‘Amazon’ Articles at Defenda Seu Dinheiro

Browsing Tag: amazon

    Livraria

    Ebook gratuito: Bitcoin – A Moeda na Era Digital

    22 de agosto de 2017

    The Ascent of Money – A Financial History of the World (“A ascensão do dinheiro – Uma história financeira do mundo”, numa tradução livre)

    bitcoin-a-moeda-na-era-digital

    O bitcoin é uma moeda com a mesma utilidade do real ou do dólar, mas com algumas diferenças importantes:

    1. É uma moeda puramente digital;
    2. Não é emitida por nenhum governo (ainda…);
    3. Tem aceitação mais restrita.

    Seu valor é determinado livremente pela oferta e pela demanda. Mais recentemente o bitcoin ganhou notoriedade por sua incrível valorização. Desde a primeira transação com bitcoin que se tem notícia, realizada em 2010, a moeda já subiu mais de 100.000.000%.

    D9 e MinerWorld: suspeita de operar um esquema de pirâmide financeira

    Se você quer saber tudo sobre bitcoin, baixe agora gratuitamente o ebook de 123 páginas “Bitcoin – A Moeda na Era Digital”, escrito por Fernando Ulrich, um dos maiores especialistas do Brasil em criptomoedas.

    E-moeda é fraude?

    Baixe agora mesmo o E-book clicando aqui.

    E não deixe de ler:

    Livro – Crash!: Uma Breve História da Economia – Da Grécia Antiga ao Século XXI (Alexandre Versignassi)

    Até o próximo post.

    Convidados

    Itens essenciais que os viajantes mais esquecem de colocar na mala

    26 de Abril de 2017

    contando-notas-de-dolar

    Um levantamento feito pela Amazon revela alguns itens essenciais que são comumente solicitados no e-commerce da empresa, por exemplo, frequentemente os viajantes esquecem de colocar os carregadores de seus celulares nas malas. A pesquisa foi feita pela Amazon e divulgada em março de 2017.

    O levantamento revela alguns itens essenciais que são comumente solicitados no e-commerce da Amazon quando as pessoas estão de férias.

    Veja a seguir:

    1) Carregador de celular

    Foram encomendados 11 milhões deles em 2016 – 60% para celulares da Apple e 40% para Android.

    2) Carregador de câmera

    Quase 4 milhões de pedidos no ano passado.

    3) Pasta de dente

    Só pela Amazon, houve 3,75 milhões de encomendas.

    4) Roupa de banho

    Aproximadamente 3 milhões de pedidos.

    5) Escova de cabelo

    Cerca de 2,6 milhões de compras pela Amazon em 2016.

    Geral

    IPO: Alibaba, mais um exagero do mercado?

    19 de setembro de 2014

    Depois do grande oba-oba do mega IPO* da empresa norte-americana Facebook, eis que chega com grande estrondo em WallStreet a empresa chinesa Alibaba. A ação subiu muito em sua estreia na bolsa de valores.
    Acompanhemos para saber até onde vai mais esta possível insanidade do mercado.
    *IPO: Initial Public Offering, em português traduzimos como Oferta Publica de Ações.

    O Alibaba Group nada mais é do que um grupo de empresas com sede em Hangzhou/China, de propriedade privada baseada em e-commerce, incluindo sites online de business-to-business, serviços de varejo e pagamento online, um motor de busca para compras e serviços de computação na nuvem centrados em dados.

    Vejam matéria que saiu hoje:

    Após IPO recorde nos EUA, Alibaba abre com alta de 45%, a US$ 98
    Os papéis da companhia chinesa demoraram mais de 2 horas para iniciarem a negociação; as ações tinham sido precificadas a US$ 68

    Minutos antes da abertura de negociação dos seus papéis, tudo indicava que o Alibaba faria a maior estreia comercial dos Estados Unidos, com uma alta de mais de 35% em relação aos US$ 21,8 bilhões levantados durante a sua oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês). Com o início dos negócios, ás 12h56 (horário de Brasília), os papéis da companhia chinesa estavam a US$ 92,70, uma alta de 36%, após as suas ações serem precificadas a US$ 68.

    Mas a alta não parou, minutos após abrir os papéis já atingiam US$ 98,00, valorização de 44,12% ante sua precificação. A indicação dos preços, fornecida pelo formador de mercado do Alibaba na New York Stock Exchange, ficou mudando durante toda a manhã à medida que investidores sinalizavam interesse pelos papéis da empresa.

    Após ser fundado por Jack Ma em 1999, o Alibaba está avaliado em US$ 167,6 bilhões. Se for negociado a US$ 89, o papel do Alibaba será mais caro que os papéis do Amazon e do eBay juntos. Ma é o homem mais rico da China, com um patrimônio líquido estimado em US$ 21,9 bilhões, de acordo com índice Bloomberg Billionaires.
    Jack Ma fundador do Alibaba, Jack Ma dono do alibaba
    fonte: infomoney.com.br/bloomberg/mercados/noticia/3587955/apos-ipo-recorde-nos-eua-alibaba-abre-com-alta

    Leia também:

    Vale a pena investir em IPO(Initial Public Offering)?

    Até o próximo post.