Golpe do Sistema de Doação Espontânea

“A coisa é bem simples: você faz uma doação e, a partir daí, vai receber doações de todo mundo que entrar no esquema depois de você. É ganhar dinheiro sem precisar trabalhar”, dizia um rapaz para o casal sentado à sua frente, em uma lanchonete da Vila Madalena, em São Paulo, na última semana. No computador sobre a mesa, um gráfico mostrava pirâmides de bonequinhos, com setas apontando dinheiro fluindo entre eles.

Golpe em hospitais !!!

Pirâmides financeiras passam a usar nome de sistema de doação espontânea

Cuidado com golpe do SMS e golpe da DOAÇÃO!

Reprodução
O esquema desenhado nem sequer disfarça: trata-se de uma pirâmide financeira. O nome da vez é Infinity Line, que se diz um “sistema de doação espontânea”, assim como os chamados Retorno Amigo, System Global e Mandala da Prosperidade.

Os sites que fazem propaganda dos “sistemas de doação” buscam dar um verniz de legalidade ao negócio, dizendo que não haveria problema, uma vez que se trata de doação direta prevista no Código Civil — e não depende da venda de produtos ou de “marketing multinível”. No entanto, não é a forma de pagamento que caracteriza a pirâmide, mas o formato do negócio.

A matemática é simples, explica o advogado Alexandre Kawakami, professor do Instituto de Direito Público: “Pirâmides são mecanismo de arrecadar recursos financeiros, cujo retorno para os investidores não vem do investimento desses recursos, mas do aporte de novos investidores”. O esquema funciona até o dia em que não haverá mais gente para ser recrutada — logo, quem entrou por último não vai ter o retorno do seu investimento.

Colocando a conta na ponta do lápis, fica mais fácil ver como o esquema é insustentável. Se o “investimento” depende, por exemplo, de cada participante trazer cinco novos membros para a pirâmide, em dez rodadas, passa a precisar de mais de 9 milhões de pessoas, ou seja, a população da Suécia. Duas rodadas depois, 244 milhões de adeptos serão necessários (a população do Brasil e da Argentina juntos).

“A dificuldade de identificar as pirâmides de imediato ocorre porque elas estão camufladas sob a aparência de um investimento idôneo e lucrativo”, alerta uma cartilha sobre golpes financeiros feita pelo Ministério Público Federal.

A prática de golpes, diz o documento, gera graves danos ao sistema financeiro nacional, à economia popular e ao patrimônio dos consumidores, “podendo atingir proporções gigantescas facilitadas pela rápida e incontrolável divulgação realizada pela internet e pela promessa de ganhos irreais”.

Esse tipo de esquema envolve, além de estelionato (obter vantagem para si induzindo ou mantendo alguém em erro), crimes contra a economia popular, explica criminalista Fabrício de Oliveira Campos. O artigo 2ª, IX da Lei 1521/51 classifica como crime “obter ou tentar obter ganhos ilícitos em detrimento do povo ou de número indeterminado de pessoas mediante especulações ou processos fraudulentos (‘bola de neve’, ‘cadeias’, ‘pichardismo’ e quaisquer outros equivalentes)”.

O advogado José Nantala Bádue Freire, do Peixoto e Cury Advogados, por sua vez, lembra que não há regramento específico para coibir pirâmides financeiras de forma preventiva, ou seja, antes de alguém ser prejudicado. Depois do prejuízo é que os danos podem ser cobrados na Justiça, bem como a acusação criminal pode ser feita.

Os sistemas de doações já começaram a chegar ao Judiciário. O juiz Manoel Simões Pedroga, da Comarca do Bujari, no Acre, determinou a instauração de inquérito policial para investigar o esquema chamado de Mandala da Prosperidade. Em sua página no Facebook, Pedroga afirma que, segundo estimativas, em cada pirâmide, 88% dos participantes perderão dinheiro.

“Nesse tipo de negócio requer a cooperação da vítima, que enganada disponibiliza dinheiro ao enganador. Quem participa ou está no ‘erro’, entendido como falsa percepção da realidade, ou agindo com dolo direto ou eventual”, alerta.

Em 2015, Pedroga condenou um divulgador da Telexfree ao pagamento de R$ 9,3 mil a um homem atraído para o plano. De acordo com a decisão, quem alicia novos integrantes para um esquema de pirâmide financeira comete ato ilícito civil e crime de estelionato.
conjur.com.br/2017-jan-10/piramides-financeiras-usam-nome-sistema-doacao-espontanea

Até mais.

