialmente, a publicação financeira chinesa Caixin informou que a China estaria planejando fechar as bolsas. No começo desta semana, Bloomberg e Wall Street Journal publicaram notícias semelhantes, dizendo que o país estaria elaborando um plano para proibir a comercialização de todas as moedas virtuais.

    Hoje, uma das plataformas de trocas de moedas mais antigas do mercado chinês informou que encerrará suas operações no final deste mês, dando sinais de que o fechamento das bolsas deve ocorrer em breve.

    Fora tudo isso, o presidente executivo do JPMorgan, Jamie Dimon, disse na última terça-feira que a bitcoin “é uma fraude” que entrará em colapso, afetando o humor dos investidores norte-americanos.

    “Vocês não podem ter um negócio em que as pessoas podem inventar uma moeda a partir do nada e achar que as pessoa que a estão comprando são realmente inteligentes”, afirmou Dimon em conferência com investidores.
    fonte de consulta: exame.abril.com.br/mercados/ameaca-chinesa-faz-valor-da-bitcoin-desabar

    Geral

    Michel fortalece o Real: Dólar desaba e fecha em R$3,36, menor nível em quase 1 ano

    8 de junho de 2016

    Além do interino ser muito mais político e competente do que a deposta, parece que o mesmo também tem sorte, forte característica daquele que se dizia o cara.

    Hoje o dólar despencou mais de mais de 2% e encerrou o dia abaixo de R$ 3,40 pela primeira vez em quase um ano nesta quarta-feira. A moeda americana recuou 2,29%, a R$ 3,3697 na venda, menor nível de fechamento desde 29 de julho de 2015 (R$ 3,3293) e acumula queda de 6,72 em junho/2016. Este ano o dólar já perdeu 14,65 por cento.

    O dólar futuro cedia cerca de 2,15% no fim da tarde.

    Dólar desaba e fecha em R$3,36, menor nível em quase 1 ano
    exame.abril.com.br/mercados/noticias/dolar-desaba-e-fecha-em-r-3-36-menor-nivel-em-quase-1-ano

    Até o próximo post.

    Convidados

    A China parou de crescer?

    6 de junho de 2016

    A segunda maior economia do mundo vem mostrando sinais de estagnação em seu crescimento. O ano de 2015 o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) da China ficou em 6,9%, o pior resultado desde os anos 1990. Esses dados são alarmantes para os investidores brasileiros, uma vez que o país asiático é o principal parceiro comercial do Brasil.

    a-china-parou-de-crescer

    Após a crise de 2008, diversos países emergentes – incluindo o Brasil – se alinharam à China em busca de atender à grande demanda por produtos como o minério de ferro, exportado principalmente pela Vale (VALE5), além de insumos agropecuários e petróleo. Um crescimento menor significa, necessariamente, uma demanda menor por essas commodities.

    Moeda desvalorizada

    Outro fator preocupante é a desvalorização da moeda chinesa, o Yuan. Na última semana de maio a presidente do Federal Reserve (FED, o Banco Central Norte-americano), anunciou um aumento nas taxas de juros durante uma palestra na universidade de Harvard.  Atualmente o dólar vale 6,5784 da moeda chinesa, a cotação mais baixa desde fevereiro de 2011.

    No mesmo período o Yuan teve queda de cerca de 0,8% na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Mas, enquanto esses dados preocupam os investidores, na primeira semana de junho um bom sinal deu mais fôlego para as prospecções relativas à economia chinesa.

    PMI estável surpreende analistas

    O PMI (Purchasing Managers Index, Índice dos Gerentes de Compras em tradução livre), considera cinco grandes indicadores para representar a movimentação industrial de um país ou região. São levados em conta produção, entregas de suprimento, níveis de inventário, novos pedidos e desenvolvimento do emprego.

    No primeiro dia de junho desse ano a China anunciou seu PMI oficial em 50,1 pontos, surpreendendo a expectativa de analistas que previam um índice de 49,9. Apesar de parecer pouca, essa diferença separa a contração econômica da expansão, sinalizando um impulso positivo da segunda maior economia do mundo.

    A importância de manter-se atualizado

    Em um contexto extremamente volátil, onde os cenários podem mudar em questão de dias – e às vezes até em horas, manter-se atualizado é muito importante para não ser surpreendido por algum acontecimento e acabar perdendo dinheiro (ou ganhando menos do que o esperado). Muitas vezes um acontecimento na China pode afetar alguns investimentos aqui no Brasil.

    Justamente por isso, essas informações são fundamentais para as pessoas que desejam entender como investir dinheiro em um momento de tantas incertezas. Fique atento aos principais noticiários e lembre-se que não são as notícias que influenciam a volatilidade dos ativos, mas sim a reação dos investidores aos fatos noticiados.

