‘Canadá’ Articles at Defenda Seu Dinheiro

Browsing Tag: Canadá

    Convidados

    [BITFRAUDE BREAKINGNEWS] Tribunal no Canadá ordena criador da Plexcoin a transferir 420 Bitcoins para Justiça canadense

    31 de julho de 2018

    Desembalando os 5 maiores golpes de criptomoedas

    Plexcoin

    Esta ICO em particular foi cortada pela raiz em dezembro de 2017 depois de ser rotulado como um esquema típico de retorno sobre investimento ponzi. A Plexcorp estava prometendo aos investidores mais de 1.300% de retorno sobre o investimento por mês antes que a Securities and Exchange Commission (SEC) dos EUA ordenasse que a empresa parasse as operações.

    Mais de $15 milhões foram levantados durante a ICO da Plexcoin. Felizmente, todos os fundos foram congelados pela SEC e o fundador Dominic Lacroix foi preso.

    Curiosamente, foi a primeira vez que a SEC interveio e acusou uma ICO através de sua Unidade de Crimes Cibernéticos. As ofertas da Plexcoin também foram classificadas como uma garantia, daí a decisão da SEC de apresentar queixa.

    Dominic Lacroix, acusado de aplicar um golpe financeiro através da venda de uma criptomoeda chamada ‘PlexCoin” (por meio de uma ICO), foi obrigado a transferir US$ 3,724 milhões em bitcoins (cerca de R$ 12 milhões), em pleno tribunal no Canadá, senão ele seria mandado para a prisão.

    “Você é passível de desrespeito ao tribunal”, advertiu o juiz Raymond W. Pronovost, acrescentando que ele não hesitaria em mandá-lo para a prisão caso não cumprisse a ordem. A audiência aconteceu no dia 06 de julho, de acordo com a rede de notícias Radio-Canada.

    O magistrado havia comunicado Lacroix no dia anterior e disse que o tribunal havia nomeado Hugo Babos-Marchandum, administrador temporário dos bens da família do acusado, para intermediar a transferência dos bitcoins.

    Leia mais a seguir:

    Tribunal ordena criador da Plexcoin a transferir 420 Bitcoins para Justiça canadense
    Dominic Lacroix com a namorada

    Até mais.

    Convidados

    [BIT FRAUDE BREAKINGNEWS] Novas fraudes e proibições afetam mercado de criptomoedas

    5 de fevereiro de 2018

    Exchange japonesa perde R$ 1,7 bilhão no maior roubo de criptomoedas da história

    bitcoin-falencia-piramide-derrocada-bankruptcy

    Praticamente todas as criptomoedas estão em forte queda nesta segunda-feira (5), com o Bitcoin caindo cerca de 12%, cotado a aproximadamente US$ 7,5 mil, e a Ethereum, a segunda maior em valor total de mercado, caindo 16%, a US$ 730. O mercado, que já perdeu metade do seu valor desde meados de dezembro, foi abalado por notícias de uma proibição ainda mais rigorosa na China e pela restrição da compra de criptomoedas com cartões de crédito em importantes bancos nos Estados Unidos e no Reino Unido.

    Investidores ainda foram prejudicados por fraudes nas moedas MartCoin e Monero Gold, além de um erro de programação na POWH, uma moeda criada para ser declaradamente um esquema de pirâmide, mas que mesmo assim atraiu interessados.

    Segundo uma reportagem do site “South China Morning Post” com base em informações de uma página ligada ao Banco Popular da China, o banco central chinês, autoridades chinesas pretendem bloquear as corretoras de criptomoedas estrangeiras da rede do país. A medida aumenta o rigor da proibição da compra e venda de criptomoedas na China, que já havia proibido a atividade dentro do país.

    Nos Estados Unidos, compradores de criptomoedas enfrentarão resistência dos bancos. Os bancos JPMorgan Chase, Bank of America e Citigroup, três dos quatro maiores do país, anunciaram a proibição da compra de criptomoedas com cartões de créditos emitidos por eles. Os bancos afirmam temer o risco associado com essas compras, segundo a “Bloomberg”.

    A mesma proibição foi adotada pelo Lloyds Banking Group no Reino Unido, uma instituição que engloba as marcas Lloyds Bank, Bank of Scotland, Halifax e MBNA. É o segundo maior banco do país em lucro e o terceiro em ativos.

    Falhas e fraudes

    Alguns investidores também foram prejudicados por fraudes e erros em moedas paralelas criadas por meio de “ICOs”. ICOs (“initial coin offerings”) permitem que investidores troquem moedas mais estabelecidas, como bitcoin e ethereum, por uma nova moeda, na esperança de que essa nova moeda suba de valor e gere lucro. Cada moeda justifica seu futuro valor com promessas diferentes sobre seu funcionamento. Muitas delas usam a mesma rede da Ethereum.

