• Consumidores que não conseguem renegociar suas dívidas com os bancos

    Segundo estudo do site Idec 60,8% dos consumidores não tem conseguido renegociar suas dívidas com os bancos e tal pesquisa revela que 53,6% dos entrevistados já tentaram renegociar alguma dívida, porém deste total, apenas 39,2% conseguiram obter êxito na negociação. O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) fez a divulgação dos resultados da pesquisa sobre as experiências dos consumidores relativo à renegociação de dívidas e 60,8% dos consumidores não conseguem renegociar suas dívidas com os bancos. A pesquisa ainda revela que 53,6% dos entrevistados já tentaram renegociar algum débito, mas deste total, apenas 39,2% conseguiram. As principais dívidas que

    [Leia mais...]
  • Gráficos explicam por que os bancos lucram tanto

    Se você está revoltado com os juros estratosféricos, confira estes dois gráficos do estudo abaixo que explicam por que os bancos lucram tanto: Fonte: Banco Central do Brasil. Dados disponíveis em: https://www3.bcb.gov.br/informes/relatorios. * Outros contabiliza a soma dos demais bancos. A concentração bancária tem seus danos e não adianta reclamar do spread! Das 1.012 instituições financeiras que declararam que tinham pelo menos R$1 real de depósitos em março/2016, os 10 primeiros da lista, ou 1% dos bancos têm 85,8% de todos os depósitos realizados! Só os quatro primeiros da lista: Banco do Brasil, Caixa, Itaú e Bradesco tem juntos 68,7%

    [Leia mais...]
  • Bancos reajustam pacotes de tarifas em até 50%, como fugir do pagamento?

    O reajuste dos pacotes de serviços bancários chega a custar até 50,8% a mais para os consumidores, conforme pesquisa feita pela Proteste Associação de Consumidores. Este é o caso do plano Bom Para Todos Pleno, do Banco do Brasil, que teve aumento de R$ 40,40 para R$ 60,95. Mesmo que esse pacote esteja suspenso para novas adesões, os clientes que já o possuem passarão a pagar esse novo valor. Em maio/2016, 3 dos 8 bancos brasileiros analisados na pesquisa mostraram reajuste nas tarifas: o Itaú (12,34), no pacote Multiconta; o Bradesco (5,88%) no Padronizado II; e a Caixa Econômica Federal

    [Leia mais...]
  • Ação do Bradesco cai mais de 7% após indiciamento de Luiz Carlos Trabuco no âmbito da Operação Zelotes

    Conforme matéria do Infomoney, PF pede indiciamento de presidente do Bradesco. Papéis do banco chegaram a cair 7,33% após a notícia do indiciamento de Luiz Carlos Trabuco no âmbito da Operação Zelotes. Veja imagem que mostra a derrocada das ações: Aos pobres comprados em BBDC4 ou BBDC3 sem stop e sem estratégia, o defensor do dinheiro deixa a seguinte pergunta para reflexão: Investir em ações de banco é certeza de ganhar dinheiro? Até mais.

    [Leia mais...]
  • Os melhores cartões de crédito para acumular milhas

    Fique sabendo quais são os melhores e os piores cartões de crédito para acumular pontos e emitir passagens com milhas aéreas segundo um levantamento da associação de consumidores Proteste, que foi feito a pedido de Exame. A lista contempla 63 produtos oferecidos por 7 bancos: Itaú, Banco do Brasil, Bradesco, Santander, HSBC, Caixa e Citi: Não deixe de conferir também: Melhores Cartões de Crédito para acumular milhas e viajar Programas de milhas: vale a pena participar?

    [Leia mais...]
  • Exame: Quando vale a pena abandonar seu plano de previdência

    Ótimo artigo para que você saiba como avaliar se você pode ganhar mais ao sair do seu plano de previdência. Vale a pena conferir na Exame: http://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/aposentadoria/noticias/quando-vale-a-pena-abandonar-seu-plano-de-previdencia Sucesso na decisão de cada um. Leia também: Previdência privada vale a pena? Como e por que diversificar os investimentos? Como fazer o controle de risco Viver de renda e independência financeira   Até o próximo post.

    [Leia mais...]
  • Money as Debit(Dinheiro como Dívida)

    Excelente vídeo, vale muito a pena conferir! Se trata de um interessante vídeo didático sobre a origem do dinheiro. Assista e entenda como funciona o dinheiro, os bancos, empréstimos, crises e crédito: Até o próximo post.

    [Leia mais...]
  • Previdência privada vale a pena?

    O cidadão que pensa investir em um plano de previdência privada para garantir uma aposentadoria tranquila, já deve ter ouvido falar de duas siglas bastante comuns: PGBL e VGBL. PGBL quer dizer Plano Gerador de Benefício Livre e VGBL significa Vida Gerador de Benefício Livre. Ambos são planos previdenciários que permitem que você acumule recursos por um prazo contratado, sendo que neste período, o dinheiro depositado vai sendo investido e rentabilizado pela seguradora que você escolheu. Em ambos planos o contratante passa por duas fases: – Período de investimento: ocorre quando estamos trabalhando e/ou gerando renda. Esta é a fase

    [Leia mais...]
  • Entrevista de investidores em 2010

    Em 2010 eu e outros investidores que frequentam o portal e fórum Infomoney demos um entrevista relativo ao que deve ser observador na hora de escolher uma corretora de valores para investir na bolsa. Está explicado de forma bem clara quais passos tomar para se encontrar o melhor custo-benefício. O tema continua atual e vale a pena conferir. Leiam abaixo na íntegra:   Armadilhas: o que observar na hora de escolher quanto pagar de corretagem Corretora pode apresentar diferenças de preços que parecem injustas, mas tudo depende da estratégia de investimentos Por Tainara Machado |20h10 | 03-05-2010 SÃO PAULO –

    [Leia mais...]
  • Entrevista de investidores em 2011

    Em 2011 eu e outros investidores que frequentam o portal e fórum Infomoney demos um entrevista relativo à bolsa de valores e possibilidades de se proteger os investimentos e lucrar em uma mercado com viés baixista. O tema continua atual. Leiam abaixo na íntegra:   Bolsa: investidores comentam suas estratégias para enfrentar a queda do mercado Eles garantem que é possível aproveitar boas oportunidades com a queda da Bolsa, comprando ações ‘baratas’ no momento certo Por Diego Lazzaris Borges |16h11 | 04-07-2011 SÃO PAULO – Dentistas, programadores, economistas, consultores. O que estes profissionais têm em comum? Aparentemente, nada. Mas por

    [Leia mais...]