Only 1 comment left Go To Comment

  1. #CHEGA DE GOLPISTAS# /

    SPORTINVEST é fraude? SPORTINVEST é golpe? Veja estudo:

    SPORTINVEST RENDIMENTOS DE 1,8% A 3,0% AO DIA [ ANÁLISE ANTES DE INVESTIR ]
    16 de janeiro de 2017hyipbr

    Acabou de ser lançado na internet o SportInvest que promete investimentos de 1,8% a 3,0% ao dia investindo em trader esportivo segundo o site.

    O site tem registro na Inglaterra porem recebe investimento em um conta de uma empresa Brasileira eu não tive acesso ao CNPJ da empresa Brasileira para analisar se legal este tipo de operação.

    Antes de investir na SportInvest

    Solicite nome e CNPJ da empresa Brasileira que esta recebendo o investimento e consulta na receita federal para analise se o ramo de atividade da empresa é possível receber investimento.
    Solicite os comprovantes de operações das corretoras onde a SportInvest realiza o trader esportivo.
    Solicite os nomes das corretoras onde a Sportinvest realiza as operações.
    Caso a empresa não forneça estas informações aconselho a não investir.

    Bônus de indicação insustentável

    Se você indicar alguém para investir no site você recebe 10% de bônus sobre o investido do seu indicado, este tipo de bônus é insustentável e gera instabilidade financeira para empresa.

    Meu ponto de vista sobre este tipo de investimento

    É muito ariscado eu solicitar investimento e prometer uma rentabilidade fixa diária sendo o que o investimento vai ser aplicado em uma mercado de alto risco de variável.

    Veja o ponto de vista de profissional que realiza Trader Esportivo

    importante este vídeo não é sobre a SportInvest é a opinião de um Trader Esportivo sobre empresas que solicitam investimento para aplicar em trader esportivo.

    Conclusão

    A SportInvest é mais um empresa que solicita investimento para aplicar em trader esportivo que no meu ponto de vista é alto muito ariscado. Traders profissionais não aconselham este tipo de investimento.
    http://www.hyipbr.com.br/hyipbr/index.php/2017/01/16/sportinvest-rendimentos-de-18-30-ao-dia-analise-antes-de-investir

     

    —-

     

    07/06/2017 18h25 – Atualizado em 08/06/2017 13h11
    Cuidado: golpistas usam anúncio de empréstimos fáceis para atrair vítimas
    Na Capital, idoso perdeu R$ 2 mil

    Danielle Valentim e Eser Cáceres

    ​Quadrilhas insistem no uso do nome de empresas nacionais para conseguir aplicar o ‘golpe do empréstimo’. Além de usurpar dos nomes alheios, elas tentam credibilidade realizando anúncios até em jornais. Nesta terça-feira (7), um idoso de 70 anos pediu um crédito de R$ 15 mil, mas antes de receber a quantia perdeu R$ 2 mil, em depósito realizado aos bandidos. O Jornal Midiamax revela uma das negociações em que um dos criminosos dá até desconto no valor da taxa do seguro.

    Para realizar o anúncio no Jornal Impresso Midiamax, a empresa apresentou todos os dados necessários, como por exemplo, o CNPJ.

    Pelo constrangimento de ter caído em um golpe tão antigo, a vítima não quis ser identificada, mas contou que viu o anúncio no jornal e resolveu pedir o empréstimo. A empresa teria pedido R$ 2 mil como ‘sinal’ para então repassar o crédito solicitado pela vítima. A negociação, segundo o idoso, começou na segunda-feira (5), e o depósito do ‘sinal’ ocorreu nesta terça. Diferentemente do ‘acordo’, a empresa fajuta não fez o depósito.

    No mês de maio, um estelionatário ou grupo criminoso, ainda não identificado, também utilizou nomes de empresas paulistas para aplicar mesmo golpe. Uma das empresas “usada” pelos bandidos, por exemplo, nem realiza empréstimos. Um campo-grandense chegou a depositar R$ 1,5 mil para os golpistas.
    DE OLHO NAS FACILIDADES

    Que ninguém dá algo de graça é fato e o cuidado com ‘certas’ facilidades financeiras oferecidas deve ser dobrado. Segundo o delegado Mário Donizete, titular da 1ª Delegacia de Polícia Civil de Campo Grande, o golpista se aproveita da ‘ganancia’ da vítima.

    “Em todo contrato bancário existe formalidade. Esses estelionatários oferecem uma série de vantagens na internet, jornais e site de vendas, até sem consulta ao SPC. É nesta facilidade oferecida, que as pessoas precisam tomar cuidado”, xplica o delegado.

