Os bairros de São Paulo onde o preço dos imóveis mais aumentou em 2016
Geral

Os bairros de São Paulo onde o preço dos imóveis mais aumentou em 2016

16 de janeiro de 2017

Em tempo de bolha imobiliária já bem murchinha, tivemos em 2016 vários bairros com valorização, embora em alguns tenha ainda ocorrido queda de preços.

O portal de imóveis Imovelweb fez um levantamento recentemente sobre o mercado imobiliário paulistano, o qual desmonstra os bairros onde os preços dos imóveis para venda tiveram as maiores valorizações e quedas ao longo de 2016.

“De uma forma geral o mercado imobiliário apresenta estabilidade, o que pode oferecer boas oportunidades para o consumidor”, informou Mateo Cuadras, CEO do Imovelweb. O estudo conta com mais de 450 mil anúncios mensais do portal para base de comparação.

Entre os bairros mais valorizados, dois estão na região nordeste da capital paulista Tucuruvi e Lauzane Paulista. Na outra ponta da lista, os bairros com as maiores quedas estão nas regiões noroeste e leste.

desinflando-a-bolha-imobiliaria

Confira onde o valor do metro quadrado aumentou ou caiu em 2016:

Maiores desvalorizações e valorizações 
Quedas
Bairro Região % de valorização  Valor do m2
Vila Moraes Sudeste – 4,3% R$ 5.619,00
Vila Aricanduva Leste – 4,0% R$ 5.445,00
Jaraguá Noroeste – 2,9% R$ 4.831,00
Pirituba Noroeste – 1,8% R$ 5.888,00
Jardim Aricanduva Leste – 1,6% R$ 5.216,00
Altas
Bairro Região  % de valorização Valor do m2
Tucuruvi Nordeste 6,8% R$ 6.582,00
Piqueri Noroeste 5,8% R$ 6.403,00
Lauzane Paulista Nordeste 5,7% R$ 6.684,00
Bela Vista Centro 5,3% R$ 8.569,00
Vila Madalena Oeste 3,8% R$ 10.932,00

Até mais.

3 Comments

  • Reply José Ruiz 9 de maio de 2017 at 11:43

    isso acontece por conta de uma estratégia de pós verdade aplicada ao mercado imobiliário.. mas a realidade já colocou a cara na janela.. está difícil vender imóvel porque a bolha explodiu, os preços são mantidos em um patamar irreal pela mídia, com apoio de profissionais do setor.. mas ninguém compra.. porque não pode e porque não quer.. segue um texto que todo corretor(a) deveria ler até o final::

    http://www.forumimobiliario.com.br/porque-esta-dificil-vender-imovel/

  • Reply Vilmar 23 de janeiro de 2017 at 15:50

    Lopes Filho – 11h00 : Eztec lança mais 18% de empreendimentos em 2016, mas vendas líquidas caem 80%

    No ano passado a EZTEC adequou o seu padrão de lançamentos à realidade do momento econômico e lançou um VGV de R$ 205 milhões, um acréscimo de 18% com relação aos R$ 197 milhões de 2015. Os lançamentos foram direcionados para os segmentos de média-alta e alta renda porque esses segmentos mostram maior resiliência em um período em que a renda e o crédito imobiliário para o usuário final estiveram reduzidos. A Eztec distanciou-se do modelo de grandes projetos que predominou durante o seu boom de lançamentos e adotou projetos menores voltados para a cidade de São Paulo. Em 2016, as vendas líquidas de distratos alcançaram R$ 76 milhões, 80% inferior ao valor de venda líquida de 2015. A retração das vendas líquidas é notícia negativa mas já havia sido registrada até setembro de 2016.

  • Reply Vilmar 17 de janeiro de 2017 at 13:15

    IMOBILIÁRIAS
    16/01
    Distratos da MRV caem 25% em 2016, enquanto lançamentos e vendas recuam no 4º tri

    http://www.infomoney.com.br/mrvengenharia/noticia/6024514/distratos-mrv-caem-2016-enquanto-lancamentos-vendas-recuam-tri

  • Leave a Reply

    CAPTCHA *