    Geral

    A crise acabou com a siderurgia?

    31 de Março de 2016

    A crise na siderurgia nacional fechou 29 mil vagas em aproximadamene 2 anos e deve continuar demitindo nos próximos meses. O Instituto Aço Brasil, o qual representa o setor, não acredita em recuperação no próximo ano. A siderurgia está imersa no que considera a pior crise de sua história, aspecto que é reflexo da fraca atividade econômica que já levou ao fechamento de dezenas de unidades produtivas no setor. A previsão é de uma queda de 4% nas vendas domésticas de aço e de 5,1% no consumo aparente em 2016, tudo isto em cima de uma estatística já desfavorável em 2015.

    Vive-se a pior crise de nossa história. Não há nada que sinalize recuperação do mercado interno. Será a repetição de 2015. A maior expressão da crise do setor foi a recente decisão da Usiminas de fechar a unidade de Cubatão, em São Paulo, a antiga Cosipa. A paralisação das atividades levará à perda de 2 mil empregos diretos e pelos menos outros 2 mil indiretos na região. A empresa já foi alvo de uma série de protestos.

    As siderúrgicas apostam nas exportações para ganhar fôlego, mas dizem que a alta do dólar não foi suficiente para aumentar sua competitividade. Atualmente as brasileiras vêm exportando sem margem, caso da Usiminas, de Cubatão.
    economia.estadao.com.br/noticias/geral,siderurgicas-devem-demitir-mais-7-4-mil-nos-proximos-6-meses–imp-,1802908

    Veja também:

    Superprodução
    A crise abalou a siderurgia
    A recessão e os chineses elevam os estoques mundiais de aço e o setor enfrenta 30% de ociosidade no País
    Siderurgia

    Até o próximo post.

    Geral

    Vale fecha 2015 com forte prejuízo !

    25 de Fevereiro de 2016

    Estranho que no informe da Lopes Filho que saiu as 11:19 de hoje não ficou nada claro sobre o prejuízo com o acidente homérico ocorrido em Mariana/MG relativo a empresa que a Vale e BHP são controladores, a Samarco.

    educacao-ambiental-samarco

    Confiram:

    A Vale S.A. divulgou prejuízo líquido de R$ 33,2 bilhões no 4T15, ante prejuízo de R$ 6,7 bilhões no 4T14. Em 2015, o prejuízo acumulado foi de R$ 44,2 bilhões, ante lucro de R$ 954,0 milhões no 12M14, explicado, principalmente, pela menor margem Ebitda, aos maiores impairments registrados em 2015 e ao efeito negativo nos resultados financeiros da depreciação do câmbio em 2015.

    A receita de venda líquida foi de R$ 22,7 bilhões no último trimestre de 2015, recuando 2,0% em relação ao 4T14. No acumulado de 2015, a receita foi de R$ 85,5 bilhões, 3,1% inferior ao acumulado no ano anterior.

    O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado do 4T15 foi de R$ 5,4 bilhões, 3,3% abaixo do 4T14. No 12M15, o Ebitda foi de R$ 23,7 bilhões, recuando 24,0% na comparação com o acumulado de 2014.

    Leia também:

    EI tem inveja da Samarco

    Geral

    Defenda o seu dinheiro do carro chinês ou não…?

    8 de Janeiro de 2016

    Afinal de contas, quais são os prós e contras para você comprar um carro chinês?

    Muitos carros chineses que têm chegado ao Brasil possuem preços bem interessantes quando comparados aos principais concorrentes, as carroças “nacionais”, que possuem preços abusivos para adquirir um carro completo, ou seja, com todos itens de série.

    Pode-se listar como motivos a favor de comprar um carro “xing ling”:

    – Preços são extremamente competitivos;

    – O custo de manutenção é baixo. Por ter preço baixo das peças, o seguro pode ficar mais barato;

    – Tem prazo de garantia estendida, menos para itens de consumo, como bateria, velas, etc…

    – Assistência técnica 24 h incluso na garantia estendida;

    – O atendimento na venda é excelente.