    Donizete orienta que o solicitante nunca faça pagamentos antecipados. “ Não existe pagamento de entrada, se contratou pela internet solicite descontar do valor a ser recebido. O grande problema é o chamariz. E por fim, banco nenhum aceita pagamentos ‘por fora’”, finaliza.

    Confira trechos da negociação:

    1ª CONVERSA

    Golpista: Alô, é Edson? deixa eu te falar esse telefone seu não é claro, não?

    Vítima: Não é vivo.

    Golpista: Seu crédito foi aprovado. Agora vai depender de você para te liberar esse dinheiro. A empresa te pede uma garantida e a garantida é você arrumar um avalista que tenha um imóvel. Caso você não queira que mexer com avalista, você pagar o seguro garantia.

    Vítima: Mas eu liguei porque no jornal fala que não cobra

    Golpista: A gente não cobra mesmo. A gente só cobra se você não tiver o avalista

    Vítima: Entendi.

    Golpista: Agora se você tiver o avalista não precisa do seguro.

    Vítima: E de quanto é esse seguro?

    Golpista: O seguro é 5% do valor que você está pegando, de R$ 40 mil, é R$ 2 mil você paga só R$ 1 mil, o outro R$ 1 mil pode ser descontado do próprio dinheiro.

    Vítima: Então terei que levantar R$ 1 mil

    Golpista: Aí a gente deposita R$ 20 mil hoje, e R$ 19 mil na sexta-feira (9) quando voltar o contrato assinado.

    Vítima: Então, eu conseguiria levantar R$ 500, tem como descontar R$ 1,5 mil do empréstimo?

    Golpista: O problema não é a gente. Então porque você não pega só R$ 20 mil porque aí o seguro é de R$ 500.

    Vítima: É que R$ 20 não resolve a urgência que eu tenho aqui.

    Golpista: Pois é. Deixa eu te explicar outro detalhe, a partir de amanhã não podemos cobrar 5% mais porque todas as cooperativas estão cobrando 10%. Só nós cobramos 5% e ainda dividimos para o cliente pagar. Nossa empresa não cobra seguro, mas abriu exceção, pois no Brasil quase ninguém tem avalista. Como você não tem conta aí você pode fazer uma ordem de pagamento no Bradesco, na Afonso Pena, no Centro, de Campo Grande. Se você tivesse me ligado de manhã eu até pagaria a diferença do meu bolso, mas tive que fazer outros negócios, agora, só recebo comissão dia 30.

    Vítima: Então, aí complicou para mim

    Golpista: Você pode fazer o sabe o que? Para você não perder a tabela a partir de amanha? Pode dar um sinal de R$ 400 ou R$ 500 o outro eu te dou um prazo para você pagar até semana que vem, porque aí na tabela nova será 10%. Porque se for na semana que vem 10% de R$ 40 mil é R$ 4 mil.

    Vítima: Como faço esse sinal?

    Golpista: Você me passa o seu endereço para mandar o contrato e fazer a reserva. E em seguida te passo a conta do despachante.

    Vítima: É rua Rio Grande do Sul, 366, Casa B, Jardim dos Estados.

    Golpista: Pelo endereço aqui, as meninas olham o CEP. Então, tá.. deixa eu pedir a reserva deste crédito e daqui uns 5 ou 10 min eu te ligo.. ou então você me liga.

    Vítima: Mas então meu crédito já está aprovado?

    Golpista: Sim. Seu crédito está aprovado, você não tem promissória contestada em cartório, não, né?

    Vítima: Não.

    Golpista: Aí eu dou uma força, aí quando liberar o dinheiro você me manda uns R$ 300 do meu ‘café’, mas esse do ‘café’ você vai mandar na minha conta.. daqui a pouco a gente se fala.. tchau, tchau..

    2ª CONVERSA

    Golpista: Edson?

    Vítima: Oi, seu Francisco.

    Golpista: As meninas já fez a reserva do crédito lá para você. O que você pode fazer? Você pode pagar o sinal, hoje..

    Vítima: Ahan.

    Golpista: E o outro se você conseguir arrumar a diferença amanhã ou sexta. Aí arrumou a diferença e pagou, eles já te liberam a outra metade na hora, viu? A gente manda um contrato para você assinar, aí se caso você ver que deva, você pode pagar até…

    Então é melhor pagar hoje, então, para não perder o prazo?

    Golpista: É agora à tarde. Igual o pessoal da prefeitura uns receberam hoje outros vão receber na sexta, então, estou aconselhando muita gente a fazer isso. Dá um sinal, porque aí não pega essa tabela nova, que é a partir do dia 8, amanhã, que a tabela nova é o dobro..

    Vítima: Entendi, mas aí é garantido, né? Não vou perder o crédito?