    Um erro de programação na moeda POWH, criada para ser um esquema de pirâmide para permitir que os participantes apostassem quando o negócio iria falir, permitiu a um golpista emitir uma grande quantidade de moedas em seu nome, inundando o mercado com novas moedas e destruindo seu valor. É possível que a fraude tenha partido dos próprios criadores da moeda ou de um hacker. A página inicial do site da POWH” foi retirada do ar.

    Uma tática semelhante foi usada propositalmente pelos criadores da Monero Gold, uma moeda que supostamente tentava ser uma nova versão da Monero, uma moeda conhecida por sua característica de sigilo e anonimato nas transferências. Os criadores da Monero Gold aparentemente usaram o mesmo erro do golpe da POWH para emitir uma quantidade gigantesca de moedas (o número tem 78 algarismos) e derrubar o mercado com a venda das mesmas. A página inicial da Monero Gold traz um “meme” antissemita com uma foto do atentado terrorista de 11 de setembro e uma captura de tela mostrando o número de moedas criado.

    Leia mais clicando neste link.

    Veja também:

    Bitcoin: queda generalizada é lição para quem se empolgou

    Até mais.

    Filmes

    Documentário Netflix: Salvando o Capitalismo

    4 de dezembro de 2017

    saving-capitalism-salvando-capitalismo

    Bom documentário sobre o capitalismo na atualidade e desde sempre! Disponível no seu Netflix.

    Sinopse:

    Data de lançamento: 21 de novembro de 2017 na Netflix (1h 13min)
    Direção: Sari Gilman, Jacob Kornbluth
    Elenco: Robert Reich
    Gênero: Documentário
    Nacionalidade: EUA

    O documentário segue a jornada do ex-secretário do governo americano e professor Robert Reich, enquanto ele compartilha, no coração da América conservadora, suas ideias sobre os novos rumos que a economia do país deveria tomar.

    Até o próximo post.

    Geral

    Formas de ganhar dinheiro online

    23 de fevereiro de 2016

    Em mais um podcast espetacular, os Irmãos Prezia, criadores do Canadá para Brasileiros, explicam de forma muito elucidativa diversas formas para você faturar aquela grana online.

    Entre os tópicos abordados estão estes a seguir:

  • ADS / Anúncios:
    Não deixem de conferir também: Qual o melhor programa de associados para o seu site?
  • Você pode ter uma renda regular com seu site / blog / canal no Youtube utilizando do popular recurso do Google Adds / Youtube adds.
    Vantagem: baixo custo / investimento.
    Desvantagem: faturamento limitado.

  • Venda de anúncios
  • Nós contamos um pouco de nossa experiência de quase uma década vendemos anúncios para empresas no Canadá e Estados Unidos.
    Vantagem: baixo custo / investimento / dá para faturar mais do que os Ads do Google.
    Desvantagem: Dá muito trabalho, fazendo prospecções, reuniões e visitas a potenciais anunciantes.

  • Afiliados
  • Você pode ganhar dinheiro vendendo produtos e serviços de terceiros.
    Comentamos sobre o caso do empreendedor norte-americano Pat Flynn, que fatura centenas de milhares de dólares / ano indicando e recomendando produtos na internet.
    Vantagem: baixo custo / investimento / possibilidade de ótimo faturamento.
    Desvantagem: o produto não é seu – ou seja, a qualidade e garantia do produto que você está vendendo não está sobre seu controle.

  • Comercio online
  • Contamos um pouco sobre nossa experiência de 9 anos com uma empresa de comércio online.
    Vantagem: possibilidade de bom faturamento.
    Desvantagem: muito trabalho, principalmente com “customer service”.

  • Prestar Consultoria Online
  • Se você é especialista numa determinada área ou assunto, você pode prestar consultoria sem sair de casa.
    Exemplo citado no podcast: site de advogados em que você paga para ter um parecer jurídico.
    Vantagem: baixo custo / investimento.
    Desvantagem: consumo horas de trabalho, o que deixa mais difícil de você conseguir multiplicar o faturamento.

  • Venda de conteúdo
  • Contamos um pouco porque nós consideramos essa categoria de negócio online como uma das mais atraentes.
    Vantagem: possibilidade de ALTO Faturamento
    Desvantagem: exige maior investimento de tempo e dinheiro.

  • Software
  • Vantagem: possibilidade de ALTISSIMO Faturamento (uma vez que é um modelo que possibilita facilmente você de multiplicar as vendas).
    Desvantagem: exige um investimento mais elevado e qualificado / serviço de suporte.

    moedas de real

    Aqui é empreendedorismo diretamente na veia.

    Até mais.