    Pode-se listar como motivos contra de comprar um carro “xing ling”:

    – A segurança é uma fonte de preocupação, pois os carros ainda estão a pouco rodando em solo brasileiro, além da desconfiança do brasileiro com a China onde muitos produtos fabricados lá não apresentam qualidade.
    Os chineses inundam o mundo com seus produtos de baixo custo, os quais são produzidos por mão-de-obra mal remunerada, muitos jornalistas, analistas de mercado, blogueiros, escritores, etc., apontam para trabalho escravo.
    A poluição produzida por sua indústria tem atingido níveis alarmantes, fazendo um parêntese, possibilidade da ficção científica do seriado “The Walking Dead” realmente começar por lá. Vai saber…;

    – A China possui um PIB trilionário, o segundo maior do planeta, mas ainda tem maior parte da sua população na linha da pobreza. O capital é controlado por poucos num regime comunista de mercado, porém é ditador e isto implica na falta de liberdade para o seu povo, principalmente a liberdade de expressão;

    – Muitos modelos chineses ainda não são flex(bicombustível);

    – A desvalorização de carros importados é mais rápida. As revendedoras de carros usados e concessionárias, principalmente as não chinesas, irão jogar o preço do seu carro lá no chão para comprá-lo. Talvez seja melhor vender para um “amigo” (terceiro);

    – A importação de peças pode demorar;

    – O pós venda costuma ser ruim;

    – O atendimento da assistência técnica é com pouco caso, não dão muita atenção para o cliente, pois as idas para pequenas manutenções costumam ser constantes;

    Boa sorte na sua decisão para escolher o melhor custo malefício de carro chinês.

    Leia também:

    – Quanto custa manter um automóvel ?

    – Transporte público é barato?

    – Quanto o seu carro te custa por ano?

    – Escolhendo um seguro de carro de forma consciente

    Chery QQ
    – Os prós e contras de comprar um carro chinês

    Até o próximo post.

    Filmes

    Netflix: Seriado Marcopolo

    21 de novembro de 2015

    Ótimo seriado sobre a economia da China no século 13. O Kublai Khan é visto como um estadista e muito mais cosmopolita que a maioria dos líderes de hoje em dia. O que ele faz de ruim também não é nada diferente do que os governantes fazem hoje em dia, seja em democracias, ditaduras, reinados, impérios, etc…

    No aguardo do Netflix liberar a segunda temporada. Vale muito a pena conferir.

    Em baixa, Marco Polo é renovado para 2ª temporada

    Sinopse:

    Em um mundo repleto de inveja, traição, intrigas e rivalidades, Marco Polo se baseia na fama do lendário explorador italiano (interpretado por Lorenzo Richelmy) na côrte de Kublai Khan (Benedict Wong) na China no século 13.
    adorocinema.com/series/serie-10841

    Até o próximo post.

    Geral

    IPO: Alibaba, mais um exagero do mercado?

    19 de setembro de 2014

    Depois do grande oba-oba do mega IPO* da empresa norte-americana Facebook, eis que chega com grande estrondo em WallStreet a empresa chinesa Alibaba. A ação subiu muito em sua estreia na bolsa de valores.
    Acompanhemos para saber até onde vai mais esta possível insanidade do mercado.
    *IPO: Initial Public Offering, em português traduzimos como Oferta Publica de Ações.

    O Alibaba Group nada mais é do que um grupo de empresas com sede em Hangzhou/China, de propriedade privada baseada em e-commerce, incluindo sites online de business-to-business, serviços de varejo e pagamento online, um motor de busca para compras e serviços de computação na nuvem centrados em dados.

    Vejam matéria que saiu hoje:

    Após IPO recorde nos EUA, Alibaba abre com alta de 45%, a US$ 98
    Os papéis da companhia chinesa demoraram mais de 2 horas para iniciarem a negociação; as ações tinham sido precificadas a US$ 68

    Minutos antes da abertura de negociação dos seus papéis, tudo indicava que o Alibaba faria a maior estreia comercial dos Estados Unidos, com uma alta de mais de 35% em relação aos US$ 21,8 bilhões levantados durante a sua oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês). Com o início dos negócios, ás 12h56 (horário de Brasília), os papéis da companhia chinesa estavam a US$ 92,70, uma alta de 36%, após as suas ações serem precificadas a US$ 68.

    Mas a alta não parou, minutos após abrir os papéis já atingiam US$ 98,00, valorização de 44,12% ante sua precificação. A indicação dos preços, fornecida pelo formador de mercado do Alibaba na New York Stock Exchange, ficou mudando durante toda a manhã à medida que investidores sinalizavam interesse pelos papéis da empresa.

    Após ser fundado por Jack Ma em 1999, o Alibaba está avaliado em US$ 167,6 bilhões. Se for negociado a US$ 89, o papel do Alibaba será mais caro que os papéis do Amazon e do eBay juntos. Ma é o homem mais rico da China, com um patrimônio líquido estimado em US$ 21,9 bilhões, de acordo com índice Bloomberg Billionaires.
    Jack Ma fundador do Alibaba, Jack Ma dono do alibaba
    fonte: infomoney.com.br/bloomberg/mercados/noticia/3587955/apos-ipo-recorde-nos-eua-alibaba-abre-com-alta

    Leia também:

    Vale a pena investir em IPO(Initial Public Offering)?

    Até o próximo post.