    Golpista: Você pagou o sinal, isso aí, é o próprio diretor, né?… Não é a Mercantil querendo aumentar a taxa não é o sindicato das cooperativas de crédito que não quer que a gente continua cobrando 5% porque está tendo muita reclamação no Sindicato, das outras empresas concorrentes nossa, das outras cooperativas porque as outra estão cobrando 10% de taxa de seguro e nós estamos cobrando 5% e ainda divide para o cliente pagar. Eu estava falando com uma amiga minha de outra empresa e ela me disse: se vocês fossem continuar cobrando 5% os vendedores de lá vinham todos trabalhar aqui, porque lá eles tão cobrando 10% de juro desde 2013, então é isso..

    Vítima: Como que eu faço o depósito?

    Golpista: Paga a caneta e o papel que eu vou te dar a conta

    Vítima: Eu já estou com a caneta e papel faz tempo esperando sua ligação

    Golpista: É Banco do Brasil, a agência 3493-2, agora a conta corrente 34449-4, repete aí para ver se você anotou certo?

    Golpista: O nome da moça… da despachante é Gisele da Cunha Marques.. você pode fazer, porque o banco hoje está cheio demais, você pode fazer isso aí até na agência do Correios, porque o Banco do Brasil é conveniado. Tem uma agência dos Correios aí na Vasconcelos Fernandes… você conhece aí?

    Vítima: Não, por nome assim não sei.

    Golpista: Correio aí do Centro, da agência da Vasconcelos Fernandes.

    Vítima: Me fala uma coisa, essa depósito não tinha que ser feito em nome da Mercantil, não?

    Golpista: Não, isso aí o despachante que faz o registro. Em nome da Mercantil você só faz acima de R$ 8 mil. Abaixo de R$ 8 mil só despachantes, porque o despachante que registra o contrato entre o cartório e a seguradora.

    Vítima: E eu preciso do CPF dessa Gisele para fazer o depósito?

    Golpista: Não, é depósito normal, o que você pode fazer no banco ou na agência dos Correios. No Correios você pega menos fila… Aí o do meu “café” eu te passo a minha agência da Caixa, que aí do dia que liberar metade você já manda o meu.

    Vítima: Eu só vou poder quando eu receber

    Golpista: Claro, você só vai pagar na hora que liberar a metade. Liberou a primeira parte você manda o meu. Esse meu eu não te dou recibo, não te dou nada, disso..

    Vítima: Não fica tranquilo. Esse aí é o nosso jeitinho brasileiro..

    Golpista: Isso aí, jeitinho brasileiro. Se alguém da administração te ligar no dia, você não falar: Não, tô mandando um café para o Francisco

    Vítima: Você já quer me passar?

    Golpista: Não você vai passar na minha, na Caixa ou no Bradesco no dia eu te passo

    Vítima: Eu vou correr lá, então…

    Golpista: Assim que você fazer o depósito você me liga. Se for fazer no banco, faz na boca do caixa e não faz envelope, não..

    3ª CONVERSA

    Vítima: Alô!

    Golpista: Você conseguiu fazer a reserva?

    Vítima: seu Francisco, né? Oh seu Francisco, eu na verdade sou repórter do Jornal Midiamax, de Campo Grande, estou fazendo uma matéria sobre o golpe que vocês aplicam.

    Golpista: Como é que é? Que você falou?

    Vítima: Eu sou repórter do Jornal Midiamax, em Campo Grande, e estou fazendo uma matéria sobre os golpes, o estelionato aplicado com o anúncio de vocês..

    Golpista: Mas como meu amigo, nossa empresa é autorizada há 44 anos.

    Vítima: Não, não é não, eu usei um CPF falso

    Golpista: Como é que é?

    Vítima: Eu usei um CPF falso, inexistente

    Golpista: Não entendi, como é que é?

    Eu te passei dados inexistentes

    Golpista: Não entendi, como é que é?

    Vítima: Você entendeu, sim, rapaz!

    Golpista: Não, não.. deixa eu te explicar uma coisa aqui.. Você está dizendo que nossa empresa quis te dar golpe? Nossa empresa esta no mercado há 44 anos..

    Vítima: Então vai se envolver em escândalo aos 44 anos

    Golpista: Como é que é?

    Vítima: Então sua empresa vai se envolver em escândalo aos 44 anos

    Golpista : O assunto está cortando….
    (FIM DA LIGAÇÃO)
    (Colaborou Anny Malagolini)
    http://www.midiamax.com.br/policia/alerta-estelionatarios-usam-anuncio-ate-desconto-aplicar-golpe-emprestimo-343798

Leave a Reply

CAPTCHA *